Seguir o O MINHO

Barcelos

HHY & The Macumbas trazem novo disco ao Teatro Gil Vicente, em Barcelos

Banda apresenta o novo disco “Beheaded Totem”

em

Os HHY & The Macumbas chegam hoje, a Barcelos para apresentar o seu mais recente disco “Beheaded Totem”, disco lançado em Setembro de 2018.

O concerto realiza-se no Teatro Gil Vicente e tem a entrada de três euros. Este espetáculo insere-se no triciclo, que é promovido pelo Município de Barcelos.

Os bilhetes podem ser adquiridos no Teatro Gil Vicente e nos locais habituais.

Os HHY & The Macumbas são um coletivo formado em 2009 por Jonathan Uliel Saldanha, enquanto laboratório para o desenvolvimento de uma linguagem sincrética que parte de músicas periféricas, absorvendo estruturas marginais e expandindo as normativas de formato.

Neste terceiro disco do coletivo, “Beheaded Totem”, com o selo da House of Mythology, a ideia passou por criar um espaço para a investigação do ritmo, é uma exploração onde parte do pressuposto de não utilizar uma ferramenta rítmica.

O ensemble continua a desenvolver a sua linguagem singular onde repetição, percussão, eletrónica e sopros interagem dentro de um cosmos onde Sun Ra e Xenakis coabitam com as linguagens do techno e do dub.

Anúncio

Barcelos

Absolvido homem de Barcelos acusado de violação. Jovem terá inventado o caso

Alegado Síndrome de alienação parental

em

Tribunal de Braga. Foto: O MINHO (Arquivo)

Será mais um caso de acusação de abuso sexual, sem fundamento. O Tribunal de Braga absolveu um homem, residente em Barcelos, que estava acusado de violação por uma jovem, agora, com 24 anos. A mulher vivia em Lisboa com uma avó mas, no verão de 2017, veio passar umas férias a Gilmonde, Barcelos, a casa do pai.

Nessa altura – e segundo o seu depoimento – foi ameaçada, espancada e violada, por um homem que era amigo da família e frequentava a residência. O que se veio a verificar não ser verdade, desde logo, porque uma perícia médica vaginal não confirmou a ocorrência de qualquer ato sexual.

O arguido negou com veemência o crime e própria avó veio testemunhar, dizendo que a jovem lhe disse que tinha sido várias vezes, o que era contraditório com a queixa que fizera. Disse ainda que a neta tinha problemas de saúde mental. Ou seja, terá inventado o caso. Daí que a acusação não tenha sido provada.

Atualmente, está estudado, por médicos, psicólogos e juristas, o chamado “Síndrome de alienação parental”, ou seja, a acusação falsa de abuso sexual, feita, por medo, vingança ou outro distúrbio, por pais, em regra em fase de divórcio, ou por jovens por razões de baixa autoestima, depressão psicológica ou doença mental.

Continuar a ler

Barcelos

Novo hospital privado de Barcelos já tem data de abertura

Ficará localizado junto ao parque da cidade

em

Foto: DR / Arquivo

O novo hospital privado Trofa Saúde de Barcelos, que ficará situado junto ao parque da cidade, já tem data de abertura, conforme se pode ler numa tarja colocada junto ao edifício. De acordo com a informação, a nova unidade abre portas a 02 de março de 2020.

O MINHO sabe que, a breve prazo, será divulgada a nova unidade de saúde através de promotores – que já estão a ser contratados para o efeito -, nos diferentes hipermercados do concelho, entre outros locais.

O grupo Trofa Saúde, criado em 1999, quer expandir-se e abriu mais um hospital de dia em Guimarães e outro em Braga [no shopping Nova Arcada], seguindo-se depois novas unidades no Porto, em Aveiro, em Valença, Barcelos, e na área metropolitana de Lisboa.

Grupo Trofa Saúde abre hospital no centro comercial Nova Arcada, em Braga

Atualmente, a Trofa Saúde possui sete hospitais e cinco hospitais de dia e emprega cerca de cinco mil pessoas.

Tem unidades em Alfena, Amadora, Braga, Famalicão, Gaia, Loures, Maia, Matosinhos, São João da Madeira, Trofa, Vila do Conde e Vila Real.

Continuar a ler

Barcelos

Artesã de Barcelos apurada para a final do “prémio carreira” em concurso nacional

Promovido pelo IEFP

em

Foto: Arte Popular Portuguesa de Ana a Zé

A reconhecida artesã Júlia Côta, de Galegos Santa Maria, concelho de Barcelos, foi selecionada para a fase final do concurso “Prémio Nacional do Artesanato 2019”, anunciou a organização, a cargo do Instituto do Emprego e Formação Profissional.

A votação, aberta ao público até dia 13 de dezembro, decorre na aba “PNA 2019 – Votação”, na página oficial daquele instituto, na secção de artes e ofícios.

Júlia da Rocha Fernandes de Sousa, conhecida por “Júlia Côta”, é uma barrista barcelense que nasceu na freguesia de Galegos Santa Maria, no concelho de Barcelos, em 26 de dezembro de 1935, e é hoje um vulto maior do artesanato de Barcelos.

Recorde a entrevista da artesã ao portal Arte Popular Portuguesa de Ana a Zé.

As categorias a concurso são Grande Prémio Carreira, Prémio Inovação, Prémio Empreendedorismo Novos Talentos, Prémio Investigação, Prémio Promoção para Entidades Privadas e Prémio Promoção para Entidades Públicas.

O galardão “Grande Prémio Carreira” já foi, anteriormente, atribuído a uma artesã de Barcelos, Júlia Ramalho, que venceu o prémio em 2017.

Continuar a ler

Populares