Seguir o O MINHO

Famalicão

Há negociações para “salvar” as fábricas da Ricon, diz responsável judicial

em

Foto: Divulgação

O administrador de insolvência da Ricon disse esta terça-feira haver “negociações com investidores” para “salvar as empresas operacionais” do grupo, depois de ter sido votado em assembleia de credores a liquidação das ‘holdings’.

Em declarações aos jornalistas, Pedro Pidwell, no final das três assembleias de credores que tiveram lugar esta manhã no Tribunal de Comércio de Vila Nova de Famalicão, deixou a mensagem que as próximas 24 horas vão ser fundamentais para o futuro dos quase 600 trabalhadores do grupo Ricon.

“Até a assembleia deliberar a liquidação das empresas operacionais do grupo há sempre tempo de inverter o caminho, não é expectável, mas em tese… Há contactos com outros investidores, que não são da região, são nacionais e estrangeiros. Há esforços para salvar as empresas operacionais, as 4 unidades fabris”, garantiu Pidwell.

Hoje, os credores da Nevag SGPS, da Nevag II SGPS e da Ricon serviços votaram favoravelmente ao encerramento e liquidação dos ativos das holdings e à cessação da atividade da atual administração, com exceção para um dos credores, que votará por escrito por não ter tido acesso ao relatório do administrador de insolvência.

EM FOCO

Populares