Seguir o O MINHO

Região

Há duas fadistas do Minho entre as mais votadas no concurso “EDP Tanto Fado”

Concurso musical

em

Inês Almeida e Vera Lima. Foto: DR

O Minho tem quatro candidatas entre os 36 semifinalistas do concurso “EDP Tanto Fado”. Vera Lima, de Guimarães, e Inês Almeida, de Amares, estão no topo da classificação até ao momento. O prazo para votar online termina na quinta-feira, dia 10 de dezembro.

À partida eram 400 candidatos. Para esta segunda fase do concurso foram admitidos 36 participantes. Entre estes, serão selecionados os oito finalistas. Um dos fadistas admitido na final será o mais votado pelo público, online na página da EDP. Os restantes sete serão selecionados por escolha direta do júri, tendo em conta a dicção, compasso, interpretação, afinação, melodia e técnica vocal.

Pelas 13:00 horas desta quarta-feira, a votação era liderada por Vera Lima, fadista de Guimarães, com 2.126 votos. Inês Almeida, de Amares, segue na terceira posição, com 1.482 votos, menos 336 votos que a segunda fadista mais votada.

As outras fadistas minhotas recolheram menos apoio no escrutínio online: Patrícia Silva, de Braga (70) e Carla Cortez, de Barcelos (232). Isto não quer dizer que estas artistas não possam vir a entrar na final a oito, uma vez que a votação popular só determina a escolha de um fadista.

A fadista de Guimarães, Vera Lima, está muito bem posicionada para garantir o acesso à final por escolha do público, com mais 308 votos que a segunda concorrente mais votada.

Vera Lima

Vera Lima tem 30 anos e começou a cantar o fado em pequenina nos jantares e almoços familiares, é licenciada em educação. Vera trabalha na Cruz Vermelha de Braga, onde ajuda “crianças em risco de insucesso escolar, através dos sonhos, mostrando-lhes que quando há um sonho nunca se pode desistir”.

Inês Almeida

Inês Almeida nasceu em Prozelo, Amares, em 1996. Filha de mãe música, desde sempre ligada ao universo musical. Desde muito nova aprendeu a tocar clarinete e integrou várias bandas até à data. Fez o ensino secundário no Conservatório de Música Calouste Gulbenkian, ingressando de seguida a licenciatura em clarinete na Universidade do Minho, estando de momento a terminar o Mestrado na área.

Carla Cortez

Carla Cortez é natural de Barcelos, frequentou o conservatório da cidade entre 1996 e 2001, onde estudou piano. Carla Cortez já participou em diversas galas de fado destacando-se o 1º lugar na Grande Noite do Fado de Braga de 2010 e o 1º lugar na Grande Gala de Fado do Porto em 2013. No Porto, Carla Cortez canta regularmente n’ A Casa do Fado e no Santo Fado.

Patrícia Silva

Patrícia da Silva nasceu e cresceu em Braga, canta desde que se lembra, no entanto, o gosto pelo Fado começou em 2016, quando foi finalista do concurso “BragaFado”, atuando pela primeira vez no palco do Theatro Circo. Desde aí tem marcado presença em inúmeros palcos no norte do país e deseja levar o fado português aos quatro cantos do mundo.

Para votar basta registar o seu email ou entrar pelo Facebook e carregar no coração que aparece na parte inferior da página no lado direito do ecrã. Pode votar até dia 10 de dezembro às 23h59.

Populares