Seguir o O MINHO

Ave

Guimarães volta a receber a visita de um Rei de Espanha 38 anos depois — como vai ser

em

A chegada ao Paço dos Duques de Bragança dos Reis de Espanha, Filipe VI e Letizia, será acompanhada pela interpretação de toques nicolinos e pela presença de grupos de folclore do concelho de Guimarães, que darão as boas-vindas aos convidados do jantar oficial oferecido pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, no final do primeiro dia da visita de Estado a Portugal da família real espanhola, 38 anos depois de Juan Carlos e Sofia terem estado igualmente no palácio ducal vimaranense, anunciou este domingo o Município de Guimarães.


O périplo dos Reis de Espanha tem início na cidade do Porto, com uma sessão solene nos Paços do Concelho ao início da tarde desta segunda-feira, seguindo-se uma visita à coleção Miró na Fundação Serralves. À noite, decorre um jantar de gala com 120 personalidades no Paço dos Duques, entre as quais, o Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança.

 

Fique a par das Notícias de Guimarães. Siga O MINHO no Facebook. Clique aqui

Anúncio

Ave

Dia de Todos os Santos em Vizela com cemitérios abertos mas sem cerimónias

Dia de Todos os Santos

em

Foto: DR

Os cemitérios das diferentes freguesias do concelho de Vizela vão estar abertos durante o próximo dia 01 de novembro, data que se comemora o Dia de Todos os Santos, anunciou hoje a Câmara local.

Todavia, não haverá a tradicional romagem nem qualquer tipo de cerimónia dentro dos referidos espaços, devendo as mesmas decorrer dentro das igrejas, “acautelando o cumprimento de todas as normas de segurança” face à propagação da covid-19.

A decisão foi uma tomada de posição unânime entre juntas de freguesia e párocos do concelho, afirma a autarquia liderada pelo independente Víctor Hugo Salgado. Os cemitérios, abertos durante o dia, vão ter dispensadores de álcool gel à entrada, num investimento da Câmara.

“A Câmara Municipal de Vizela e as Paróquias pretendem com esta medida, trazer à população a possibilidade de venerar os seus falecidos, reforçando, contudo, que pode representar um risco, pelo que apela aos vizelenses para respeitar as recomendações das autoridades, em especial a prática de distanciamento social e o uso de máscara, para evitar a transmissão da doença na nossa comunidade”, alerta a autarquia.

Ainda hoje, a Junta de Freguesia de Tamel S. Veríssimo, em Barcelos, anunciou que não irá abrir o cemitério a 01 de novembro, de forma a evitar aglomerados.

Continuar a ler

Guimarães

Três turmas em isolamento numa escola de Guimarães

Covid-19

em

Foto: DR

Três turmas da EB 2,3 D. Afonso Henriques, em Guimarães, estão em isolamento profilático depois de alunos terem testado positivo à covid-19.

De acordo com o Guimarães Digital, do Grupo Santiago, os alunos estão a ter aulas a partir de casa, enquanto a maior parte espera pela testagem levada a cabo pelas autoridades de saúde.

Ainda segundo a mesma fonte, também cinco professores estão em isolamento depois de um docente ter testado positivo ao novo coronavírus.

Continuar a ler

Guimarães

Prémio de História Alberto Sampaio para investigação sobre famílias de Guimarães

História

em

Foto: DR

A investigadora Alice João Palma Borges Gago é a vencedora do Prémio de História Alberto Sampaio 2020, que será entregue no dia 01 de dezembro, anunciou hoje a Câmara de Guimarães.

O prémio é um cheque de 6.000 euros e a publicação, na Revista de Guimarães, do trabalho “Gentes do Norte pela própria voz. Arquivos de Família da Região de Guimarães – Porto, séculos XV-XVII”.

Instituído em 1995 pelos municípios de Guimarães e Vila Nova de Famalicão e pela Sociedade Martins Sarmento, o Prémio de História Alberto Sampaio foi renovado em 2016, contando a partir de então também com o Município de Braga entre os instituidores.

Destina-se a homenagear e a manter viva a pessoa e a obra do historiador Alberto Sampaio, promovendo o desenvolvimento dos estudos científicos e investigação nas áreas ligadas ao seu legado, em especial, nas disciplinas da História Social e Económica.

O júri, constituído sob a égide da Academia das Ciências de Lisboa, deliberou atribuir o Prémio de 2020 à investigadora Alice João Palma Borges Gago.

Para o júri, “trata-se de um excelente trabalho de investigação” que, a partir da criação de uma base de dados abrangendo a história dos arquivos de seis famílias de Entre-Douro e Minho”.

Acresce que “procede a uma análise do papel e importância de tais arquivos privados para a compreensão histórica dos processos de mobilidade, de ascensão e de consolidação do estatuto social das famílias analisadas (Valadares, Ribeiro, Magalhães, Carvalho, Cunha e Barreto), ao longo dos séculos XV a XVII”.

Para além da contribuição inovadora no domínio da historiografia arquivística, o trabalho de Alice Borges Gago “enriquece o conhecimento disponível sobre temáticas fundamentais no domínio da história económica e social.”

O júri salientou a forma “relevante” como a herança da abordagem da História na obra de Alberto Sampaio colhe frutos no estudo agora distinguido.

Apontou ainda o facto de, para a edição 2020, ter sido presente a concurso um conjunto numeroso de trabalhos que, na generalidade, “mostram elevada qualidade”, integrando as temáticas variadas e subjacentes ao prémio.

A cerimónia de entrega do prémio será realizada em 01 de dezembro (dia em que Alberto Sampaio nasceu, em 1841) e, de acordo com a rotatividade prevista no regulamento, terá este ano lugar em Vila Nova de Famalicão, no Arquivo Municipal Alberto Sampaio.

Continuar a ler

Populares