Seguir o O MINHO

Guimarães

Guimarães vai ter nova residência universitária privada com 632 camas

A 650 metros da Universidade do Minho

em

Projeto da nova residência privada

Guimarães vai ter um “projeto pioneiro em Portugal” de residências universitárias, de iniciativa privada, anunciou hoje a autarquia.

Em nota publicada na sua página de Facebook, a autarquia adianta que o projeto, em fase de aprovação final na Câmara, prevê a instalação de quartos diferenciados, zonas de estudo e de convívio, refeitório, salas de televisão, cinema e gaming, ginásio, lavandaria, entre outras comodidades.

Projeto representa investimento de 15 milhões

Foto: Divulgação / CM Guimarães

Projeto representa investimento de 15 milhões

Projeto representa investimento de 15 milhões

Ficará situado na freguesia de Azurém, a 650 metros da Universidade do Minho, e representa um investimento de 15 milhões de euros.

“A obra, que será abrangida pela rede da Ecovia desenvolvida pelo Município, terá início na primavera de 2021 e deverá ficar pronta no outono de 2022, transformando totalmente uma unidade empresarial em residência universitária, de referência mundial”, refere a Câmara.

Ao todo, são 632 camas que vão fazer parte do projeto “Coletivo de Azurém”, uma residência de estudantes que segue um formato internacional: o PBSA “Purpose Built Student Accomodation”, alojamento especificamente pensado para estudantes, com 15 mil metros quadrados de área de intervenção.

EM FOCO

Populares