Seguir o O MINHO

Guimarães

Guimarães: Sequestram homem para vingar denúncia e deixam-no nu e preso em curral

Suspeitos detidos pela PJ

em

Foto: Pedro Luís Silva / O MINHO / Arquivo

Os dois suspeitos de sequestrarem outro homem, de 45 anos, em Guimarães, agiram para vingar uma denúncia feita à PSP de um negócio de contrabando de tabaco, o qual levou mesmo à apreensão de dezenas de maços de cigarros contrafeitos. Presentes a primeiro interrogatório judicial, foram libertados com obrigatoriedade de apresentações periódicas nas autoridades e proibição de contacto com a vítima.

De acordo com o Correio da Manhã, que avança a notícia, a vítima foi atraída para uma emboscada por um dos suspeitos que se mostrou interessado em comprar os CD que tinha colocado à venda no Facebook.

Quando se encontraram em Fermentões, surgiu um segundo homem, que forçou a vítima a entrar no carro e, manietado, foi levado para Atães, para a residência de um dos agressores.

Ainda de acordo com aquele jornal, foi atirado para um curral e espancado. Apesar das baixas temperaturas, despiram-no enquanto o agrediam e abandonaram com uma corda atada ao pescoço e presa no teto do curral.

A vítima conseguiu libertar-se ao fim de duas horas e meia e pediu ajuda na casa mais próxima.

Como O MINHO noticiou ontem, o caso aconteceu no dia 01 de dezembro do ano passado e os dois suspeitos, de 57 e 58 anos, ambos com cadastro, ambos também de Guimarães, foram detidos, na quarta-feira, pela PJ de Braga.

EM FOCO

Populares