Seguir o O MINHO

Guimarães

Guimarães quer plantar 30 mil árvores

Na Quinta de Barredo vão ser hoje plantados árvores e arbustos

em

Foto: CM Guimarães

O “Guimarães Mais Floresta” pretende manter-se como um projeto transversal e integrado, pelo que a sua execução alcança um número extenso de objetivos, iniciando desde logo pela meta de duplicar o número de árvores autóctones a plantar no concelho, de 15.000 árvores para as 30.000 árvores, distribuídas por diferentes áreas.


Desta forma, o mês de março, conhecido como o mês da primavera, da floresta e da árvore, terá um sem número de ações que dará início ao novo ciclo para este projeto, contando com a participação das Brigadas Verdes e Juntas de Freguesia, na plantação de árvores e arbustos autóctones, na Quinta de Barredo, em Monchique (encosta da Penha).

Esta iniciativa está agendada as 10:00, contribuindo assim para o projeto de recuperação daquela área de ligação ao Parque da Cidade, com a presença do Presidente da Câmara Municipal, Domingos Bragança.

O projeto “Guimarães mais Floresta” pretende consciencializar para a temática da Floresta Autóctone e a importância da sua preservação, incluindo um enfoque em áreas temáticas como a natureza, a biodiversidade, os espaços verdes, a qualidade do ar, o ruído, as alterações climáticas, a paisagem e as técnicas agroflorestais, bem como áreas dos direitos cívicos de proteção e de criação de um meio natural mais diversificado e harmonioso.

Anúncio

Ave

Nasceram 1.205 crianças no Hospital de Guimarães este ano

Demografia

em

Foto: DR / Arquivo

No Hospital de Guimarães nasceram, este ano, até final de julho, 1.205 crianças, um aumento superior a 10% face a igual período do ano passado, anunciou hoje a instituição.

“Este aumento é largamente superior à evolução nacional”, realça o Hospital da Senhora da Oliveira Guimarães, acrescentando que, “apesar das contingências associadas à pandemia, respondeu eficazmente às necessidades da população, garantindo toda a segurança e conforto aos bebés e seus pais”.

“Este facto demonstra a capacidade de que o Hospital de Guimarães dispõe para dar resposta com qualidade e segurança, em nome do bem-estar dos recém-nascidos, mães e acompanhantes. O indicador supra enunciado demonstra as boas perspetivas para um aumento sustentado e contínuo da natalidade na região a que o Hospital dá resposta”, acrescenta a nota de imprensa.

O Hospital desenvolve o projeto Educar para Nascer, que pretende uma ligação de maior proximidade entre a maternidade e os futuros pais.

O projeto prepara a família para o parto e para a parentalidade proporcionando novas competências que tornam esta etapa ainda mais completa.

Continuar a ler

Ave

Guimarães requalifica escola por 190 mil euros

Educação

em

Foto: Divulgação / CM Guimarães

As obras de reabilitação da EB1 de Soutelo, na freguesia de Pinheiro, Guimarães, começaram hoje e vão decorrer durante meio ano, num investimento de 190 mil euros, anunciou o município.

O projeto contempla a substituição da cobertura existente no edifício escolar e a construção de acesso coberto ao átrio de receção dos alunos, situado no piso superior.

Engloba ainda a pintura das fachadas e a substituição do piso sintético do parque infantil.

Continuar a ler

Ave

Arguido por maus-tratos a animais disparou contra cão em Guimarães

Crime

em

Foto: GNR

Um homem de 71 anos foi constituído arguido, no sábado, por maus-tratos a animal de companhia, em Pevidém, Guimarães, anunciou a GNR.

Na sequência de diligências, foram-lhe apreendidas armas e aves que não podem estar em cativeiro.

A operação foi desenvolvida pela Secção da Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA).

Em comunicado, a GNR explica que, no seguimento de diligências de inquérito, que decorriam há quatro meses, os militares apuraram que o suspeito foi ouvido a fazer disparos de uma arma de fogo contra um cão.

Uma das aves apreendidas. Foto: GNR

Na sequência da investigação, foi dado cumprimento a um mandado de busca domiciliária que permitiu apreender armas e munições, bem como detetar aves que não podem estar em cativeiro.

Foram elaborados três autos de contraordenação por posse ilegal de espécies autóctones e cinegéticas.

No total, a GNR apreendeu uma espingarda de caça calibre 12, uma arma de ar comprimido, 88 munições calibre 12, 50 chumbos (4,5 mm); três gaios Garrulus glandarius, dois melros Turdus merula e duas pegas Pica pica.

Os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Guimarães.

Continuar a ler

Populares