Seguir o O MINHO

Ave

Guimarães lidera ranking dos municípios com mais presença na Internet

em

Vítor Oliveira, ao centro, adjunto do Presidente da Câmara Municipal de Guimarães. Foto: CM Guimarães

Guimarães passou a liderar, em 2016, a Classe A do Índice de Presença na Internet das Câmaras Municipais, correspondente à categoria de 24 “Municípios Grandes”, com uma população superior a 100 mil habitantes, principal classe de um estudo que avalia o estado da modernização digital das autarquias e o nível da sua relação eletrónica com os munícipes, revelou o município.

O resultado da análise às páginas de internet das 308 câmaras municipais portuguesas, efetuada entre novembro de 2016 e janeiro de 2017, foi apresentado na sede da Microsoft, em Lisboa, esta sexta-feira, 05 de maio, numa cerimónia presidida pelo Secretário de Estado das Autarquias Locais, Carlos Miguel.

“Na Classe A, a Câmara de Guimarães, que tinha ficado no 3º lugar no ranking em 2014, ocupa agora a liderança da categoria, seguindo-se os municípios de Leiria e de Vila Franca de Xira, classificados no 2º e 3º lugar, respetivamente”, explica a autarquia, acrescentando que “no ranking geral, onde estão incluídas as restantes duas categorias de autarquias (Médias e Pequenas), com outro tipo de volume informativo, o estudo refere que Guimarães subiu oito lugares comparativamente com a última avaliação, passando do 15º posto para a 7ª posição em 308 municípios, depois de ter ocupado o 157º lugar em 2012″.

A pesquisa, efetuada pelo Laboratório de Estudo e Desenvolvimento da Sociedade da Informação (GÁVEA) e pelo Departamento de Sistemas de Informação da Universidade do Minho, tem por base a análise de quatro critérios: “Conteúdos: Tipo e Atualização”, “Acessibilidade, Navegabilidade e Facilidade de Utilização”, “Serviços Online” e “Participação”.

Guimarães ocupa o 1º lugar na acessibilidade, navegabilidade e facilidade de utilização do seu website, está na 2ª posição ao nível do tipo de informação e atualização, ocupa o 4º lugar no que diz respeito à participação de munícipes e, em 2016, encontra-se no 5º posto relativamente à disponibilização de serviços online.

 

EM FOCO

Populares