Seguir o O MINHO

Guimarães

Guimarães investe na literacia dos alunos para prevenir sida

Educação

em

Foto: DR

A Câmara de Guimarães vai alargar a mais duas comunidades escolares um projeto de prevenção da infeção pelo VIH, hepatites virais e outras infeções sexualmente transmissíveis, anunciou hoje o município.


O projeto, que já está a ser implementado nos agrupamentos de escolas Santos Simões e João de Meira, será alargado, no próximo ano letivo, ao agrupamento Francisco de Holanda e à Secundária Martins Sarmento.

O alargamento decorrerá ao abrigo de um protocolo hoje assinado entre a Câmara de Guimarães e a Fundação Portuguesa A Comunidade contra a Sida.

Este protocolo visa desenvolver ações de informação e educação para a prevenção da infeção pelo VIH, hepatites virais e outras infeções sexualmente transmissíveis, contando com a participação de alunos da Universidade do Minho.

“O município de Guimarães tenta dar às escolas aquilo que, por razões várias, pensamos que faz falta para a educação dos nossos jovens. A área da sida não é um problema resolvido e precisamos muito de transmitir essa mensagem”, refere a vice-presidente da Câmara de Guimarães.

Citada num comunicado municipal, Adelina Pinto sublinhou o envolvimento no projeto de estudantes universitários, “jovens mais próximos dos nossos alunos, que mais facilmente identificam os seus problemas e as formas de o resolver.

Segundo a autarca, fica ainda garantido o “apoio pontual” a outras escolas do concelho, no sentido de aprofundar a “literacia da saúde”.

Além de colaborar na informação e educação preventiva da infeção pelo VIH e no aconselhamento psicossocial, este protocolo visa ainda fomentar a mobilização da sociedade portuguesa na luta contra a SIDA e incentivar a investigação científica na área médica e psicossocial.

Este é um projeto a nível nacional, com centros de aconselhamento em Lisboa, Porto, Coimbra, Funchal, Vila do Conde e Guimarães.

Neste último concelho, o projeto estende-se também ao estabelecimento prisional.

Anúncio

Ave

Tribunal de Guimarães ordena extradição de condenado por abuso sexual de crianças

Para cumprir seis anos de cadeia em Portugal

em

Foto: DR / Arquivo

Um homem de 45 anos, condenado a seis anos de prisão por abuso sexual de crianças e atos sexuais com adolescentes, foi extraditado de França para Portugal para cumprir a pena, indica a Polícia Judiciária em comunicado.

A Polícia Judiciária cumpriu um Mandado de Detenção Europeu emitido pelo Tribunal Judicial de Guimarães e realizou a extradição de França para Portugal para cumprir pena do arguido condenado a seis anos de cadeia por abuso sexual e atos sexuais com o filho adolescente da sua companheira, crimes cometidos em 2010.

A nota da PJ dá conta também que no início do mês foi extraditado para Portugal um homem de 36 anos suspeito de ter cometido um homicídio, em 2013, em Viana do Castelo.

No cumprimento de um Mandado de Detenção Europeu emitido pelo Tribunal Judicial de Sintra a PJ extraditou da Suíça para Portugal outro homem, de 28 anos, condenado a 11 anos de cadeia por vários crimes de violação ocorridos em 2009, no concelho de Sintra.

Em finais de julho tinha sido extraditado, a partir de França, um arguido de 46 anos condenado por crimes sexuais contra crianças, cometidos em 2011, na área da Grande Lisboa.

Continuar a ler

Ave

Câmara de Guimarães está a recrutar para seis postos de trabalho

Emprego

em

Foto: DR / Arquivo

A Câmara de Guimarães está a recrutar um técnico superior, um assistente técnico e quatro assistentes operacionais.

A vaga para técnico superior é na área das Ciências Sociais e Humanas. É necessário ter licenciatura e o salário é de 1.205 euros.

O posto de assistente técnico é para a atividade de medições e orçamentos. Tem como requisito o 12.º ano ou equivalente e o salário é de 693 euros.

As vagas para assistente operacional visam “assegurar a manutenção e beneficiação de infraestruturas; apoio à primeira intervenção em situações de ocorrências da proteção civil; levantamento das coordenadas e fotográficos dos riscos reportadas na proteção civil”.

É requerido o 4.º ano de escolaridade e o salário é de 645 euros.

As candidaturas podem ser feitas até 26 de agosto, exclusivamente online, através de formulário que consta da página do município.

Mais informações também podem ser consultadas na Bolsa de Emprego Público.

Continuar a ler

Guimarães

Aluimento de muro faz tombar camião a um campo em Guimarães

Junto às pedreiras de Gondomar

em

Foto: António Cardoso / O MINHO

Um camião de transporte de brita tombou a um campo de cultivo, na tarde de segunda-feira, em Guimarães, provocando avultados danos na zona da cabine.

Ao que apurou O MINHO junto de testemunhas, a viatura procedia a manobras na Estrada Municipal 538, em Gondomar, em frente aos acessos da pedreira Nicolau de Macedo, explorada pelo grupo barcelense ABB, e a quem pertence a viatura, quando um muro terá aluído, provocando um deslizamento de terra e consequente tombo do camião.

Foto: António Cardoso / O MINHO

Foto: António Cardoso / O MINHO

Foto: António Cardoso / O MINHO

Fonte daquela pedreira disse a O MINHO que o muro estava já bastante danificado naquela zona, onde estava a ser feita a pavimentação da via pública.

A mesma fonte indica que o local já tinha vestígios de aluimentos anteriores, mas nada tão grave como o que aconteceu na segunda-feira.

“Felizmente, do acidente não resultou qualquer ferido, apenas danos avultados ao nível da cabine do camião”, disse a fonte.

Foto: António Cardoso / O MINHO

Foto: António Cardoso / O MINHO

Foto: António Cardoso / O MINHO

Ao que apurou o nosso jornal junto de fonte da empresa, há a possibilidade da pedreira pedir uma indemnização à Câmara Municipal, que é a gestora daquela estrada. “Estamos a avaliar essa situação”, disse.

A GNR de Guimarães esteve no local e registou a ocorrência.

Continuar a ler

Populares