Seguir o O MINHO

Guimarães

Guimarães instala recipientes para beatas de cigarro, dejetos de cão e chicletes

Ambiente

em

Foto: Divulgação / CM Guimarães

O município de Guimarães reiniciou a colocação, em vários locais, de recipientes para recolha de beatas, dejetos de cães e chicletes, dando continuidade à separação destes resíduos com potencial de valorização, foi hoje anunciado.


Em comunicado, o município refere que serão colocados 15 EcoPontas, 15 WCão Urban e cinco PapaChicletes.

Serão ainda instalados nos parques oito WCão Park.

A intenção do município é avançar com estes equipamentos em todas as freguesias.

“Este projeto possui um cariz de investigação e desenvolvimento (I&D), promovendo a valorização dos resíduos e reforçando a importância da economia circular, através de uma colaboração com o Centro para Valorização de Resíduos (CVR)”, sublinha o município.

A título de exemplo, lembra que “com a recolha de 350 beatas é possível construir um tijolo”.

Os três projetos foram desenvolvidos pelo Laboratório da Paisagem, tratando-se de equipamentos que visam contribuir para alterações comportamentais, “através de estruturas com um design apelativo, sendo ainda utilizadas mensagens que visam chamar a atenção, promovendo a interação com quem as está a ler”.

A Câmara refere que as estruturas têm uma preocupação com a sustentabilidade.

A estrutura maior, desenhada para os parques de lazer ou zonas verdes, incorpora o conceito de coberturas verdes, promovendo a biodiversidade e o aproveitamento da água das chuvas, com um bebedouro para animais.

Incorpora ainda esferas de argila e carvão ativado utilizado na cobertura verde e no filtro da água da chuva, resultante de um processo de valorização das pontas de cigarro recolhidas no EcoPontas.

Anúncio

Guimarães

Menina de 18 meses queimada com gravidade em Guimarães

Acidente

em

Foto: DR

Uma menina de 18 meses sofreu queimaduras graves depois de um acidente doméstico, na vila de Caldas das Taipas, concelho de Guimarães.

Ao que apurou O MINHO junto de fonte dos bombeiros, a vítima sofreu queimaduras de segundo grau quando estava dentro de casa, na Rua da Rabata, cerca das 16:00 horas deste sábado.

A menina foi assistida pelos Bombeiros das Taipas e pela equipa médica da VMER.

Foi transportada em estado grave para a ala pediátrica do Hospital de Braga.

Fonte envolvida no socorro não conseguiu adiantar o que causou a queimadura.

A GNR está no local.

Continuar a ler

Guimarães

Enfermeira de Guimarães denuncia problemas na saúde primária: “Veem o pus por telefone”

Saúde

em

Foto: DR

Ana Isabel Alves, enfermeira de Guimarães, escreveu uma carta ao primeiro-ministro a alertar para as fragilidades dos cuidados primários de saúde durante os tempos de pandemia de covid-19.

A enfermeira denuncia condicionamentos impostos pelas medidas de contenção que nunca foram ajustados para um correcto funcionamento no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Explica que os utentes têm muitas dificuldades para conseguir uma consulta, levando a que estes se desloquem diretamente ao hospital da área de residência, podendo, por isso, ‘entupir’ o atendimento. Sublinha ainda que que os tempos de espera estão a aumentar, prejudicando os casos urgentes.

“Não é aceitável que tenhamos que nos deslocar ao privado quando temos um SNS para o qual contribuímos”, lamenta a enfermeira.

Outra das medidas que Ana Isabel Alves critica é a consulta feita por telefone. A enfermeira diz que existem relatos “de pedirem por telefone a uma mãe para ver se via pus na garganta do filho. Não é admissível”, afirma, vincando que “os centros de saúde não podem funcionar maioritariamente pelo telefone”.

A enfermeira apela a António Costa que faça uma reflexão sobre este apelo que é, diz, “em nome dos portugueses”.

Continuar a ler

Guimarães

Mais plantas de canábis apreendidos em Guimarães

Droga

em

Foto: divulgação / GNR

A GNR apreendeu hoje canábis numa plantação no anexo de uma residência em Guimarães e constituiu arguido um homem de 61 anos, anunciou aquela força.

Em comunicado, a GNR refere que foi dado cumprimento a um mandado de busca domiciliária, tendo sido apreendidos seis ramos de canábis amadurecidos e secos prontos para consumo, bem como 116 doses de folhas de canábis acondicionada em frascos e caixas.

Os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Vila Nova de Famalicão.

Continuar a ler

Populares