Seguir o O MINHO

Guimarães

Guimarães com sessões de cinema sem sair do carro em junho e julho

Drive-in

em

Foto: DR

O cinema ao modo drive-in parece regressar à moda, em tempos de distanciamento social, e Guimarães prepara-se para receber várias sessões deste tipo de cinema ao ar livre.


A partir do próximo dia 26 de junho, o espaço exterior do Multiusos de Guimarães transforma-se num cinema drive-in, com a exibição de um filme às 21:30 e outro a partir das 24:00 horas. As sessões terminam no dia 18 de julho.

No total, são exibidos 16 obras-primas do cinema nacional e internacional e cada carro terá de pagar 15 euros para aceder ao espaço. Os bilhetes podem ser adquiridos através deste link.

Programa

26 de junho (21:30): MAMMA MIA

26 de junho (24:00): GREASE

27 de junho (21:30): 1917

27 de junho (24:00): BAD BOYS… PARA SEMPRE

03 de julho (21:30): JOKER

03 de julho (24:00): VINGADORES: ENDGAME

04 de julho (21:30): O HERÓI DE HACKSAW RIDGE

04 de julho (24:00): DJANGO LIBERTADO

10 de julho (21:30): SNIPER AMERICANO

10 de julho (24:00): TAXI DRIVER

11 de julho (21:30): A HORA MAIS NEGRA

11 de julho (24:00): HOMEM ARANHA: LONGE DE CASA

17 de julho (21:30): VARIAÇÕES

17 de julho (24:00): ESTE PAÍS NÃO É PARA VELHOS

18 de julho (21:30): O REI LEÃO

18 de julho (24:00): ERA UMA VEZ… EM HOLLYWOOD

Anúncio

Guimarães

Guimarães suspende peditório anual de rua para a Liga Contra o Cancro

Covid-19

em

Foto: DR

Este ano não haverá peditório de rua para a Liga Portuguesa Contra o Cancro em Guimarães, atividade que decorre tradicionalmente no dia 01 de novembro. O anúncio foi feito pelo Lions Clube de Guimarães, instituição responsável pelo peditório desde 1984.

Em comunicado enviado a O MINHO, a instituição refere que esta decisão surge depois do aumento de casos que tem “castigado de forma particular e especial o concelho de Guimarães”.

Apesar dos esforços para que o peditório avançasse na rua, tal não vai ser possível, com a instituição a apelar para os donativos sejam entregues através de referência multibanco.

“A recolha de fundos em favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro prosseguirá com a recolha de contributos de instituições, empresas e particulares. Os contributos poderão ser efetuados diretamente para o IBAN PT50 0035 0363 00101703903 61”, refere a instituição.

O Lions Clube aponta ainda que 20% do montante será para aplicar na compra de equipamentos para o serviço de oncologia do Hospital Senhora da Oliveira, em Guimarães.

401 novos casos em quatro dias

Foram registados mais 401 casos positivos de covid-19 no concelho de Guimarães entre os dias 19 e 23 de outubro, segundo dados do ACES Alto Ave.

Encontram-se 550 pessoas em isolamento, menos 70 do que no dia 19.

No total, aquele concelho regista 2.899 casos acumulados desde o início da pandemia.

19 mortos e 2.577 infetados no país

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 19 mortos e 2.577 casos de infeção por covid-19, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde.

O país conta agora com 2.316 óbitos e 118.686 casos confirmados desde o início da pandemia.

Em termos de recuperados, 68.877 já foram dados como curados da doença, 1.035 nas últimas 24 horas.

Continuar a ler

Guimarães

Mais 401 casos de covid-19 em quatro dias no concelho de Guimarães

Covid-19

em

Foto: CM Guimarães

Foram registados mais 401 casos positivos de covid-19 no concelho de Guimarães entre os dias 19 e 23 de outubro, segundo dados do ACES Alto Ave.

Encontram-se 550 pessoas em isolamento, menos 70 do que no dia 19.

No total, aquele concelho regista 2.899 casos acumulados desde o início da pandemia.

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 19 mortos e 2.577 casos de infeção por covid-19, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde.

O país conta agora com 2.316 óbitos e 118.686 casos confirmados desde o início da pandemia.

Em termos de recuperados, 68.877 já foram dados como curados da doença, 1.035 nas últimas 24 horas.

Continuar a ler

Guimarães

Nasce primeiro parque infantil inclusivo de Guimarães (mas não pode ser utilizado)

em

Foto: Divulgação / CM Guimarães

O primeiro parque inclusivo no concelho de Guimarães foi inaugurado este sábado, 24 de outubro, na Vila de Ponte, anunciou a autarquia. Apesar da inauguração, o mesmo ficará encerrado por tempo indeterminado face à pandemia de covid-19.

A obra foi concretizada pela Junta de Freguesia de Ponte, com o apoio do Município de Guimarães, contemplando equipamentos de lazer, fitness, mobiliário urbano, rampas de acesso a pessoas com mobilidade reduzida e adequadas ainda a invisuais, parque de estacionamento, assim como espaços ajardinados.

O presidente da Câmara de Guimarães, Domingos Bragança, salientou o “exemplo de uma obra completa para servir todos os cidadãos” e com referência para as preocupações ambientais”.

“Estamos perante uma obra bem conseguida e de referência, quer no âmbito da dimensão social ao proporcionar as condições necessárias para crianças e adultos com mobilidade reduzida, como na área da sustentabilidade com a criação de mobiliário a partir de materiais recicláveis”, disse.

Para Domingos Bragança, através deste projeto, Guimarães reforça o estatuto de “Cidade Amiga das Crianças”, através do reconhecimento da UNICEF, que destaca o compromisso e o envolvimento ativo em promover e defender os direitos da criança e melhorar a situação das crianças no território.

Foto: CM Guimarães

Foto: CM Guimarães

Foto: CM Guimarães

Foto: CM Guimarães

O presidente da Junta de Ponte, Sérgio Castro Rocha, apontou a concretização de “um projeto que estávamos a ambicionar há anos”.

O autarca explicou que “o terreno já era propriedade da Junta de Freguesia, com cerca de 1500 m2, e pretendíamos concretizar algo a pensar em todos: adultos e crianças com mobilidade reduzida”.

Sérgio Castro Rocha sublinhou o apoio do presidente da Câmara e frisou as atenções assumidas na área da sustentabilidade ambiental. “Estes equipamentos estão suportados com iluminação produzida por painéis fotovoltaicos, porque as questões ambientais também estiveram sempre presentes, desde a colocação dos ecopontos, equipamento urbano produzido por materiais recicláveis e as plantas que vieram do Horto de Ponte”, constatou.

Está ainda criado o espaço para equipamentos de carregamento para veículos elétricos.

A inauguração do Parque Inclusivo de Ponte decorreu este sábado associada ainda às comemorações dos 75 anos da Organização das Nações Unidas (ONU), no âmbito dos objetivos de Desenvolvimento Sustentável para 2030 sob a missão de “fornecer acesso universal a espaços verdes e públicos seguros, inclusivos e acessíveis, especialmente para mulheres e crianças, idosos e pessoas com deficiência”

Os equipamentos do Parque Infantil e Parque de Fitness estão ainda encerrados, no âmbito das medidas de restrição devido à pandemia e, para já, apenas pode ser utilizado o parque de estacionamento para automóveis.

Continuar a ler

Populares