Seguir o O MINHO

Guimarães

Guimarães atribui 11 mil euros em bolsas desportivas para atletas

Durante a Gala do Desporto de Guimarães

em

Foto: Divulgação / CM Guimarães

A Câmara de Guimarães atribuiu cinco bolsas de Formação Desportiva num valor total de 11 mil euros para os atletas premiados na Gala do Desporto, que se realizou este sábado, 7 de setembro, no Multiusos de Guimarães. Cerimónia distinguiu ainda todos os campeões internacionais, nacionais e distritais na época desportiva 2018/2019.

Paulo Pereira, atleta do Guimagym, e Flávia Ribeiro, atleta do AJKP (karaté), foram distinguidos como os Atletas do Ano (Masculino e Feminino, respetivamente) e têm direito a uma Bolsa de 2.500 euros.

João Costa, atleta do Vitória SC (Natação), e Catarina Ribeiro, atleta do Guimagym, foram distinguidos como os Atletas Revelação (Masculino e Feminino, respetivamente) e têm direito a uma Bolsa de 2.000 euros.

Miguel Domingues recebeu o Prémio de Atleta de Desporto Adaptado e tem direito a uma Bolsa de 2.000 euros.

O presidente da Câmara de Guimarães, Domingos Bragança, realçou a “gratidão” a todos os atletas vimaranenses que “são uma referência de superação constante”, assinalando esta Gala do Desporto como “o momento de agradecer pelo mérito, empenho e dedicação que demonstram na prática desportiva”. Domingos Bragança sublinhou ainda que “esta festa do desporto tem como objetivo central dar conhecimento público do mérito dos nossos atletas”, destacando a distinção a mais de dois mil atletas nas dez edições da Gala do Desporto.

Nesta Gala do Desporto nota de destaque para dois momentos altos na noite: a homenagem a Gaspar Gonçalves, que foi diversas vezes campeão regional em diferentes modalidades tais como lançamento do disco, provas de velocidade, salto em altura entre outros. Apurou também imensos atletas de Guimarães para os Campeonatos Nacionais das diferentes categorias. Foi um dos fundadores da JUNI e do CNE da Costa; Treinador de atletismo e Juiz de provas da Associação de Atletismo de Braga e da Federação Portuguesa de Atletismo e Treinador do Vitória SC – Atletismo.

Gustavo Castro foi distinguido com o Prémio Carreira, fruto do percurso como atleta de andebol em vários clubes. Ao serviço do Xico Andebol, foi campeão nacional da 2.ª Divisão. Foi ainda 16 vezes internacional nos diferentes escalões de formação e como atleta sénior foi 9 vezes internacional. Foi treinador de diversos escalões de formação do Xico Andebol, tendo assumido na época 2015/2016 a equipa sénior do clube vimaranense.

A Gala do Desporto de Guimarães contou com as presenças do delegado regional do IPDJ, Vítor Dias, do vereador do Desporto da Câmara de Guimarães, Ricardo Costa, do presidente da Assembleia Municipal, José João Torrinha, do deputado na Assembleia da República, Luís Soares e do presidente do Vitória SC, Miguel Pinto Lisboa, entre outros.

Anúncio

Guimarães

Homem morre em Guimarães: “Há suspeitas de que poderá ter sido picado por uma vespa”

Em Infantas

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

Um homem de 32 anos morreu no sábado à noite na freguesia de Infantas, concelho de Guimarães, suspeitando-se que terá sido picado por uma vespa, disse hoje à Lusa fonte dos Bombeiros Voluntários de Guimarães.

Segundo a fonte, o alerta foi dado pelas 21:40, “para uma reação alérgica desconhecida”, tendo a vítima sido encontrada já em paragem cardiorrespiratória numa habitação na rua do Casal, freguesia de Infantas.

“Há suspeitas de que poderá ter sido picado por uma vespa, mas só a autópsia confirmará”, acrescentou.

No local estiveram uma ambulância com dois elementos dos Voluntário de Guimarães e equipas da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Famalicão e da ambulância de Suporte Imediato de Vida de Fafe.

O corpo foi transportado para o Instituto de Medicina Legal do Hospital de Guimarães para ser autopsiado.

 

Notícia atualizada às 16h31 com mais conteúdo.

Continuar a ler

Guimarães

Grupo de Guimarães lança plataforma para “revolucionar comercialização do calçado”

Economia

em

Foto: Kyaia / Divulgação

O grupo português Kyaia vai lançar “nos próximos meses” uma nova plataforma digital que promete “revolucionar o processo de comercialização do calçado”, aproximando online as marcas e produtores dos retalhistas, anunciou hoje a empresa.

Em comunicado, o grupo de Guimarães adianta que a plataforma digital B2B (‘Business to Business’ ou “de empresa para empresa”) Shoeply “vem possibilitar o acesso de grandes marcas a inúmeros retalhistas do setor e vice-versa”.

Entre as principais vantagens a Kyaia destaca a “facilidade de acesso a todos os produtos disponíveis”, a “flexibilidade no processo de compra” e a “significativa diminuição de custos”, já que “o online vem facilitar todo o processo comercial”.

Aponta ainda o facto de a nova solução “agilizar todo o tempo de produção e comercialização do produto”.

“No futuro, o Shoeply permitirá a apresentação de um maior número de coleções por ano, por marca, num curto espaço de tempo”, refere, avançando como exemplo o facto de o lançamento de “um novo modelo ou de nova cor poder ficar disponível a qualquer momento para compra”, num “processo mais rápido e cada vez mais adaptado às necessidades de revendedores e consumidores, sem restrições de coleção ou temporada”.

Fundada em 1984 por Fortunato Frederico e Amílcar Monteiro, a Kyaia lidera um grupo empresarial com mais de 600 trabalhadores e um volume de negócios de 55 milhões de euros, possuindo cinco fábricas em Guimarães e em Paredes de Coura.

Além da produção de calçado, o modelo de negócio do grupo estende-se às áreas de distribuição, retalho, imobiliário e tecnologias de informação.

Continuar a ler

Guimarães

Hélder Martins é o aluno com melhor média a entrar na UMinho: 19,66 valores

Estudante de Guimarães entrou em Engenharia Física

em

Foto: GuimarãesDigital / Facebook de Agrupamento Escolas Francisco de Holanda

É com ”um nervosismo acrescido que Hélder Martins, com 17 anos, encara o facto de ter sido o aluno com melhor média a entrar na Universidade do Minho. Os 19,66 valores permitiram-lhe entrar em Engenharia Física e o vimaranense quer “cumprir as expectativas e manter o mesmo nível ao longo do curso.

Hélder entrou na primeira opção, num curso que junta duas das suas ‘paixões’: a Física e a Matemática.

“Queria algo que não fosse muito longe de casa, que me permitisse continuar a viver em casa e este curso, também, me permite isso”, refere em declarações a O MINHO.

Ainda sem uma ideia quanto ao que vai seguir no futuro, o jovem de Guimarães, ex-aluno da Escola Francisco de Holanda, espera que “o curso responda a essas questões para que posso seguir depois uma área que vai ao encontro das minhas expectativas”

O percurso académico de Hélder já deixava antever um resultado como este. Ganhou a medalha de prata nas mais recentes Olimpíadas de Matemática. “Foi um resultado surpreendente mas muito bom”, recorda sobre a experiência. “Foi algo diferente do normal a que estava habituado com um tipo de problemas mais ligados ao raciocínio que é isso que me interessa muito”.

 

Continuar a ler

Populares