Seguir o O MINHO

Braga

Grupo gestor do Mercado Abastecedor de Braga com mais 9,2% de lucro em 2020

Economia

em

Foto: DR

O grupo Simab, gestor dos mercados abastecedores de Lisboa, Braga, Évora e Faro, registou 5,4 milhões de euros de lucro no quarto trimestre de 2020, uma subida homóloga de 9,2%, foi anunciado.

“As contas agora divulgadas, e ainda por auditar, confirmam um resultado líquido consolidado positivo em 5,4 milhões de euros, superior ao quarto trimestre de 2019”, indicou, em comunicado, a empresa que pertence ao grupo Parpública.

Por sua vez, no período em causa, a dívida financeira líquida consolidada fixou-se em 39 milhões de euros, uma diminuição de 11,7%.

“O EBITDA consolidado ascendeu a 12 milhões de euros”, adiantou a empresa, acrescentando que os rendimentos operacionais situaram-se em 17 milhões de euros, registando um aumento de 0,5% face a 2019.

Para esta evolução contribuiu, sobretudo, o aumento dos rendimentos ‘core’ do grupo.

Já o peso dos gastos operacionais sobre o volume de negócios situou-se em 28,7 pontos percentuais, “praticamente em linha” com o ano anterior (28,6 pontos percentuais).

Entre outubro e dezembro do ano passado, o grupo reforçou os seus capitais próprios em seis pontos percentuais.

No documento, o SIMAB destacou ainda a redução da dívida perante o Banco Europeu de Investimento (BEI).

Fonte oficial do grupo adiantou à Lusa que, em causa, estão os mercados de Faro (MARF – Mercado abastecedor de Faro) e Braga (MARB – Mercado abastecedor de Braga), tendo as dívidas origem em 2001.

No caso do MARF o valor é de 166 mil euros (valor mutuado 15 milhões de euros), enquanto do MARB é de meio milhão de euros (valor mutuado cinco milhões de euros).

“Ambas as dívidas são saldadas na totalidade no final do primeiro semestre deste ano”, garantiu a Simab à Lusa.

Os quatro mercados geridos pelo grupo representam mais de 1.200 produtores, operadores, grossistas e elementos da logística.

Populares