Seguir o O MINHO

Braga

Grupo DST vai construir e comercializar 700 apartamentos no Minho

Habitação

em

Foto: DR

O grupo bracarense DST, através da DST Real Estate, planeia construir e comercializar cerca de 700 apartamentos nas cidades de Guimarães, Barcelos e Famalicão, de forma a responder à elevada procura por habitação nas zonas mais populosas do distrito de Braga.

Guimarães e Barcelos já viram arrancar as primeiras empreitadas do grupo nesse sentido, e Famalicão deverá ser palco de novas construções, desta vez para clientes de outro estrato social – o médio alto.

Miguel Moreira, CEO da DST Real Estate, revelou ao Dinheiro Vivo que está previsto o inicio da construção de 82 apartamentos em Guimarães, já a partir de setembro, em investimento de cerca de 15 milhões de euros. Esta oferta soma aos 71 apartamentos construídos recentemente naquela cidade, e que já foram todos vendidos. O novo projeto terá sete lotes e deverá ficar concluído em 2030.

Um dos maiores desafios do grupo está, porém, em Barcelos, onde já lançou a primeira pedra para a obra do Mereces, um megaprojeto que inclui habitação, comércio e escritórios, num conceito de cidade inteligente, com vias sustentáveis de mobilidade e locais para carregamento de veículos elétricos. Em curso está já a construção de um prédio com 38 apartamentos, quase todos vendidos, que deverá terminar no próximo ano. Todo o projeto deverá incluir mais três prédios, ficando concluídos até 2027.

Por sua vez, a cidade de Famalicão também é aposta da DST. Em curso está um processo de licenciamento para um prédio com 180 apartamentos, mas o CEO considerou prematuro revelar mais informações sobre esse tema.

EM FOCO

Populares