Seguir o O MINHO

Guimarães

Grupo de Guimarães interessado em metalomecânica insolvente em Gaia

Grupo Pinto Brasil quer investir na Tegopi

em

O Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras Energia e Atividades do Ambiente do Norte (SITE-Norte) pediu uma reunião urgente ao administrador de insolvência da Tegopi, Vila Nova de Gaia, para fazer um ponto de situação sobre a empresa.


“Temos muitas dúvidas sobre como estão a decorrer as coisas na Tegopi. Desde o início que tudo parece feito em cima do joelho e ferido de legalidade. O SITE-Norte está atento e vai reunir com o administrador de insolvência porque é verdade que só alguns trabalhadores estão a receber salário, não todos”, disse esta tarde à agência Lusa, Miguel Ângelo Pinto, dirigente do SITE-Norte.

Também Jerónimo Gonçalves, da Comissão de Trabalhadores da Tegopi, relatou à Lusa que “apenas cerca de 50 de um total a rondar os 80 recebeu o salário em atraso”, ou seja, o mês de setembro.

“É uma discriminação”, disse o porta-voz dos trabalhadores, descrevendo que foi afixado na terça-feira um anúncio a referir que iam ser pagos os vencimentos “aos trabalhadores diretos e a alguns indiretos que neste momento desempenham funções como diretos”.

Em causa uma empresa de fabrico de torres eólicas localizada em Vilar do Paraíso, em Vila Nova de Gaia, que empregava cerca de 200 trabalhadores, mas na qual no final de setembro foi afixada uma folha com o nome de 98 trabalhadores a dispensar. Ficariam 85.

Na última quinta-feira realizou-se no Tribunal do Comércio, em Gaia, uma assembleia de credores que juntou na assistência mais de uma centena de trabalhadores.

Na sessão foi votada e decidida a “liquidação da empresa com manutenção do estabelecimento”, uma forma jurídica que na prática significa que a empresa é liquidada, mas são salvaguardadas partes, isto porque foi tornado público o interesse de um novo investidor, o grupo Pinto Brasil, com sede em Guimarães, no distrito de Braga.

A liquidação da Tegopi não foi, assim, comunicada às Finanças para que esta pudesse laborar enquanto decorrerem as negociações com o novo investidor e foi ainda decidido que os bens da empresa ficariam apreendidos, mas não alienados, ou seja não podem ser vendidos nem penhorados.

A administração da empresa passaria, neste período, para as mãos do administrador de insolvência, António Dias Seabra.

Mas hoje, a Comissão de Trabalhadores acrescentou à Lusa que na quarta-feira foi afixado um novo anúncio com a indicação de que Jorge Serrano, o diretor geral da Tegopi até à assembleia de credores, se mantém em funções e acumula a liderança de vários setores.

“É no mínimo estranho”, referiu Jerónimo Gonçalves que também descreveu que “apenas meia dúzia dos trabalhadores que ficaram estão a trabalhar na montagem e assistência” e que o resto da fábrica está, disse, “fechado ou parado”.

“É para esclarecer estes dados que exigimos a reunião. Se o diretor se mantém, é ao contrário do que foi decidido em tribunal”, disse, por sua vez, o dirigente do SITE-Norte.

A agência Lusa procurou obter esclarecimentos junto da empresa, mas até ao momento não obteve resposta.

Quanto aos 98 trabalhadores despedidos, na quinta-feira o advogado do SITE-Norte, Rui Martins, indicou que o despedimento coletivo seria impugnado.

Hoje Miguel Ângelo Pinto acrescentou que “o sindicato está a ajudar esses trabalhadores a fazerem nova reclamação de créditos” e a “tratar dos papéis para o fundo de garantia salarial”.

Anúncio

Guimarães

Guimarães: José Neves doa dois terços da fortuna para causas sociais

Economia

em

Foto: DR

O empresário José Neves, de Guimarães, anunciou hoje que irá doar dois terços da fortuna ao movimento Giving Pledge, fundado por Bill Gates e Warren Buffett, de forma a ajudar as principais causas sociais em todo o mundo.

De acordo com o jornal Público, o CEO da Farfetch é o primeiro português a aderir a este movimento.

“Fui aceite pela Giving Pledge, que é a iniciativa de Bill e Melinda Gates e de Warren Buffett para filantropos que prometeram doar mais de 50% da sua fortuna. No meu caso, foi dois terços”, disse esta quarta-feira o empreendedor aos jornalistas, no Porto, antes de apresentar um dos projetos-piloto de uma fundação que criou.

Neves declara que a adesão ao movimento solidário global passa por um “gesto de gratidão” e “um sentimento de dever, de missão”.

“Quando sentimos um dever, sem uma carga moral associada, um dever fazer, porque é o que tem de ser feito, chega o momento de começar a partilhar”, disse, classificando o movimento como “uma rede fantástica”.

O movimento fundado pelo casal Gates reune duas vezes por ano para “ouvir especialistas e trocar ideias” no que toca à filantropia.

Em 2019, a edição portuguesa da revista Forbes classificou o vimaranense como o quarto homem mais rico do país.

O empresário, que também tem residência em Londres e tem a Farfetch como o seu principal ativo, tem uma fortuna estimada em 1010 milhões de euros.

Vimaranense José Neves é o quarto mais rico de Portugal

Segundo a revista, a maioria dos milionários nasceu rico ou herdou uma fortuna. O vimaranense está na categoria dos que construíram a partir do zero.

Na primeira posição estava Maria Fernanda Amorim, com uma fortuna de 4,1 mil milhões de euros. Alexandre Soares e Vítor da Silva Ribeiro completavam o pódio.

Continuar a ler

Guimarães

Guimarães com descontos em 50 atividades e locais no próximo fim de semana

Turismo

em

Foto: Divulgação / CM Guimarães

Sob o tema “Turismo e desenvolvimento rural”, Guimarães assinala o Dia Mundial do Turismo (27 de setembro) durante o próximo fim de semana (26 e 27), contando com um programa com mais de 50 ofertas e descontos.

Entre as diversas ofertas, a cidade conta com a colaboração de Museus, Equipamentos, Termas, Irmandades da Penha e S. Torcato, Laboratório da Paisagem, Empresas de Animação Turística e Alojamentos para realizar os descontos.

O programa contempla visitas ao ar livre como Centro Histórico, Couros, Penha, Citânia, entre outros, e ainda a visita à Basílica de S. Torcato e aos museus com descontos e oferta de vouchers.

É possível ainda ter experiências com descontos na Taipas Termal, Centro de Ciência Viva ou Teleférico. No âmbito da Gastronomia e Enoturismo está previsto a iniciativa “Um dia com…o chef Michelin”, descontos em restaurantes, provas de doces, provas de vinhos e visitas às quintas vinícolas.

Em comunicado, a autarquia diz tratar-se de “um vasto programa que contempla gratuitidades e descontos especiais em atividades, gastronomia e vinhos, experiências e alojamentos.

O programa das iniciativas estará disponível online e na Loja de Turismo.

Continuar a ler

Guimarães

Grávida agredida por homem com mandado de detenção em Guimarães

Violência doméstica

em

Foto: Ilustrativa / DR

Uma mulher de 35 anos, grávida de 14 semanas, terá sido agredida pelo companheiro, na madrugada desta terça-feira, na residência do casal, em Guimarães.

De acordo com o Guimarães Digital, que avança a notícia, a mulher terá conseguido alertar as autoridades policiais que se dirigiram à sua casa e identificaram o agressor.

O suspeito tinha um mandado de detenção para cumprimento de pena, pelo que foi encaminhado para o estabelecimento prisional.

Ainda de acordo com o Guimarães Digital, a mulher sofreu ferimentos na cabeça e foi assistida pelos Bombeiros Voluntários de Guimarães, tendo posteriormente sido conduzida a urgência do hospital da cidade.

Continuar a ler

Populares