Seguir o O MINHO

Braga

Grupo Barraqueiro quer comboios Braga-Faro

Transportes

em

Foto: O MINHO / Arquivo

O grupo Barraqueiro, detido em 68,5% pelo empresário Humberto Pedrosa, vai entregar na segunda-feira um pedido de licença de operador ferroviário ao Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) com o objetivo de passar a explorar comercialmente a ligação entre Braga e Faro, avança o jornal Expresso.

O grupo quer oferecer comboios entre estas duas cidades, com paragens em Lisboa e Porto, dentro de três a quatro anos.

“A lógica é alargar a rede de transportes do grupo. Em face do processo de liberalização europeu, entendemos que é uma oportunidade de entrar de forma mais profunda no sistema ferroviário”, afirma Alberto Ribeiro, gestor do grupo Barraqueiro àquele jornal.

Numa primeira fase, para fazer a ligação Braga-Faro, o grupo estima precisar entre 250 milhões e 300 milhões de euros, com a compra de comboios a representar a fatura mais pesada.

Ainda de acordo com o Expresso, a Barraqueiro está em negociações com fundos de investimento nacionais e internacionais para que estes se associem ao projeto, mas mantendo sempre a maioria do capital.

Notícia atualizada às 14h42 com correção da entidade a quem foi pedida a licença.

Populares