Seguir o O MINHO

Guimarães

Greve na Resinorte ‘enche ecopontos’ em Guimarães. Autarquia impedida de recolher

Recolha de lixo

em

A greve dos trabalhadores da Resinorte está a provocar transtorno na recolha seletiva de resíduos em ecopontos do concelho de Guimarães, anunciou hoje a autarquia.

De acordo com a entidade, a Resinorte “é a entidade responsável pela recolha seletiva, tratamento e valorização dos resíduos sólidos urbanos no concelho de Guimarães”, e a autarquia não pode substituir as funções da empresa, face ao contrato assinado.

“Devido à situação de greve dos seus [Resinorte] trabalhadores na última semana o processo de recolha em alguns ecopontos do concelho ainda não foi devidamente reestabelecido, agravando-se por esta empresa ter decido não efetuar a recolha durante o período de celebração do Ano Novo até domingo”, refere nota de imprensa divulgada pela autarquia.

Segundo o município, a empresa municipal Vitrus está a fazer trabalho de limpeza junto dos ecopontos, mas está impedida de se substituir à Resinorte.

“Tendo em conta esta situação e considerando o acréscimo de resíduos de embalagens durante esta época, a Câmara de Guimarães apela aos seus munícipes que procedam separação de embalagens, mas só coloquem no ecoponto mais próximo caso se encontrem disponíveis”, refere a autarquia.

Solicita ainda a “colaboração e compreensão de todos para que não depositem resíduos na via pública, contribuindo assim para assegurar a salubridade pública”.

Populares