Seguir o O MINHO

Famalicão

Grande noite das Antoninas de Famalicão abrilhantada por 900 marchantes

Nos Paços do Concelho estão instaladas bancadas para cerca de duas mil pessoas assistirem ao desfile

em

Fotos: CM Famalicão

Vila Nova de Famalicão vive hoje uma das maiores noites do ano, com as tão aguardadas Marchas Antoninas, numa saudável competição entre oito associações e freguesias do concelho.

O cortejo sai para a rua à noite, depois de meses e meses de empenho e dedicação, trabalhados à volta do tema “Júlio Brandão e Vila Nova” e onde cerca de 900 marchantes dão corpo a esse trabalho.

O desfile arranca às 21:00, na Avenida de França, em direção aos Paços do Concelho, atravessando as ruas que percorrem o centro da cidade.

Nos Paços do Concelho um palco rodeado com bancadas para cerca de duas mil pessoas servirá de base para a apresentação de cada uma das marchas, que têm entre 04 a 08 minutos para mostrar ao público e ao júri a originalidade e criatividade da coreografia, arcos, música, letra, guarda-roupa e popularidade.

O júri das marchas é constituído por cinco elementos convidados pelo município: um coreógrafo, um encenador, um escritor, um maestro e um figurinista.

Para além dos lugares do pódio, serão ainda atribuídos os prémios de “Melhor Música”, “Melhor Letra”, “Melhor Coreografia”, “Melhor Guarda-Roupa”, “Melhores Arcos” e “Marcha Mais Popular”.

O anúncio da classificação e dos vencedores será conhecido ao longo da própria noite através do envio da ata do júri às marchas participantes. Na mesma altura, o município utilizará as suas plataformas comunicativas para anunciar a classificação.

Para a noite de quinta-feira, 13 de junho, feriado municipal, está marcada a entrega dos prémios às marchas, na habitual sessão de encerramento das Festas Antoninas que decorrerá no Parque da Devesa, a partir das 21:30.

Refira-se ainda que as Marchas Antoninas serão novamente transmitidas em direto para todo o mundo através do site e facebook do Município, em www.famalicao.pt e www.facebook.com/municipiodevnfamalicao.

Anúncio

Famalicão

Entram por janela do 1.º andar e assaltam duas moradias de luxo em Famalicão

Roubaram jóias e várias peças em ouro

em

Foto: Imagem ilustrativa

Duas moradias de luxo foram assaltadas, na passada quinta-feira, em Famalicão, com os suspeitos a levarem objetos de elevado valor, avança este sábado o jornal Correio do Minho.

Tudo terá acontecido ao final da tarde, nas freguesias de Louro e Outiz, na zona Oeste do concelho, levando ao alerta das autoridades.

A mesma fonte indica que os larápios terão, em ambos os casos, escalado até ao primeiro andar dos edíficios, estroncando uma janela para aceder ao interior.

Uma vez lá dentro, tomaram posse de relógios, jóias, vários artigos em ouro, bolsas de mulher e algum dinheiro.

A investigação criminal da GNR encontra-se a investigar os assaltos.

Continuar a ler

Famalicão

Lusodescendente de Famalicão vende vinho português a sessenta restaurantes de Paris

Karine da Costa fez “trabalho de formiguinha”

em

Foto: DR

Seis dezenas de restaurantes de Paris servem vinhos portugueses graças a Karine da Costa [Linkedin], depois de um “trabalho de formiguinha” que desenvolve desde 2018 para divulgar os néctares de produtores de várias regiões demarcadas.

Karine da Costa. Foto: Facebook de Karine da Costa

“Nunca encontrava vinhos portugueses nos restaurantes da moda de Paris. Agora já começa a haver, mas há dois, três anos, não havia mesmo”, contou Karine da Costa à agência Lusa, durante o IV Encontro de Investidores da Diáspora, que está a decorrer até sábado, em Viseu.

Filha de pai natural de Vila Nova de Famalicão e de mãe de Mêda, Karine da Costa, de 26 anos, sempre viveu em Paris, mas “conhecia a qualidade dos vinhos portugueses” e lamentava não os conseguir encontrar nos restaurantes da capital francesa.

“Eu queria ter mais ligação a Portugal. Fui fazer uma formação em viticultura a Albufeira para ter bases sobre o setor e outra em enologia em Paris”, contou.

Karine da Costa começou nesta área em maio de 2018, com os vinhos verdes, mas atualmente trabalha também com produtores das regiões do Dão, do Douro e do Tejo. No próximo ano, juntar-se-ão os vinhos do Algarve, do Alentejo e de Lisboa.

“Primeiro começo pela seleção das vinhas, só trabalho com pequenos produtores independentes, que dão importância ao meio ambiente, e com castas autóctones”, explicou.

Como não fazia parte da área da restauração e dos vinhos, tem de ir “tocar às portas” dos restaurantes.

“Chego lá, apresento-me, combino um encontro para poderem provar os produtos. Vejo o tipo de restaurante, o tipo de comida, e faço uma seleção dos meus produtos que combinam mais”, explicou, acrescentando que, este ano, terão sido enviadas cerca de 2.500 garrafas para Paris.

Continuar a ler

Famalicão

Trânsito condicionado na A7 após colisão com três feridos

Sentido Famalicão-Guimarães

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães/O MINHO/Arquivo

O trânsito na Autoestrada n.º 7 (A7), no sentido Famalicão-Guimarães, encontra-se bastante condicionado na sequência de uma colisão ocorrida ao final da tarde desta sexta-feira, disse a O MINHO fonte dos bombeiros.

Com alerta às 18:24, o sinistro ocorreu no troço da autoestrada que atravessa a freguesia de Oliveira Santa Maria, no concelho de Famalicão. Ao local acorreram os Bombeiros de Famalicão com três ambulâncias.

“São todos feridos ligeiros e não foi necessário desencarceramento”, disse a mesma fonte.

A divisão de trânsito da GNR está no local a orientar o trânsito.

As vítimas foram transportadas para o Hospital de Guimarães.

Continuar a ler

Populares