Seguir o O MINHO

Alto Minho

Governo quer adjudicar início da eletrificação da Linha do Minho em dois meses

em

O ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, disse hoje querer adjudicar nos próximos dois meses a empreitada de eletrificação da linha do Minho, no troço entre Nine e Viana do Castelo.

“Espero adjudicar este mês, ou no próximo mês, um importantíssimo troço de eletrificação entre Nine e Viana e esse impulso para já não parará”, afirmou Pedro Marques no final de uma reunião da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N).

O governante assegurou que “a eletrificação, a renovação da linha do Minho já está a ser uma realidade e vai ser de forma acelerada ao longo destes próximos 12 meses, dois anos”.

O ministro recordou que a modernização e eletrificação da ferrovia foi a “primeira prioridade” da tutela e que esse processo “já está a acontecer na linha do Norte”, tal como “já está o concurso praticamente em condições de adjudicação do troço entre Nine e Viana”.

Depois, o troço de Viana até à fronteira, é aquele que vamos lançar a seguir”, referiu, acrescentando que “a eletrificação da linha do Minho, que é uma reivindicação de décadas desta região e da Galiza, já está a acontecer no terreno”, tendo já sido lançada “uma das empreitadas de supressão das passagens de nível”.

Em março passado a Infraestruturas de Portugal (IP) prorrogou para maio o prazo para entrega de propostas ao concurso público para a eletrificação do troço ferroviário Nine-Viana do Castelo, na Linha do Minho.

Aquela decisão foi justificada com a “alteração de peças do procedimento, que a IP considera essenciais para a sua boa compreensão”.

O prazo inicialmente fixado para a entrega de propostas à empreitada de eletrificação Linha do Minho entre Nine e Viana do Castelo, inclusive, incluindo estações técnicas, terminava a 29 de abril.

O lançamento do concurso público para a eletrificação do troço ferroviário Nine-Viana do Castelo, na Linha do Minho, foi aprovado pela IP no passado dia 29 de fevereiro e publicado em DR no dia 01 de março, numa empreitada que tem um valor base de concurso de 21,5 milhões de euros.

A Linha do Minho integra o corredor Eixo Atlântico e a concretização do projeto de modernização é relevante para a ligação da rede ferroviária nacional a Espanha, nomeadamente na ligação a Vigo, que poderá permitir o aumento da capacidade exportadora de mercadorias do país.

Hoje no prolongamento da Linha do Minho, já em território espanhol, ocorreu um acidente que provocou quatro mortos e 49 feridos.

O comboio “Celta”, que hoje de manhã descarrilou em Porriño, Pontevedra, iniciou a sua exploração comercial em julho de 2013, assegurando uma ligação rápida entre Vigo e Porto, com paragens em Valença, Viana do Castelo e Nine.

 

logo Facebook Fique a par das Últimas Notícias. Siga O MINHO no Facebook. Clique aqui

Populares