Seguir o O MINHO

Ave

GNR resgata idosa desaparecida em Famalicão. Estava caída junto a casa desabitada

Foi levada ao hospital

em

Foto: Ilustrativa / DR

A GNR resgatou uma idosa de 92 anos que tinha desaparecido, em Joane, Famalicão, na passada segunda-feira.

Em comunicado, o Comando Territorial de Braga refere que os familiares deram o alerta, às 13:30, a comunicar o desaparecimento da idosa desde as 10:00.

“Os militares de imediato encetaram diligências policiais para a localizar, percorrendo toda a área envolvente. A idosa acabou por ser localizada por volta das 14h20, junto a uma casa desabitada, prostrada no chão e deitada no meio da vegetação”, refere o comunicado.

Foi acionada assistência médica para o local e a idosa foi conduzida ao hospital.

A GNR salienta que o desaparecimento de idosos é um fenómeno para o qual “tem estado particularmente atenta, não só pelo esforço desenvolvido no sentido de permitir a localização dos desaparecidos, mas sobretudo pela prevenção deste tipo de ocorrências, alertando para a problemática”.

E alerta que os familiares devem estar cientes se os idosos ainda estão nas suas plenas capacidades físicas e psíquicas, para poderem sair de casa sozinhos, sem correrem o risco de se perderem; os familiares devem procurar conhecer as rotinas dos idosos e ter informação sobre o local para onde estes pretendem ir quando saem de casa, para que, no caso da chegada tardar mais do que o previsto, possam por aí iniciar a sua procura; sempre que possível, os idosos devem fazer-se acompanhar de um telemóvel ligado, para que, em caso de necessidade, possam contactar ou serem contactados pelos seus familiares e, em caso de desaparecimento, serem mais facilmente localizados através de localização celular; os idosos devem ter sempre na sua posse os contactos dos seus familiares, para que, em caso de desorientação, outras pessoas possam entrar em contacto com os mesmos.

Populares