Seguir o O MINHO

Aqui Perto

GNR resgata 56 aves e identifica dois homens por captura ilegal em Vila do Conde

GNR

em

Foto: Ilustrativa / ICNF

Dois homens, de 59 e 69 anos, foram identificados por captura e detenção ilegal de aves e 56 animais foram resgatados em duas ações da GNR em Vila do Conde, distrito do Porto, informou hoje o Comando Territorial.

Nestas operações, realizadas na terça e quarta-feira, o Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Matosinhos, do Comando Territorial do Porto da GNR, apreendeu aos suspeitos um total 56 aves, além de material usado para captura dos animais.

Na primeira ação, ocorrida na terça-feira, os militares detetaram num terreno do concelho vila-condense uma rede com esticadores que tinha como objetivo a captura das aves, tendo, após diligências, identificado o responsável, de 69 anos, suspeito da detenção dos animais, de espécies protegidas, para posterior comercialização.

Nesta intervenção foram resgatados três pintassilgos, 22 lugres, 6 dom-fafe e 1 bico de lacre, além de duas gaiolas, uma redes de dez metros e respetivos esticadores, tubos e grampos.

Numa segunda operação, realizada na quarta-feira, a GNR recebeu uma denúncia anónima a informar que um homem, de 59 anos, estaria na posse de aves de espécies protegidas com o intuito de as comercializar, sendo desenvolvidas diligências que levaram ao resgate dos animais e à identificação do suspeito.

Nessa ação os militares apreenderam 9 pintassilgos, 4 lugres, 3 dom-fafe, 2 verdilhões, 2 pardais e 4 travessos, além das respetivas gaiolas.

Todas as aves que foram resgatadas pela GNR foram entregues no Parque Biológico de Vila Nova de Gaia, para monitorização do seu estado de saúde e posterior libertação no seu habitat natural, tendo os factos sido remetidos ao Tribunal Judicial de Vila do Conde.

Populares