Seguir o O MINHO

Braga

GNR de Braga condenado por desviar 105 euros de carteira encontrada na rua

Justiça

em

Foto: DR / Arquivo

O Tribunal de Braga condenou a um ano e seis meses de prisão, com pena suspensa durante dois anos, um militar da GNR de Braga que, em 2018, se apoderou de 105 euros de uma carteira encontrada na via pública, avança o Jornal de Notícias (JN).


O militar da GNR de Braga ficou ainda obrigado a, no prazo de seis meses, doar mil euros à Liga Portuguesa Contra o Cancro.

Na sentença, de acordo com o JN, o juiz lembrou que o arguido pertence a uma instituição militar, o que agrava o crime.

A advogada Mariana Agostinho disse àquele jornal diário que vai ponderar eventual recurso. Se não o fizer, o militar, que se encontra suspenso da GNR, será de imediato alvo de um processo disciplinar.

O arguido negou em julgamento a intenção de ficar com o dinheiro, dizendo que o colocou num envelope numa gaveta para o entregar.

Foi denunciado pela mulher que encontrou a carteira e a entregou, em outubro de 2018, no posto da GNR de Braga, com documentos e 105 euros.

Segundo a acusação, citada pelo JN, o militar elaborou um “auto de achado”, mas só ele próprio assinou e sem mencionar o que se encontrava na carteira.

Posteriormente, ainda de acordo com aquele jornal, a cidadã, que ficou com o nome da dona da carteira, voltou à GNR a perguntar pelo destino do dinheiro e concluiu que o mesmo desaparecera e não constava dos registos.

Desencadeou-se, então, um processo interno, com a consequente participação criminal.

Após este episódio, o militar devolveu o dinheiro à proprietária.

Anúncio

Braga

Detido por agressões após desentendimento em casa de alterne em Vieira do Minho

Agressões

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

A PJ deteve um homem de 22 anos suspeito de agredir outros dois homens com uma navalha e uma barra de ferro, em Vieira do Minho, após desentendimentos que começaram numa casa de diversão noturna, divulgou hoje aquela força.

Em comunicado hoje divulgado, a Polícia Judiciária refere que as agressões aconteceram na madrugada de quarta-feira, na via pública e por “motivos fúteis”.

Uma das vítimas sofreu vários golpes corto-perfurantes nas zonas da cabeça, pescoço e tórax, que lhe provocaram “graves lesões”.

A outra vítima foi agredida na cabeça com a barra de ferro, ficando inconsciente.

“Dado haver perigo para a vida, foram evacuadas para o Hospital de Braga”, acrescenta o comunicado.

O autor pôs-se em fuga do local, mas acabou por ser detido na quinta-feira, pela Polícia Judiciária, que também apreendeu os objetos utilizados nas agressões.

O arguido vai ser presente às autoridades judiciárias competentes para primeiro interrogatório e aplicação de medidas de coação.

Está indiciado por dois crimes de homicídio qualificado, na forma tentada.

Continuar a ler

Braga

Filha procura pai desaparecido em Braga

Desaparecimento

em

Foto: DR

Um homem de 54 anos está dado como desaparecido depois de ter saído para procurar trabalho, na quinta-feira, em Lamas, concelho de Braga.

Ao que apurou O MINHO, o homem, Carlos Bastos, toma medicamentos por causa da depressão, não padecendo de outras doenças.

Desconhece-se a indumentária que o homem vestia quando saiu de casa, na manhã de quinta-feira, quando resolveu dar uma volta para ver se encontrava trabalho.

Acabou por não regressar a casa.

A O MINHO, a filha de Carlos deixa o apelo para que se alguém o vir entre imediatamente em contacto com ela, através do 914340800, ou com a GNR, através do 253 203 030.

Continuar a ler

Braga

Jovens de 18 anos detidos por conduzir viatura furtada em Braga

Crime

em

Foto: PSP

Dois jovens de 18 anos foram detidos pela PSP por estarem a ‘circular’ numa viatura que havia sido dada como furtada, esta madrugada, na cidade de Braga.

Em comunicado, a policía dá conta da detenção na sequência de uma denúncia que apontava a viatura furtada como estando a circular na cidade, cerca das 00:30 horas, na Rua Moura Coutinho.

“De imediato, os elementos policiais deslocaram-se para o local, tendo intercetado a referida viatura alguns metros à frente. Face ao exposto, esta Polícia procedeu à detenção dos suspeitos, dois cidadãos, ambos com 18 anos de idade. De referir, que um dos suspeitos não é possuidor de qualquer documento de habilitação legal para o exercício da condução”, escreve a polícia.

Os detidos foram informados que irão ser notificados, posteriormente para comparecerem no Tribunal Judicial da Comarca de Braga.

Continuar a ler

Populares