Seguir o O MINHO

Guimarães

GNR apreende mais de 1.400 doses de droga em Guimarães

Sete detidos

em

Foto: Divulgação / GNR

A GNR deteve esta terça-feira, em Guimarães, sete homens suspeitos de tráfico de estupefacientes e apreendeu mais de 1.400 doses de haxixe, canábis e cocaína, anunciou aquela força.

Em comunicado, a GNR acrescenta que a investigação decorria há cerca de seis meses, tendo os militares apurado que os suspeitos “compravam grandes lotes de droga, acondicionavam-na em pequenas doses e vendiam-na posteriormente aos consumidores”.

Hoje, na sequência das diligências, a GNR deu cumprimento a sete mandados de detenção e a 11 mandados de busca domiciliária, que culminaram com a detenção dos suspeitos.

Na operação, foram apreendidas 600 doses de haxixe, 331 doses de canábis e 487 doses de cocaína, além de um veículo, três pistolas, 34 munições, 17 telemóveis e 72 mil euros.

Os suspeitos, com idades entre os 22 e os 36 anos, permanecerão detidos nas instalações da GNR até serem presentes ao Tribunal de Instrução Criminal de Guimarães, para primeiro interrogatório e aplicação de medidas de coação.

Anúncio

Guimarães

Encontrado telemóvel de homem desaparecido há 10 dias em Guimarães

Desaparecimento de Fernando ‘Conde’ envolto em mistério

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO (Arquivo)

As autoridades policiais recolheram, este sábado, o telemóvel de Fernando Conde, sexagenário desaparecido em Guimarães desde o passado dia 08 de janeiro. O aparelho foi encontrado num afluente do rio Ave, junto à Estrada Nacional 103, na freguesia de Barco, concelho de Guimarães.

Esta nova descoberta, feita pela Associação Portuguesa de Busca e Salvamento, pode trazer uma explicação para este desaparecimento, envolto em mistério desde o início, uma vez que o homem não sofria de quaisquer doenças nem estava deprimido.

Este domingo, a família irá realizar buscas com outros populares, junto ao rio Ave, para tentar encontrar o corpo de Fernando.

Familiares desconfiam que este estará no rio, embora as primeiras buscas realizadas por mergulhadores profissionais, na última semana, não tenham sido frutíferas.

Este sábado, os mergulhadores encontraram o telemóvel durante buscas onde existia o último registo de rede móvel do aparelho do desaparecido.

A Polícia Judiciária está com o caso, uma vez que não está descartada a hipótese de crime.

Continuar a ler

Guimarães

Ensaios abertos de Fado regressam a Guimarães

Associação Guimarães Fado

em

Foto: Divulgação

A Associação Guimarães Fado retomará este sábado os seus ensaios abertos para o Fado de Lisboa, foi hoje anunciado.

De entrada livre e gratuita, esta atividade recebe todos os interessados em cantar, tocar guitarra portuguesa e viola ou simplesmente assistir a uma ação que “claramente estimula a parceria e o dialogo entre as diversas gerações do Fado, tal como a solidariedade entre os diferentes estratos sociais sob o domínio da arte e cultura”. Os ensaios decorrem entre as 15:30 e as 18:30, no salão de chã Avô João, Avenida da República, em Caldas das Taipas.

(recorde abaixo a reportagem de Pedro Antunes Pereira e Paulo Jorge Magalhães)

Silêncio! Em Guimarães também se canta o fado

 

“Deste grupo informal e amador de participantes que se criou, surgiu um elenco musical que através do seu espetáculo (Os Amantes do Fado) divulga a sua arte e paixão ao Fado, em toda a região do Minho por entre restaurantes e auditórios”, pode ler-se em nota enviada.

Continuar a ler

Guimarães

Família apela à população para ajudar nas buscas por homem em Guimarães

A PJ está a investigar um possível crime.

em

Foto: DR

A família de Fernando Conde, desaparecido desde 08 de janeiro em Guimarães, vai levar a cabo, este domingo, um processo de buscas pelo corpo do homem, que presumivelmente estará no rio Ave.

As buscas decorrem entre as 08:45 e as 17:30, desde o parque industrial de Vila Nova de Sande até à ponte de Campelos, no concelho de Guimarães.

O residente em Creixomil, com cerca de 60 anos, desapareceu há dez dias, motivando um pedido de ajuda por parte da família.

Novos indícios mostraram que o corpo do homem poderia estar no rio Ave, naquela zona, mas não há certezas.

Polícia Judiciária (PJ), GNR e bombeiros chegaram a levar a cabo uma operação de resgate, mas não encontraram o corpo.

O desaparecimento estranho de Fernando Conde continua por resolver, com várias hipóteses em aberto.

A PJ está a investigar um possível crime.

Continuar a ler

Populares