Seguir o O MINHO

Futebol

Gil Vicente quer dar “resposta forte” contra o Santa Clara

I Liga

em

O Gil Vicente deve dar uma “resposta forte e inequívoca” à derrota mais recente, no jogo frente ao Santa Clara, no sábado, para a 20.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, afirmou hoje o treinador Ricardo Soares.

O técnico gilista reconheceu que os seus pupilos têm de mostrar uma “imagem muito diferente” da exibida no domingo, no terreno do Portimonense (derrota por 4-1), um jogo no qual a equipa pagou “caro” as “desconcentrações” evidenciadas, principalmente na defesa.

“As desconcentrações na I Liga pagam-se muito caro. Não queremos que aconteçam os mesmos erros. Queremos dar uma resposta forte e inequívoca quanto ao valor desta equipa. Não somos a equipa que foi a Portimão. Temos de provar com atos, jogadores e treinadores, dentro de campo. O momento não é para falar, mas para fazer”, disse, na antevisão ao desafio marcado para sábado, às 17:30.

Para Ricardo Soares, a formação de Barcelos, 16.ª classificada da tabela, com 16 pontos, tem de apresentar uma postura “enérgica” num embate que espera “difícil”, frente a um adversário que ocupa a oitava posição, com 25, e vem “numa linha atrás das que lutam pela Liga Europa”, mas com “algumas perspetivas de chegar a esses lugares”.

“Tem um conforto grande no objetivo da manutenção. É uma boa equipa, que transpira confiança e que vem de uma derrota com o Braga (1-0), mas fazendo um excelente jogo. Temos de demonstrar com clareza o que pretendemos para a época”, frisou.

De regresso ao Estádio Cidade de Barcelos, palco no qual somou até agora oito pontos em 27 possíveis, o Gil Vicente quer entrar em campo para “alterar” o registo caseiro, com “grande compromisso e grande ambição”, mesmo lutando “todos os dias para ser forte em casa e forte fora”, acrescentou o treinador.

Ricardo Soares avisou também que o clube barcelense, desde os jogadores aos adeptos, passando pela equipa técnica e pela estrutura do futebol, precisa de estar “unido” até ao final da época na luta pela permanência pelo escalão maior, já que, no seu entender, as oito equipas na ‘cauda’ da tabela vão lutar pelo objetivo até ao fim da prova.

“Sem querer falar muito no passado, os nossos adeptos estão tristes, mas os jogadores, os treinadores e a estrutura também estão. Este ano vai ser difícil para todos nós. Só juntos poderemos dar a volta à situação. Não acredito que nenhuma das últimas oito equipas tenha a manutenção garantida a quatro jornadas do fim”, projetou.

O Gil Vicente, 16.º e antepenúltimo classificado da I Liga, com 16 pontos, recebe o Santa Clara, oitavo, com 25, em jogo da 20.ª jornada, no sábado, às 17:30, no Estádio Cidade de Barcelos.

Populares