Gil Vicente perde em Arouca

Foto: Gil Vicente / Facebook

O Gil Vicent perdeu hoje em casa do Arouca, por 3-0, com um ‘hat-trick’ de Rafa Mújica, em jogo da 14.ª jornada. Os arouquenses abandonaram os lugares de descida da I Liga de futebol, ultrapassando os gilistas na classificação. 

Já depois de Pedro Tiba falhar um penálti para os visitantes, aos 41 minutos, o avançado espanhol marcou os três golos (45+1, 61 e 78) que garantiram a terceira vitória no campeonato, e a segunda em casa, para os arouquenses.

Os ‘galos’ foram os primeiros a ficarem próximos de marcar, quando se jogava o oitavo minuto, por intermédio de Félix Correia, que, pelo corredor esquerdo, tirou Tiago Esgaio do caminho com uma excelente finta para efetuar um remate cruzado, parado por uma defesa atenta de Arruabarrena.

A partida entrava num curso de ataque e resposta, com o Arouca a estar perto do golo inaugural, cinco minutos depois, num lance em que Vitinho, titular pela primeira vez na atual temporada, fez um passe notável de trivela a explorar a velocidade de Rafa Mújica, obrigando Andrew a uma intervenção apertada.

As oportunidades sucediam-se para os dois lados: se primeiro Murilo rematava forte à entrada da área, aos 15 minutos, de seguida, aos 21, aparecia o espanhol novamente a aproveitar as costas da defesa para criar perigo, numa fase que não dava descanso a nenhum dos guarda-redes.

Com 40 minutos jogados, o árbitro concedeu grande penalidade a favor dos gilistas, após infração de Mújica, que agarrou Gabriel Pereira no interior da área arouquense, mas Pedro Tiba, chamado à marca dos 11 metros, atirou muito por cima, mantendo a igualdade no marcador.

À entrada do primeiro minuto do período de compensação, viriam os caseiros a marcar, na redenção de Mújica, que cometeu penálti minutos antes, com o espanhol a responder ao segundo poste, de cabeça, a um cruzamento com ‘conta, peso e medida’ de Cristo González.

O golo galvanizou os ‘lobos’, a superiorizarem-se de forma autoritária na fase inicial do segundo tempo, com Cristo a criar a ilusão de golo logo aos 47, num remate que passou a escassos centímetros da baliza dos visitantes.

Face às incidências do encontro, foi com naturalidade que os arouquenses chegaram ao 2-0, pelo ‘suspeito do costume’, Mújica, protagonista da quase totalidade dos lances de perigo da sua equipa, aos 61.

Perante uma confusão gerada por um pontapé de canto que a defensiva do Gil Vicente teve dificuldades em aliviar, o avançado espanhol aproveitou uma bola que sobrou para ‘bisar’, pleno de oportunismo.

O segundo tento do conjunto da Serra da Freita levou à diminuição do ritmo da partida e aceitação do destino dos pontos em disputa. Cristo ainda rematou à trave da baliza (68 minutos) e os gilistas responderam por Kanya Fujimoto (75), que atirou ao lado em posição bastante favorável.

Para fechar em definitivo as contas no 3-0 final, Mújica chegaria mesmo ao ‘hat-trick’, uma vez mais explorando o adiantamento da linha defensiva contrária e dando proveito ao excelente passe a ‘rasgar’ de Esgaio.

Com este resultado, o Arouca sobe provisoriamente ao 13.º posto da I Liga, com 13 pontos, enquanto o Gil Vicente é 15.º, com 12.

Resumo

Ficha de Jogo

Jogo realizado no Estádio Municipal de Arouca, em Arouca.

Arouca – Gil Vicente, 3-0.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores

1-0, Rafa Mújica, 45+1 minutos.

2-0, Rafa Mújica, 61.

3-0, Rafa Mújica, 78.

Equipas

– Arouca: Ignacio de Arruabarrena, Tiago Esgaio, Nino Galovic, Javi Montero, Weverson Costa, Eboué Kouassi, Vitinho (Alfonso Trezza, 46), David Simão (André Bukia, 88), Jason Remeseiro (Miguel Puche, 84), Rafa Mújica (Benji Michel, 84) e Cristo González (Pedro Santos, 70).

(Suplentes: João Valido, Matías Rocha, Pedro Santos, Yaw Moses, André Bukia, Yusuf Lawal, Alfonso Trezza, Benji Michel e Miguel Puche).

Treinador: Daniel Sousa.

– Gil Vicente: Andrew Silva, Rúben Fernandes, Né Lopes (Marlon Douglas, 70), Gabriel Pereira, Leonardo Buta (Roko Baturina, 84), Maxime Dominguez (Kiko Pereira, 84), Pedro Tiba (Kanya Fujimoto, 70), Martim Neto, Murilo Souza (Tidjany Touré, 70), Ali Alipour e Félix Correia.

(Suplentes: Vinícius Dias, Felipe Silva, Kiko Pereira, Mory Gbane, Kanya Fujimoto, Jesús Castillo, Roko Baturina, Marlon Douglas e Tidjany Touré).

Treinador: Vítor Campelos.

Árbitro: Manuel Oliveira (AF Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Rafa Mújica (38) e Tiago Esgaio (85).

Assistência: 1.386 espetadores.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Cão invade jogo do Gil Vicente (duas vezes)

Próximo Artigo

Guimarães: Vitrus paga prémio de 400 euros a todos os trabalhadores

Artigos Relacionados
x