Seguir o O MINHO

I Liga

“Gil Vicente é o projeto mais difícil da minha carreira”

Vítor Oliveira diz que vai começar do zero

em

Foto: Divulgação / Gil Vicente FC

O treinador de futebol Vítor Oliveira disse hoje, em Matosinhos, que o Gil Vicente talvez seja “o projeto mais difícil” da sua carreira, pois vai começar “do zero e precisar, sensivelmente, de 20 jogadores”.

Vítor Oliveira falava à comunicação social no final da cerimónia pública em que foi agraciado pela autarquia local com a Medalha de Mérito Desportivo, uma distinção que o executivo municipal aprovou há uma semana, por unanimidade.

A presidente da Câmara matosinhense, Luísa Salgueiro, afirmou que o técnico sempre se manteve ligado ao concelho que o viu nascer há 65 anos, apesar de um percurso profissional de praticamente 35 anos como que o levou a trabalhar em diferentes pontos do país.

“É muito especial ser homenageado pela Câmara da minha terra e um motivo de orgulho. É um dia inesquecível”, disse Vítor Oliveira quando atendeu os jornalistas, ainda com a medalha presa à lapela direita do casaco que trazia vestido.

Questionado sobre se a homenagem vale mais do que uma subida de divisão, uma especialidade em que se notabilizou e que esta época conseguiu pela 11.ª primeira vez, agora ao serviço do Paços de Ferreira, o treinador retorquiu que “são coisas completamente diferentes”.

O treinador analisou depois o seu próximo projeto, o Gil Vicente, equipa que subiu diretamente do Campeonato de Portugal à I Liga, considerando-o “talvez o mais difícil” que lhe passou pelas mãos.

“O projeto do Gil Vicente vai começar do zero. Penso que é até inédito no futebol português, mas estamos a trabalhar, muito já, por forma a fazermos uma equipa que possa conseguir os nossos objetivos, que é, fundamentalmente, mantermo-nos na I Liga”, sublinhou.

O Gil Vicente, assinalou, “precisa sensivelmente de 20 jogadores”, algo que o técnico considera “praticamente inédito” em Portugal, mas que a credibilidade e o currículo do técnico poderão facilitar.

“Acredito que o meu nome poderá ajudar a que alguns jogadores possam aceitar esse desafio pesadíssimo que será manter o Gil Vicente na I Liga”, referiu Vítor Oliveira.

A tarefa não será fácil, porque “o mercado está caro neste momento, mas, daqui a três ou quatro semanas, irá estar substancialmente alterado”, pois, em sua opinião, “alguns jogadores começam a perder as primeiras possibilidades de ir para fora e de fazer grandes contratos e a cair na realidade”.

Nessa altura, o técnico acredita que “irão aparecer jogadores” para o desafiante projeto do clube de Barcelos, onde trabalhou nas épocas 2001/02 e 2002/03.

Vítor Oliveira explicou ainda que aquilo que o atraiu no Gil Vicente foi o “aliciante” de ser um projeto com um “grau de dificuldade elevado”, até porque, argumentou, “precisava de um desafio mais difícil” para se motivar.

O Gil Vicente, do Campeonato de Portugal, vai ser reintegrado na próxima época no principal escalão, em consequência do caso Mateus.

O clube de Barcelos foi despromovido à II Liga na época 2006/07, por alegada irregularidade na utilização de Mateus, avançado atualmente no Boavista, tendo a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) anunciado a reintegração na I Liga em 12 de dezembro de 2017, na sequência de uma decisão do Tribunal Administrativo do Círculo de Lisboa, em 2016.

Anúncio

Futebol

FC Famalicão multado por “mau comportamento” dos seus adeptos

Em 572 euros

em

O FC Famalicão foi multado pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, em 408 euros,  anunciou a Liga Portugal.

Esta sanção vem no seguimento do “mau comportamento” dos adeptos famalicenses no jogo da última jornada, da I Liga, frente ao Paços de Ferreira.

Em causa estará o arremesso de vários objectos, incluindo copos e garrafas, para o interior do terreno de jogo, no final da partida.

O emblema famalicense foi alvo de uma coima adicional de 164 euros pela entrada tardia em campo, na segunda parte, do mesmo jogo.

 

Continuar a ler

Futebol

Guimarães: PSP ainda não identificou adeptos que insultaram Marega

I Liga

em

Foto: Vitória SC / Arquivo

O processo de identificação dos adeptos do Vitória SC, responsáveis pelos insultos racistas dirigidos a Marega, vai entrar numa fase mais pormenorizada com a investigação de fotogramas de cerca de dez elementos da claque, adiantou O Comércio de Guimarães.

Com esta ação a PSP vai tentar reconhecer os protagonistas dos insultos assim como apontar adeptos de cara tapada que de utilizaram engenhos pirotécnicos durante a partida.

Estes membros da claque do Vitória, que ocupavam as bancadas nascente e sul do Estádio D. Afonso Henriques, estão sujeitos a uma multa de 750 euros e da impossibilidade de aceder a recintos desportivos, durante um ano, caso sejam identificados e provados os seus atos.

Até ao momento nenhum adepto foi ainda identificado.

Continuar a ler

Futebol

Tormena de regresso no SC Braga após um mês de ausência

Convocatória

em

Foto: DR / Arquivo

O treinador Rúben Amorim convocou hoje Tormena, Esgaio, Raul Silva e Palhinha para a receção do SC Braga ao Rangers, na quarta-feira, da segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa de futebol.

Tormena está de regresso precisamente um mês depois de se ter lesionado frente ao FC Porto, na final da Taça da Liga (vitória por 1-0), tal como Esgaio, Raul Silva e Palhinha, que cumpriram castigo diante do Vitória de Setúbal, no domingo, na 22.ª jornada da I Liga (triunfo por 3-1).

O defesa Sequeira recuperou do ‘toque’ que sofreu diante dos sadinos, que o obrigou a sair ainda durante a primeira parte, e também integra a lista de 20 convocados.

Bruno Wilson não está inscrito na prova europeia e fica de fora, tal como Anthony e os lesionados Eduardo e Wallace.

O SC Braga perdeu na primeira mão, em Glasgow, por 3-2, e recebe o Rangers a partir das 17:00 de quarta-feira, no Estádio Municipal de Braga, num jogo que vai ser arbitrado pelo sueco Andreas Ekberg.

A lista dos 20 convocados:

Guarda-redes: Matheus e Tiago Sá.

Defesas: Pedro Amador, Tormena, David Carmo, Bruno Viana, Sequeira, Esgaio, Raul Silva e Diogo Viana.

Médios: Fransérgio, João Novais, Palhinha e André Horta.

Avançados: Abel Ruiz, Ricardo Horta, Paulinho, Trincão, Rui Fonte e Galeno.

Continuar a ler

Populares