Seguir o O MINHO

Futebol

Gil Vicente aprova por unanimidade orçamento de 5,5 milhões de euros para 2020/21

Futebol

em

Foto: Arquivo

Os sócios do Gil Vicente aprovaram hoje por unanimidade um orçamento de 5,5 milhões de euros para a próxima temporada, em Assembleia-Geral realizada no estádio do 11.º classificado da I Liga de futebol.


“O orçamento não nos dá garantia de sucesso desportivo. Se fosse pelos números, tínhamos feito a vontade de quase todos aqueles que nos apontavam como o primeiro clube a descer. Só que ninguém tem um orçamento como o Gil Vicente na I Liga”, enquadrou o presidente Francisco Dias da Silva, à margem da reunião magna.

Cerca de 50 associados votaram favoravelmente a proposta de receitas e despesas elaborado pela direção do clube para a época 2020/21, bem como o orçamento da Sociedade Desportiva Unipessoal por Quotas (SDUQ), que aumentou cerca de um milhão e meio de euros devido a “custos de vária ordem, que serão compensados”.

“Os estragos que a pandemia trouxe são grandes e nem sabemos se haverá assistência no início da próxima época. A verdadeira reação vai ser terminar esta época, preparar a próxima e ir para a rua trabalhar. Aí é que vamos sentir verdadeiramente quem está na disposição de continuar a apoiar e a investir e quem é que pode desistir”, analisou.

Francisco Dias da Silva foi reconduzido em 18 de junho na presidência dos minhotos rumo ao triénio 2020-2023, em plena reta final de uma temporada marcada pela construção de um plantel de raiz para assinalar o regresso administrativo do Gil Vicente à I Liga, após um ano sem competir no Campeonato de Portugal, na sequência do ‘caso Mateus’.

“Isto é muito simples: procurar dar continuidade ao que fizemos bem e corrigir o que fizemos mal. Ainda temos de fazer essa análise, mas não duvido que não fizemos tudo bem. Se algum sócio se sentir prejudicado por não ter podido assistir aos jogos, o clube terá de ressarcir essas pessoas com maior ou menor dificuldade”, assegurou.

O dirigente, de 71 anos, recusou revelar o substituto de Vítor Oliveira, que anunciou em 30 de junho a saída do comando técnico do emblema de Barcelos no final da temporada, um dia antes de questionar a “legitimidade” da direção em “tornar público” a sua sucessão, alegando que “isso provoca sempre alguma instabilidade no plantel”.

“O treinador que está neste momento no Gil Vicente é o Vítor Oliveira. Ainda falta muito para a próxima época e, francamente, não vi em nenhum lugar o clube a anunciar qualquer treinador. Se criou instabilidade? A mim não e a quem joga também acho que não. Retomámos mal, mas recuperámos e fomos para o nosso quase normal”, notou.

Os ‘galos’ ocupam o 11.º posto, com 36 pontos, nove acima da zona de despromoção, quando restam quatro jornadas e podem consumar a permanência na I Liga na sexta-feira, às 21:00, no Estádio D. Afonso Henriques, caso pontuem frente ao Vitória de Guimarães e o penúltimo Portimonense perca na véspera na deslocação ao Rio Ave.

Anúncio

Futebol

Ex-Famalicão Rafael Defendi reforça baliza do Farense

Futebol

em

Foto: DR

O guarda-redes brasileiro Rafael Defendi, ex-jogador do Famalicão, tornou-se hoje o quarto reforço do Farense para a época de regresso à I Liga portuguesa de futebol, anunciou a SAD algarvia.

“A Sporting Clube Farense – Algarve Futebol SAD comunica que chegou a acordo com o atleta Rafael Defendi para a celebração de um contrato de trabalho com a duração de duas épocas desportivas”, revelou o clube de Faro, em comunicado divulgado nas redes sociais.

Rafael Defendi, de 36 anos, reencontrará na capital algarvia o treinador Sérgio Vieira, que o orientou na época passada em Famalicão.

O guardião teve uma primeira passagem pelo futebol português no Desportivo das Aves, em 2007/08, regressando depois ao seu país natal. Voltou em 2014 para o Paços de Ferreira, que representou até 2018, mudando-se para o conjunto famalicense.

Na época agora concluída, Defendi somou 19 partidas em todas as competições pelo Famalicão.

Defendi junta-se ao guardião Ricardo Velho, ao médio Amine Oudrhiri e ao avançado Pedro Henrique no rol de reforços já anunciados pelos algarvios, que regressam ao escalão principal após 18 anos de ausência.

Sob o comando de Sérgio Vieira, o Farense dá início aos treinos para a nova temporada esta quinta-feira, no campo Sousa Uva, no concelho vizinho de São Brás de Alportel.

Continuar a ler

Futebol

OMS diz que é “irrealista” ter eventos desportivos com grandes multidões

Covid-19

em

Foto: DR / Arquivo

A Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou hoje de “irrealista” a possibilidade de realização de eventos desportivos com grandes multidões em países mais atingidos pela pandemia de covid-19.

O diretor de emergências do organismo, Michael Ryan, considerou que, a acontecer, poderia ser “desastroso”: “É muito pouco realista pensar que em países com transmissão local veremos grandes encontros, como este ano”.

De acordo com Michael Ryan, “não é possível prever o regresso de 40.000, 50.000 ou 60.000 pessoas” a um recinto de jogos, sublinhando que “o risco não é apenas de estar no estádio, mas também nas deslocações em transportes públicos”.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 701 mil mortos e infetou mais de 18,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.740 pessoas das 51.848 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Continuar a ler

Futebol

Benfica regressa com exames médicos no sábado e já treina na segunda-feira

Futebol

em

Foto: Twitter / Benfica

A equipa de futebol do Benfica regressa ao trabalho para a época 2020/21 no sábado, uma semana depois de terminar a anterior época, com a derrota na final da Taça de Portugal, confirmou hoje o clube da Luz.

Na ‘newsletter’ diária, é confirmado que o plantel ‘encarnado’ realizará exames médicos no sábado, testes físicos no domingo e que os treinos arrancam na segunda-feira, já às ordens do treinador Jorge Jesus, oficializado por dois anos há dois dias.

A necessidade de iniciar trabalho mais cedo surge em resultado do segundo lugar na I Liga, com o Benfica a ter de disputar a terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões, no que será o primeiro jogo da época, em 15 ou 16 de setembro.

Desta vez, e face às restrições de calendário impostas pela covid-19, a terceira pré-eliminatória será a um único jogo e o sorteio acontecerá em 31 de agosto, um dia antes do sorteio do ‘play-off’.

Caso ultrapasse a terceira ronda preliminar, o Benfica chegará então ao ‘play-off’, já a duas mãos (15 ou 16 de setembro e 22 ou 23 de setembro), numa época em que já está definido que o início da I Liga será no fim de semana de 20 de setembro.

Os russos do Krasnodar, ‘carrascos’ na mesma fase do FC Porto em 2019/20, e os franceses do Rennes são dois dos possíveis adversários do Benfica na terceira pré-eliminatória.

Jorge Jesus regressa a um cargo que ocupou entre 2009/10 e 2014/15, período em que conquistou 10 títulos, nomeadamente, três campeonatos, uma Taça de Portugal, uma Supertaça e cinco edições da Taça da Liga.

Continuar a ler

Populares