Seguir o O MINHO

Futebol

Gil Vicente empata fora e não perde há quatro jogos

17.ª jornada da I Liga

em

O Gil Vicente FC empatou, este domingo, no terreno do Paços de Ferreira, por 0-0, em jogo da 17.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

O Paços teve mais bola e iniciativa, terminando o jogo junto à área contrária, mas o Gil Vicente foi forte a defender e nunca deixou de explorar as transições, pelo que o empate premeia a vitória das defesas sobre os ataques.

Com este empate, o terceiro no histórico de confrontos entre as duas equipas na Capital do Móvel para o principal campeonato, o Paços isolou-se no 15.º lugar, com 16 pontos, enquanto o Gil Vicente é oitavo, com os mesmos 22 pontos do Vitória de Setúbal, que é nono.

Na antevisão ao jogo, Pepa tinha revelado o desejo do Paços de concluir a primeira volta com 18 pontos e a equipa entrou determinada a consegui-lo, jogando em velocidade e no último terço, remetendo o Gil à sua defesa.

As ações de Adriano Castanheira, aos três minutos, e João Amaral e Tanque a seguir, aos 13, com lances de finalização próximos da área de Denis, concorreram para explicar esta entrada forte no jogo dos locais, mas os gilistas souberam resistiram e, aos poucos, começaram a ter bola e a explorar as transições.

A formação de Barcelos domina os princípios básicos do jogo, não se sentindo desconfortável sem bola e consegue explorar bem as transições, quase sempre com Lourency em plano de evidência.

O extremo brasileiro trabalhou bem na esquerda aos 24 minutos e serviu o apagado Kraev, ao meio, mas o remate colocado e em jeito foi segurado por Ricardo Ribeiro, que, aos 36, ainda viu Sandro Lima passar por si, mas, para felicidade do Paços, rematou já com pouco ângulo e ao lado.

O Gil atacava menos, mas conseguia nesta fase ser mais perigoso, mas, perto do intervalo, numa das raras vezes em que o Paços conseguiu apanhar desprevenida defesa gilista, Hélder Ferreira cruzou atrasado da esquerda e Adriano Castanheira rematou às malhas laterais.

O segundo tempo acentuou-se a pressão e o domínio dos locais, destacando-se os dois remates aos ferros da baliza de Denis, protagonizados na sequência de lances de bola parada por Maracás (aos 59) e Tanque (71).

Até final, o Paços, sempre mais em esforço, conseguiu encostar o adversário à sua grande área, mas a defesa do Gil Vicente, como quase sempre aconteceu no jogo, acabou por resolver as situações e segurar um empate que acaba por se justificar.

Ficha de Jogo

Jogo no Estádio Capital do Móvel, em Paços de Ferreira.

Paços de Ferreira – Gil Vicente, 0-0.

Equipas:

– Paços de Ferreira: Ricardo Ribeiro, Jorge Silva, Marco Baixinho, Maracás, Oleg, Stephen Eustáquio (Diaby, 61), Pedrinho, Adriano Castanheira, João Amaral (Welthon, 69), Hélder Ferreira (Uilton, 84) e Douglas Tanque.

(Suplentes: Simão Bertelli, Bruno Teles, Diaby, Vasco Rocha, Uilton, Murilo e Welthon).

Treinador: Pepa.

– Gil Vicente: Denis, Fernando Fonseca, Rodrigão, Rúben Fernandes, Henrique Gomes, Soares, Kraev (Baraye, 62), Claude Gonçalves, Naidji (Romário Baldé, 70), Sandro Lima e Lourency (João Afonso, 75).

(Suplentes: Wellington, Edwin Vente, João Afonso, Arthur Henrique, Ahmed Isaiah, Baraye e Romário Baldé).

Treinador: Vítor Oliveira.

Árbitro: Manuel Mota (AF Braga).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Maracás (24) e Claude Gonçalves (72).

Assistência: 2.711 espetadores.

(notícia atualizada às 17h45)

Anúncio

Futebol

Vitória perde em casa e alimenta ‘milagre’ no FC Porto

I Liga

em

Foto: Twitter de FC Porto

O Vitória SC perdeu este domingo, no Estádio Dom Afonso Henriques, por 1-2, frente ao FC Porto, em jogo a contar para a 21.ª jornada da Liga portuguesa de futebol.

Com este resultado, os vitorianos permitem uma ascenção na tabela dos dragões, que estão já só a um ponto do líder Benfica, que perdeu com o SC Braga no sábado.

(em atualização)

Continuar a ler

Futebol

Marega abandona jogo após insultos racistas de adeptos do Vitória

Polémica em Guimarães

em

Moussa Marega, autor do segundo golo do FC Porto frente ao Vitória SC, bastante insultado pelos adeptos vimaranenses, saiu mais cedo de relvado.

O maliano, que até já jogou em Guimarães, terá festejado o golo de uma forma pouco ortodoxa, o que levou à ira dos adeptos de Guimarães.

Com o golo, os adeptos atiraram cadeiras para o recinto desportivo. Marega acabou por utilizar um desses objetos, em tom provocador, para celebrar o golo.

Sérgio Conceição tentou demover Marega, mas este acabou mesmo por sair do terreno de jogo, sendo substituido por Manafá, aos 73 minutos.

Continuar a ler

Futebol

Vitória recebe FC Porto que quer ficar a um ponto do Benfica

I Liga

em

Foto: DR / Arquivo

O FC Porto procura hoje reduzir para um ponto a diferença para o líder Benfica, na visita ao Vitória SC, em jogo da 21.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Um dia depois de o Braga ter vencido os líderes no seu reduto, os ‘dragões’, que venceram as ‘águias’ na ronda passada, jogam com o Vitória SC, oitavo classificado, num encontro com início marcado para as 17:30.

O FC Porto, já com Danilo apto, joga pela terceira vez com o Vitória SC esta temporada, depois de vitórias para o campeonato (3-0) e para a Taça da Liga (2-1).

No último encontro da ronda, às 20:00, o Famalicão pode ficar a um ponto do Sporting, que é quarto classificado, caso vença na receção ao Desportivo das Aves, último classificado, a quatro pontos da zona de manutenção.

Nos dois lugares acima da ‘linha de água’, o Belenenses SAD (15.º) e o Paços de Ferreira (16.º) visitam o Boavista (nono) e o Marítimo (14.º), respetivamente.

Programa da 21.ª jornada:

– Sexta-feira, 14 fevereiro:

Vitória de Setúbal – Gil Vicente, 1-2

– Sábado, 15 fevereiro:

Portimonense – Moreirense, 1-1

Santa Clara – Tondela, 1-0

Benfica – SC Braga, 0-1

Rio Ave – Sporting, 1-1

– Domingo, 16 fevereiro:

Marítimo – Paços de Ferreira, 15:00

Boavista – Belenenses SAD, 15:00

Vitória SC – FC Porto, 17:30

Famalicão – Desportivo das Aves, 20:00

Continuar a ler

Populares