Seguir o O MINHO

Futebol

Gil Dias reforça Famalicão por empréstimo do Mónaco

Mercado de transferências

em

Foto: DR

O Famalicão, da I Liga portuguesa de futebol, anunciou hoje a contratação do extremo Gil Dias, de 23 anos, que chega emprestado pelos franceses do Mónaco.


“Depois de vários anos no estrangeiro, senti ser o momento e clube ideais para regressar ao meu país. Estou muito feliz e desejoso de ajudar o Futebol Clube de Famalicão a manter o trajeto ascendente no futebol português”, referiu, citado pelo site do clube.

O internacional pelas camadas jovens de Portugal, de 23 anos, começou a jogar futebol no Gafanha, passou pelo Sporting em 2007/08 e na época seguinte transferiu-se para a Sanjoanense, onde permaneceu cinco temporadas, antes de o Sporting de Braga o contratar em 2013/14.

Nesse ano mesmo ano, venceu o Nacional de Juniores A pelos bracarenses, e iniciou 2014/15 no Braga B. Na mesma época foi transferido para o Mónaco.

Seguiu-se uma sequência de empréstimos ao Varzim e ao Rio Ave e foi em Vila do Conde (2016/17) que Gil Dias efetuou a melhor época da carreira, com oito golos em 39 jogos.

O extremo voltou para o estrangeiro onde jogou na Fiorentina (Itália), Nottingham Forest (Inglaterra), Olympiacos (Grécia) e em 2019/20 jogou no Granada na segunda metade da temporada, sempre cedido pelos monegascos.

Anúncio

Futebol

Portugal apurado para Mundial sub-20 após UEFA cancelar Euro sub-19

Covid-19

em

Foto: DR

Portugal apurou-se hoje para o Mundial sub-20 de 2021, anunciou a Federação Portuguesa de Futebol (FPF), após a UEFA cancelar o Europeu de sub-19 de 2020, competição que encontraria as equipas apuradas.

O cancelamento, devido à pandemia de covid-19, após sucessivos adiamentos, deixa Portugal entre as cinco seleções apuradas via ‘ranking’, ao lado de Inglaterra, França, Itália e Holanda.

Na fase de qualificação, Portugal enfrentaria, em novembro, a Turquia, a Eslováquia e a Croácia, que recebia o grupo, para tentar chegar à fase final, em março do próximo ano.

A prova, cuja fase final devia decorrer na Irlanda do Norte, apuraria as cinco melhores equipas para o torneio de 2021 da FIFA, marcado para a Indonésia de 20 de maio a 12 de junho.

Esta será a 13.ª participação da seleção lusa em Mundiais de sub-20 e a sexta consecutiva, uma série iniciada na edição de 2011, cuja final perdeu para o Brasil, depois de ter erguido o troféu em 1989, na Arábia Saudita, e em 1991, em Lisboa.

A UEFA explicou ainda, em comunicado, que o escalão sub-19, que tem alterações recentes no formato competitivo, com ligas diferentes e um sistema de subidas e descidas, antes de uma ‘final a oito’, foi adiado de 2020-2022 para o período 2021-23, com um Euro sub-19 em 2022.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 2.213 em Portugal.

Continuar a ler

Futebol

Belenenses SAD contesta fiabilidade das linhas de fora de jogo

Futebol

em

foto: DR / Arquivo

O presidente do Belenenses SAD, da I Liga portuguesa de futebol, contestou hoje a fiabilidade das linhas de fora de jogo apresentadas no sistema de videoárbitro (VAR), que causa igualmente “interrupções prolongadas no jogo”.

“Se o sistema VAR foi uma excelente medida, a introdução das linhas de fora de jogo, com as limitações tecnológicas ainda existentes, é péssima para o futebol – não é fiável e provoca interrupções prolongadas no jogo”, disse Rui Pedro Soares, em declarações divulgadas à imprensa.

Em causa está o golo anulado já em tempo de compensação ao futebolista dos ‘azuis’ Edi Semedo no passado domingo, diante do Moreirense (0-0), tendo o VAR considerado posição irregular do avançado por quatro centímetros, que Rui Pedro Soares constata, através do sistema GPS, terem sido “percorridos em cinco milésimas de segundo”.

“É falso que sejam 100% fiáveis as linhas de fora de jogo que são apresentadas depois de uma decisão tomada através do sistema de videoárbitro. É uma mão humana quem determina o momento em que o passe foi executado para o jogador cuja legalidade da posição vai ser avaliada. Só depois de ser parada a imagem, a tecnologia intervém”, explicou.

Rui Pedro Soares, admitindo a mesma qualidade nas transmissões dos jogos da I Liga portuguesa de futebol e do campeonato inglês, constatou existirem 50 imagens (‘frames’) por segundo, em que cada ‘frame’ corresponde “a duas centésimas de segundo”.

“Entre cada ‘frame’, o Edi Semedo percorre quase 16 centímetros e ninguém consegue determinar exatamente o momento em que a bola lhe foi passada, nem sequer a pessoa que parou a imagem e concluiu que ele estava em fora de jogo”, expressou.

Apesar de lamentar a perda de “dois importantes pontos” devido ao golo anulado, o dirigente do conjunto lisboeta concorda “em absoluto com a rapidez com que o árbitro no VAR assinalou o fora de jogo”, admitindo que, “com esta incerteza, o mais correto será tomar a primeira decisão que vem à cabeça”.

Belenenses SAD e Moreirense empataram no domingo a zero, em encontro da quarta jornada da I Liga portuguesa de futebol, disputado no Estádio Nacional, em Oeiras, Lisboa.

Os dois conjuntos estão igualados na tabela classificativa, com cinco pontos, no grupo dos oitavos classificados.

Continuar a ler

Futebol

Árbitro francês Ruddy Buquet no SC Braga – AEK

Liga Europa

em

Foto: DR

Benfica e Sporting de Braga têm árbitros ‘estreantes’, com o montenegrino Nikola Dabanovic na visita das ‘águias’ ao Lech Poznan e o francês Ruddy Buquet na receção dos minhotos ao AEK, ambos na Liga Europa de futebol.

Dabanovic, árbitro internacional desde 2009, já esteve num jogo das ‘águias’, mas na UEFA Youth League, pelo que dirigirá pela primeira vez na quinta-feira em Poznan um jogo da equipa principal do Benfica, na ronda inaugural do grupo C, às 17:55.

Em Braga, estará o francês Ruddy Buquet, árbitro também com larga experiência europeia, que já esteve em jogos de Benfica, FC Porto e Sporting, mas que se estreia também a ‘apitar’ os bracarenses.

A equipa de Carlos Carvalhal recebe a partir das 20:00 o AEK Atenas, dos portugueses Hélder Lopes, André Simões, Paulinho e Nélson Oliveira, em jogo do grupo G da Liga Europa.

Nas nomeações hoje conhecidas para a segunda competição da UEFA, o organismo indicou a francesa Stephanie Frappart para o Leicester-Zorya Luhansk, naquele que será apenas o segundo jogo europeu masculino ao mais alto nível para a árbitra de 36 anos.

Frappart foi a árbitra da final da Supertaça Europeia de 2019 entre Liverpool e Chelsea (2-2, 5-4 nas grandes penalidades), e, já depois, esteve num jogo entre as seleções de sub-21 de Itália e da Arménia.

Continuar a ler

Populares