Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Garrafa em forma de orca feita no Politécnico de Viana ganha mais um prémio internacional

European Green Award

em

Foto: Divulgação / IPVC

João Mendes, ex-aluno do curso de Mestrado em Design Integrado da Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG) do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), acaba de vencer mais um prémio internacional. O European Green Award é anunciado oficialmente a 31 de maio pelo European Institute of Applied Sustainability, com sede na Áustria, e João Mendes já sonha com o “troféu máximo”: colocar a garrafa em forma de orca no mercado.

João Mendes inscreveu-se no European Green Award quando se inscreveu também no Green Product Award, prémio que venceu no início deste mês. Acabou por se “esquecer” desta candidatura, até receber agora um e-mail da equipa do European Green Award a informar que a Smartbottle Refill_H20 foi selecionada e venceu a categoria Design. “Parabéns pelo seu extraordinário compromisso de sustentabilidade”, pode ler-se no e-mail enviado pela equipa da organização.

No mesmo e-mail, João Mendes foi informado que “o júri também o selecionou como Young Change Maker de 2022”. Este estatuto é entregue a jovens até 29 anos de idade que, por exemplo, implementaram um projeto de sustentabilidade, criaram uma campanha de marketing, estão ativos como influenciadores ou fundaram um eco-start-up.

“Foi mesmo sem contar, não estava nada à espera”, confidencia o ex-aluno do Politécnico de Viana do Castelo, acreditando que esta “boa surpresa” pode ser “mais um passo” para “dar visibilidade ao produto e conseguir chegar a investidores para se fazer os moldes”. Ganhar dois prémios internacionais num só mês é “excelente”, mas João Mendes quer mais. “Já que cheguei até aqui, o que quero mesmo é ver a garrafa distribuída pelas escolas do Politécnico de Viana do Castelo e chegar ainda ao mercado”, assume, citado em nota de imprensa do IPVC.

Também Ana Curralo, que orientou o ex-aluno no Mestrado em Design Integrado da ESTG-IPVC, destaca mais uma vez que este prémio internacional “vem realçar a qualidade dos alunos e dos docentes do Politécnico de Viana do Castelo”. A docente, que também nunca mais pensou nesta candidatura, recebeu a notícia com muita surpresa. “Isto é muito bom e esperemos que seja mais uma oportunidade para chegarmos a investidores”, apela Ana Curralo, defendendo que o Politécnico de Viana do Castelo “está no bom caminho” a “ser exemplo” no âmbito da sustentabilidade.

Prémio evidencia excelência sustentável da Europa

O prémio European Green Award é promovido pela organização sem fins lucrativos European Institute of Applied Sustainability (EIAS). Com o objetivo de dar reconhecimento internacional por realizações especiais de empresas e indivíduos e com um júri internacional de especialistas, este prémio distingue produtos verdes, justos e inovadores, design sustentável, marketing verde, bem como fabricantes de mudança que fizeram um excelente trabalho para o desenvolvimento sustentável na Europa.

A missão do European Green Award não é apenas reconhecer realizações ecológicas e justas excecionais, mas também oferecer-lhes visibilidade internacional como excelentes atores da sustentabilidade e futuros formadores através desta plataforma. Assim, este prémio contribui para a transição da Europa para uma economia moderna, eficiente em termos de recursos, justa e competitiva do futuro.

Além de distinguir a área do Green Design Award, honrando o excelente design de produtos sustentáveis ou sociais, o prémio contempla ainda as áreas Green Product Award, Green Marketing Award, Fair Business Award, Green Hotel Award, Green Innovation Award e Green Change Maker Award.

De destacar que parte dos honorários do prémio são entregues ao parceiro “OneDollarGlasses”, que fornece gratuitamente óculos a crianças escolares do Malawi que sofrem de deficiências visuais graves.

EM FOCO

Populares