Seguir o O MINHO

Futebol

Gama (SC Braga) e Nabian (Vitória) erguem troféu na Flórida ao serviço de Portugal

Sub-15 levantam troféu da CONCACAF

em

Foto: FPF / Divulgação

Os futebolistas Tomás Gama e Herculano Nabian, de Sporting Clube (SC) de Braga e Vitória Sport Clube (SC), respetivamente, foram titulares na vitória da seleção nacional de sub-15 na final do Torneio CONCACAF, realizada no passado domingo, na Flórida, Estados Unidos da América (EUA).


Gama e Nabian alinharam de início no ‘onze’ de Joaquim Milheiro, levando de vencida a Eslovénia por 2-0, depois de cinco vitórias e um empate nos seis jogos realizados durante toda a competição.

Foto: FPF / Divulgação

Também Gonçalo Esteves [FC Porto], atleta natural de Arcos de Valdevez, e irmão do lateral direito dos dragões Tomás Esteves, alinhou na final da competição, como suplente utilizado.

Portugal venceu Barbados (6-0), Trinidad e Tobago (3-0), Haiti (7-0), EUA (3-0) e Eslovénia (2-0), tendo empatado com a Costa Rica ainda na fase de grupos (2-2).

Na final frente aos eslovenos, os golos foram marcados por Diogo Prioste (Benfica) e Francisco Silva (Belenenses), aos 44 e 65 minutos, respetivamente.

Ficha de Jogo
Eslovénia 0-2 Portugal
Miami, EUA.

Árbitro: Selvin Brown (Honduras)

Eslovénia: Nejc Dermastija, Gasper Cerne, Gal Puconja, Kristjan Trdiin, Tom Kljun, Jan Rovsek, Srdan Kuzmic, Nejc Klasnja, Matjaz Kamensek (Cap.), Denis Leban e Peter Ceferin.
Jogaram ainda: Jernej Belinc, Enej Marsetic e Nik Zrnec.
Suplentes não utilizados: Aljaz Bozic, Tihomir Maksimovic, Ziga Korosec e Crt Rotar.
Treinador: Tomaz Petrovic
Golos: -.
Disciplina: -.

Portugal: André Gomes, António Teixeira, Gabriel Costa, Francisco Silva, David Monteiro, Diogo Prioste (Cap.), Marco Cruz, Herculano Nabian, Lucas Rodrigues, Ricardo Marques e João Faria.
Jogaram ainda: Diogo Monteiro, Gonçalo Esteves, Dario Essugo, Tiago Octávio, Diego Moreira e Youssef Chermiti
Suplentes não utilizados: Diogo Pinto.
Treinador: Joaquim Milheiro
Golos: 0-1 Diogo Prioste (44′), 0-2 Francisco Silva (65′).
Disciplina: cartão amarelo para Dario Essugo (70’+2).

Anúncio

Futebol

Jorge Jesus quer recuperar “prestígio internacional” do Benfica, mas recusa ser “salvador”

Futebol

em

Foto: SL Benfica

O treinador Jorge Jesus assumiu hoje que regressou ao Benfica para “ganhar e para unir a nação benfiquista”, recusando, contudo, definir-se como o “salvador” de um projeto que tem como objetivo “recuperar o prestígio internacional” do clube.

“Aos benfiquistas, quero dizer que vim para ganhar, porque estou habituado a ganhar, mas também vim para unir a nação benfiquista. Vim para o Benfica com a mesma crença que tinha no dia 19 de junho de 2009, quando fui apresentado pela primeira vez. Venho com a mesma vontade de ganhar, com a mesma convicção, estou determinado e com muita vontade de ganhar coisas importantes”, afirmou Jorge Jesus, durante a apresentação como novo técnico dos ‘encarnados’.

Jorge Jesus recusou que tenha regressado ao Benfica para se “reformar” e revelou que vai “ganhar menos do que ganhava no Flamengo”, deixando uma certeza: “Vim para o Benfica porque acredito no projeto, nesta nação e nas condições para fazer do Benfica grande, para recuperar o prestígio internacional. É fundamental voltarmos a ganhar.”

O técnico, que assinou por duas temporadas com o Benfica, foi perentório e revelou alguma emoção no momento de abordar este regresso a Portugal, após um ano no Flamengo.

🎥 O discurso de JJ na apresentação como novo treinador do Benfica!

Publicado por Sport Lisboa e Benfica em Segunda-feira, 3 de agosto de 2020

“Não sou o salvador. Salvadores vamos ser todos nós. Cheguei de um grande clube, que se uniu à volta do seu treinador, da sua equipa e, por isso, é que ganhámos grandes títulos internacionais. Quero agradecer ao Flamengo, do fundo do coração, pela forma como me trataram, a amizade e amor que tiveram por mim. Agora, pensem: o Flamengo tem 50 milhões de adeptos. Para eu vir para o Benfica tinha de haver uma causa muito grande, que é voltar a ganhar”, observou.

Jorge Jesus, de 66 anos, está de regresso ao clube da Luz cinco anos depois de ter saído para o Sporting, tendo sido técnico principal do Benfica entre 2009/10 e 2014/15, período em que conquistou 10 títulos, nomeadamente, três campeonatos, uma Taça de Portugal, uma Supertaça e cinco edições da Taça da Liga.

Jesus começou a carreira no Amora, em 1989/90, e, depois, passou por Felgueiras, União da Madeira, Estrela da Amadora, Vitória de Setúbal, Vitória SC, Moreirense, União de Leiria, Belenenses e SC Braga, antes de chegar à Luz.

Depois de se tornar o mais titulado treinador dos ‘encarnados’, que também levou a duas finais da Liga Europa, perdidas para Chelsea (2012/13) e Sevilha (2013/14), rumou ao Sporting, tendo passado ainda pelo Al-Hilal antes de chegar ao Flamengo, no qual arrecadou seis troféus em pouco mais de um ano, entre os quais o campeonato brasileiro e a Taça Libertadores.

Continuar a ler

Futebol

Jorge Jesus assina contrato como treinador do Benfica por dois anos

Futebol

em

Foto: SL Benfica

O treinador de futebol Jorge Jesus assinou hoje contrato com o Benfica por dois anos, até ao final da temporada 2021/22, anunciou o clube ‘encarnado’, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

“A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD informa, nos termos e para o efeito do disposto no artigo 248.º-A do Código dos Valores Mobiliários, que acabou de formalizar o acordo para a contratação do treinador Jorge Jesus, ao abrigo de um contrato de trabalho desportivo para vigorar nas próximas duas épocas desportivas”, indica o comunicado.

Jorge Jesus, de 66 anos, já tinha sido confirmando como novo técnico dos ‘encarnados’ em 17 de julho, dia em que rescindiu com o Flamengo, após conquistar seis troféus em pouco mais de um ano, incluindo a Taça Libertadores e o campeonato brasileiro.

O técnico luso regressa a um cargo que ocupou entre 2009/10 e 2014/15, período em que conquistou 10 títulos, nomeadamente, três campeonatos, uma Taça de Portugal, uma Supertaça e cinco edições da Taça da Liga.

https://www.facebook.com/SLBenfica/videos/311842780010203

No total dos seis anos, o treinador, nascido na Amadora, em 24 de julho de 1954, somou 321 encontros pelos ‘encarnados’, conseguindo 225 vitórias, 52 empates e 44 derrotas, com 674 golos marcados e 249 sofridos.

Jesus começou a carreira no Amora, em 1989/90, e, depois, passou por Felgueiras, União da Madeira, Estrela da Amadora, Vitória de Setúbal, Vitória SC, Moreirense, União de Leiria, Belenenses e SC Braga, antes de chegar à Luz.

Depois de se tornar o mais titulado treinador dos ‘encarnados’, que também levou a duas finais da Liga Europa, perdidas para Chelsea (2012/13) e Sevilha (2013/14), rumou ao Sporting, tendo passado, no estrangeiro, por Al-Hilal e Flamengo.

Jorge Jesus está a ser apresentado como novo treinador do Benfica, sucedendo a Nélson Verríssimo, o substituto temporário de Bruno Lage, numa cerimónia a decorrer no Benfica Campus, o centro de estágio das ‘águias’, no Seixal.

Continuar a ler

Futebol

Rio Ave oficializa contratação do técnico Mário Silva por duas épocas

Sucessor de Carlos Carvalhal

em

Foto: DR / Arquivo

O Rio Ave oficializou hoje a contratação do treinador Mário Silva, que assinou um contrato válido para as próximas duas temporadas.

O técnico, de 43 anos, que estava nos espanhóis do Almería, regressa a Portugal para se estrear como treinador principal de uma equipa do principal escalão do futebol nacional, sendo o sucessor de Carlos Carvalhal no comando da formação vila-condense.

Depois de uma carreira como jogador, com passagens por Boavista, FC Porto, pelos franceses do Nantes, e pelos espanhóis do Recreativo de Huelva e Cádis, Mário Silva abraçou a carreira como treinador, em 2010, ao serviço do Boavista, passando pelas camadas jovens dos ‘axadrezados’ até uma curta passagem como técnico da equipa principal.

https://twitter.com/RioAve_FC/status/1290294824164143104

Seguiu-se uma ligação ao futebol de formação do FC Porto, onde teve como maior feito, a conquista do título europeu de sub-19, em 2019, antes de se mudar para Espanha, onde assumiu a coordenação da formação do Almería e, no último mês, orientou os trabalhos da equipa principal, até ser rendido por José Gomes (ex-Marítimo).

Agora nos Arcos, Mário Silva está já a preparar o arranque da época do Rio Ave, agendada para 14 de agosto, uma vez que a formação vila-condense tem um compromisso da segunda eliminatória de acesso à Liga Europa, em 17 de setembro.

Continuar a ler

Populares