Seguir o O MINHO

Aqui Perto

Galiza: Encontra 11.400 euros na rua e devolve-os. Eram “as poupanças de uma vida” de um casal

“Sou pobre, mas humildade e honra ensinaram-me desde criança”

em

Foto: NIUS

Víctor Montes Prado, de 57 anos, é por estes dias um ‘cidadão-modelo’ em Vigo, depois de ter encontrado uma mala com mais de 11 mil euros, entregá-la na polícia que, por sua vez, a devolveu aos legítimos proprietários sem um cêntimo a menos.

O galego, residente em Cangas, foi buscar o filho de carro, ao final desta manhã, e quando saiu da viatura, viu uma mala em cima de um banco de pedra na via pública, junto à zona ribeirinha daquela localidade.

A história está a ser divulgada, esta terça-feira, por diferentes órgãos de comunicação da Galiza, como o La Voz de Galicia, o Farodevigo (acesso pago) ou o NIUS.

A mala estava aberta e continha vários envelopes com notas de 50 euros. Víctor não hesitou e levou poucos minutos até entrar no posto local da Polícia para entregar o respetivo acessório.

Lá, os polícias contaram o dinheiro, que atingia a soma de 11.400 euros, mil euros em cada envelope. E Víctor afirmou que, independentemente da quantia, iria ser sempre este o gesto a ter.

“Se o dinheiro não vem do meu trabalho ou se não foi conquistado por mim, não é dinheiro. Sou pobre, mas a humildade e a honra ensinaram-me desde criança. Não importa o valor, não era meu e o certo é devolver, caso contrário seria um ladrão”, defendeu.

Note-se que o valor ascende ao salário anual que Víctor ganha como varredor de rua na Câmara de Cangas, onde se encontra em situação de trabalhador precário.

E é nesse sentido que Víctor deixou um único apelo: arranjar um trabalho estável, que não a prazo. Isso e saúde, claro.

A maior recompensa, no entanto, é ter a “consciência tranquila” e ter percebido que os donos do dinheiro são “pessoas humildes”, como ele.

“Estou muito feliz”, concluiu o novo herói de Cangas.

EM FOCO

Populares