Seguir o O MINHO

Cávado

Fundador da Prozis causa polémica ao elogiar a proibição do aborto

Empresa sedeada em Esposende

em

Foto: LinkedIn de Miguel Milhão

O fundador da Prozis, empresa de nutrição desportiva sedeada em Esposende, manifestou-se nas redes sociais a favor da proibição do aborto, publicação que está a gerar grande polémica, com milhares de reações contra e a favor.

“Parece que os bebés que ainda não nasceram têm os seus direitos de volta nos Estados Unidos! A natureza está a curar-se!”, escreveu Miguel Milhão na sua página de LinkedIn, rede social de âmbito profissional, numa alusão à polémica decisão do Supremo Tribunal dos Estados Unidos que, na sexta-feira, anulou o direito ao aborto.

Post de Miguel Milhão no LinkedIn

A Prozis, que além da sede em Esposende tem uma unidade fabril na Póvoa de Lanhoso, publicita os seus produtos através de influenciadores digitais.

Rita Belinha, ‘influencer’ e repórter da RTP, já se demarcou da posição do patrão da Prozis e anunciou o fim da parceria com a marca.

“É uma questão de princípio. Os valores por detrás das empresas, para mim, são fundamentais na hora de escolher com quem trabalho. Quando esses valores vão contra as minhas maiores convicções, a decisão tonar-se fácil”, começa por escrever.

E acrescenta: “E não, para mim isto não é uma questão de opinião. Isto, para mim, é como trabalhar com um racista ou um homofóbico. Não muda muito”.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Rita Belinha (@ritabelinha)

Por outro lado, outros influenciadores digitais, até questionados pelos próprios seguidores, já têm manifestado que irão manter a parceria com aquela marca de nutrição desportiva.

Entretanto, Miguel Milhão reagiu em declarações ao Notícias ao Minuto: “Vejo comentários positivos e negativos. Pena a maior parte dos comentários negativos terem como objetivo silenciar a minha opinião. Não me parece nem justo nem democrático”.

E reiterou a sua posição: “Gosto de ver os direitos das criancas que ainda não nasceram a serem tidos em conta”.

Em declarações à revista Magg ainda foi mais longe: “Todos têm direito a diferentes opiniões. Quanto a mim, não consigo fazer mal a bebés. Teria pesadelos à noite. Sorry [desculpem]”.

O polémico post é um dos assuntos mais partilhados e comentados do dia nas redes sociais e não escapou ao humorista Guilherme Duarte.

O autor da página Por Falar Noutra Coisa fez uma rábula em que lança farpas aos ‘influencers’ que estão a anunciar o fim da parceria com a Prozis.

Vídeo que foi partilhado por Miguel Milhão nas suas ‘instastories’, nas quais também publicou uma imagem com uma música de Quim Barreiros intitulada “É só inveja”, numa clara alusão às críticas que lhe têm sido apontadas.

Por outro lado, devido à polémica, a Prozis proibiu os comentários às suas publicações.

EM FOCO

Populares