Funcionários judiciais em protesto esperam por 25 de Abril para a classe

Foto: Lusa

Mais de meia centena de funcionários judiciais concentraram-se hoje no Campus da Justiça, em Lisboa, em protesto contra a falta de resposta às suas reivindicações, e expressaram o desejo de um 25 de Abril também para a classe.

Em declarações à Lusa, o presidente do Sindicato dos Funcionários Judiciais (SFJ), de cravo vermelho ao peito, assumiu um significado especial por liderar a greve e a concentração na véspera dos 50 anos da revolução.

António Marçal vincou a expectativa de que o Governo responda às exigências de inclusão do suplemento de recuperação processual, pagamento do trabalho suplementar e preenchimento dos quadros.

“É tempo de o 25 de Abril chegar à justiça e, principalmente, de haver um 25 de Abril para os oficiais de justiça. O 25 de Abril trouxe alterações grandes sobre a dignidade do trabalho e os direitos dos trabalhadores, portanto, é altura, nos 50 anos do 25 de Abril, de nós, funcionários judiciais, termos também direito ao nosso 25 de Abril”, afirmou.

E manifestou esperança de que, “no pós-25 de Abril, no dia 26, haja da parte do Governo essa intenção e abertura para que o espírito de Abril se concretize também em relação” aos funcionários judiciais.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Parlamento aprova audição urgente do ministro das Finanças sobre IRS

Próximo Artigo

Deputados aprovam audição urgente de ex-ministro das Finanças Fernando Medina

Artigos Relacionados
x