Seguir o O MINHO

Região

Funcionários da Turismo Porto e Norte arguidos na Operação Éter mantêm-se em funções

em

Os funcionários da Turismo Porto e Norte que são arguidos no âmbito da investigação policial Operação Éter vão manter-se nas mesmas funções diretivas, porque as medidas de coação o permitem, disse à Lusa o novo presidente da entidade.

“As pessoas que foram suspensas de funções obviamente não poderão estar aqui, que é isso que decorre da pena. As que estão apenas como arguidas, mas a quem as autoridades permitiram trabalhar continuarão a trabalhar”, disse à Lusa Luís Pedro Martins, que toma hoje posse do cargo de presidente da Comissão Executiva da Turismo Porto e Norte de Portugal (TPNP).

Para além do ex-presidente Melchior Moreira, que foi detido a 18 de outubro pela Polícia Judiciária e está a aguardar julgamento em prisão preventiva, no âmbito da investigação Operação Éter foram detidos outros funcionários da TPNP, designadamente Isabel Castro, diretora operacional e suspensa de trabalhar, Gabriela Escobar, jurista naquela entidade, João Agostinho, empresário de Viseu e Manuela Couto, administradora da W Global Communication (antiga Mediana).

Luís Pedro Martins acrescentou que há quatro funcionários arguidos no âmbito da Operação Éter que não foram suspensos pelas autoridades e que “merecem total confiança”, mantendo-se para já nas funções diretivas que desempenhavam até serem constituídos arguidos.

O novo presidente da TPNP, Luís Pedro Martins, eleito a 18 de janeiro na sequência de prisão preventiva do seu antecessor Melchior Moreira, garante que dará “obviamente toda a colaboração a quem está no terreno a investigar” e responderá a “tudo aquilo que lhe for pedido e solicitado no âmbito da Operação Éter”.

“Em relação ao dia-a-dia na entidade [de Turismo TPNP], não vale a pena esconder que há algum mau estar, alguma desmotivação por parte das pessoas”, observou Luís Pedro Martins, assegurando, todavia, que independentemente de haver ou não uma investigação policial em curso, a sua prática deixa-o descansado porque vai atuar com “transparência total”.

“Independentemente de haver agora, ou não, uma investigação policial, aquela que será a minha prática deixa-me perfeitamente tranquilo, porque defende a transparência total em todos os processos” e a “observância total da lei”, acrescentou o novo presidente da TPNP, eleito para um mandato de cinco anos, alegando que a partir do momento em que é o presidente, acredita que os seus colaboradores irão fazer o que ele “determinar e da forma que determinar”.

A cerimónia de tomada de posse dos novos órgãos sociais da TPNP está agendada para hoje, a partir das 17:00, no Forte Santiago da Barra, em Viana do Castelo, e prevê-se a presença da secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho.

Da equipa de Luís Pedro Martins faz parte o vice-presidente Inácio Ribeiro (PSD), ex-presidente da Câmara de Felgueiras, e o vogal Vítor Paulo Pereira, presidente da Câmara de Paredes de Coura.

Anúncio

Viana do Castelo

Estabelecimento Prisional de Viana do Castelo recebe filme de Miguel Filgueiras

Sobre a banda Black Bombain

em

Foto: DR / Arquivo

O filme “Black Bombaim”, de Miguel Filgueiras, vai ser exibido na sexta-feira, no Estabelecimento Prisional de Viana do Castelo, anunciou a Associação Ao Norte.

O documentário acompanhou a criação do mais recente disco da banda de Barcelos que lhe dá nome, que resultou do encontro do coletivo com os compositores Pedro Augusto, Luís Fernandes e Jonathan Saldanha.

A exibição do documentário vai contar com a presença do realizador, que vai depois conversar com os reclusos.

Continuar a ler

Região

Centro Hípico de Guimarães oferece cavalo à Associação de Paralisia Cerebral de Braga

Hipoterapia

em

Foto: Facebook do Centro Hípico da Pena Brava - Abação / DR

O Centro Hípico da Pena Brava, situado em Abação, no concelho de Guimarães, doou um cavalo à Associação de Paralisia Cerebral de Braga (APCB ) para que esta possa “começar a realizar sessões de hipoterapia com os seus utentes”, avançou, esta terça-feira, aquele centro hípico, através do Facebook.

Na publicação em questão é notória a satisfação de “dever cumprido” do centro hípico em doar o Zé Carioca (nome do cavalo) para “uma causa tão importante”.

“Por intermédio do Trote – Centro Hípico, S.A., tivemos conhecimento que a Associação de Paralisia Cerebral de Braga estava sem cavalo para realizar as suas sessões de hipoterapia”, explica a mesma nota.

“É com enorme sentimento de dever cumprido que doamos um dos nossos cavalos, o Zé Carioca, à APCB – Associação de Paralisia Cerebral de Braga, para que as crianças do concelho de Braga continuem a ter sessões de hipoterapia. Desejamos que sejam muito felizes com o nosso Zequinha, assim como nós fomos aqui com ele”, finaliza.

A Associação de Paralisia Cerebral de Braga tem como finalidade a prevenção, habilitação, participação, inclusão social e apoio à família da pessoa com paralisia cerebral e doenças neurológicas em todo o distrito.

Continuar a ler

Famalicão

Famalicão sem copos de plástico no Carnaval

Uma colaboração da autarquia com a Associação Comercial e Industrial Famalicense

em

Foto: DR

A Câmara de Famalicão, em cooperação com a Associação Comercial e Industrial Famalicense, criou uma iniciativa para redução do uso de copos de plástico por parte dos bares e cafés da cidade, durante a festa de Carnaval que se aproxima, anunciou o município na sua página no Facebook.

O uso de copos de plástico reciclável será obrigatório para todos os estabelecimentos dentro do perímetro principal do Carnaval de Famalicão. Caberá aos clientes comprar o copo com a primeira bebida e reutilizar o mesmo ao longo da noite.

Assim que a festa terminar, os presentes, poderão deixar o copo num dos seis postos de reciclagem criados pela autarquia em parceria com a Resinorte, espalhados pelo centro da cidade.

Para Paulo Cunha, presidente da Câmara “com estas iniciativas, a autarquia está a apostar na sustentabilidade ambiental e na consciencialização da comunidade para a necessidade de redução do consumo de plástico. O uso de copos reutilizáveis promove a diminuição dos resíduos plásticos e favorece uma economia circular, com um ciclo de vida sustentável”.

A ter lugar na noite de 24 para 25 de fevereiro, esta noite é uma das mais atrativas de Famalicão onde todos os anos se contam milhares de foliões vindos de vários pontos da zona norte de Portugal.

Este ano, à parte dos disfarces e boa disposição habitual desta data, é esperada uma banda para ajudar as festividades.

Todas as freguesias famalicenses terão um serviço de autocarros, proporcionado pela autarquia, disponível para esta noite.

Continuar a ler

Populares