Seguir o O MINHO

Braga

Freguesia de Braga ‘forçada’ a enterrar os mortos no passeio do cemitério

Enquanto aguarda pela ampliação

em

Foto: Divulgação / Junta de Mire de Tibães

A Junta de Mire de Tibães, em Braga, está a enterrar os mortos num dos locais do cemitério local destinados à circulação de pessoas, depois de ter atingido a capacidade máxima de lotação naquela infraestrutura, foi hoje divulgado.

Enquanto o Município de Braga e a própria Junta aguardam uma autorização especial por parte do Governo para poder construir um alargamento, esta foi a solução encontrada para acolher aqueles que seguem para a ‘morada final’.

Segundo aquela autarquia, decorre, neste momento, por parte do Município, “a elaboração de um projeto para apresentação à tutela governamental com o intuito de brevemente ter esta solução aprovada”, com previsão de alargamento para o terreno da Ouriçosa.

Com o limite completamente atingido, a solução passa pela utilização de um passeio central do eemitério. “Esta é de facto a única solução possível para responder a um direito da população de Mire de Tibães”, refere a autarquia.

Assim que o projeto seja aprovado pela tutela governamental, a Junta de Freguesia irá convocar a população tendo em vista a apresentação mesmo.

Populares