Seguir o O MINHO

Cávado

Freguesia de Barcelos em choque pela morte de Hermano em acidente de mota

“Não devia ter ninguém que não gostasse dele”, disse o presidente da Junta

em

Foto: DR

Hermano César Gomes Lopes, de 48 anos, é a vitima mortal do acidente que ocorreu ao início da madrugada deste sábado, na EN 103, em Encourados, Barcelos, deixando bastante consternada a população da União de Freguesias de Areias de Vilar e Encourados, de onde era natural.

Serralheiro de profissão, Hermano deixa mulher, dois filhos e toda uma freguesia (Areias de Vilar) em estado de choque, conforme revelou a O MINHO o presidente da Junta, José Coelho, após contacto do nosso jornal.

“Está toda gente em choque com o sucedido Era uma pessoa sociável, bastante animada, amigo do amigo… Olhe, era do melhor, como se costuma dizer. Não devia ter ninguém que não gostasse dele”, considera o autarca da UF de Areias de Vilar e Encourados.

Natural de Areias de Vilar, Hermano residia atualmente na freguesia de Várzea, mas mantinha sempre o contacto com a terra natal, onde também tinha casa, a poucos metros da do presidente da Junta. “Ele era muito meu próximo, era meu vizinho, morava a cerca de 100 metros”, recorda, bastante abalado, José Coelho.

Hermano não estava inserido nas chamadas ‘forças vivas’ da freguesia, mas participava num grupo informal, chamado “Amigos de Santa Luzia”, que se dedica a promover ações pela santa padroeira de Encourados.

O barcelense perdeu a vida na sequência de uma colisão entre a mota em que seguia e um veículo ligeiro, esta madrugada, em Encourados, Barcelos.

Pelo que foi possível apurar por O MINHO, a vítima mortal seguia na Estrada Nacional 103, que liga Barcelos a Braga, quando terá colidido contra a traseira de um veículo que entrava à estrada a partir de uma via secundária.

Foram mobilizados os Bombeiros de Barcelinhos e a equipa médica do INEM, mas já não foi possível reverter a situação de paragem respiratória em que a vítima se encontrava, levando a que o óbito fosse ainda declarado no local.

Foto: Carlos Novais

O corpo da vítima foi removido para o gabinete médico-legal de Barcelos, não havendo ainda data para as exéquias fúnebres, sabendo-se, no entanto, que será sepultado em Areias de Vilar.

O alerta para o acidente foi dado cerca das 00:23.

Foto: João Constantino / O MINHO

O Núcleo de Investigação Criminal de Acidentes de Viação da GNR esteve a realizar perícias para apurar as circunstâncias do sinistro, que ainda não são conhecidas.

Foi também ativada a unidade móvel de psicólogos do INEM.

EM FOCO

Populares