Seguir o O MINHO

Desporto

Francisca Cardoso substitui Telma Encarnação na convocatória da seleção

Futebol feminino

em

Foto: Arquivo

A avançada Francisca Cardoso, ex- SC Braga e que representa atualmente as holandesas do Heerenveen, foi chamada à seleção portuguesa de futebol feminino para o lugar de Telma Encarnação, do Marítimo, informou hoje a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

A dianteira maritimista, de 19 anos, foi “dada como inapta pela Unidade de Saúde e Performance da FPF”, sendo substituída por Francisca Cardoso, que foi assim adicionada à lista de 25 jogadoras escolhidas pelo selecionador Francisco Neto, tendo em vista a dupla jornada de qualificação para o próximo Europeu, diante de Escócia e Albânia.

Francisca Cardoso, de 22 anos, conta apenas uma internacionalização, estando na sua primeira época na formação dos Países Baixos, na qual contabiliza quatro golos em oito partidas, depois de três temporadas ao serviço do Sporting de Braga.

Na sexta-feira, a avançada Francisca Nazareth, do Benfica, já tinha entrado na convocatória, “devido à indisponibilidade de Andreia Jacinto”, atleta do Sporting.

Na lista, destacam-se os regressos de Vanessa Marques, que se juntou ao grupo apenas hoje e esteve integrada no treino, e Carolina Mendes, bem como a chamada de Catarina Amado, de 21 anos, que se estreia em jornadas de qualificação da principal seleção feminina.

A capitã Cláudia Neto integra o estágio na terça-feira, por se encontrar ainda “em Itália, ao serviço da Fiorentina”.

Portugal recebe a Escócia (19:00), em 27 de novembro, e a Albânia (17:45), em 01 de dezembro, com ambos os jogos agendados para o Estádio do Restelo, em Lisboa.

No grupo 3 da qualificação, Portugal é segundo classificado, com 10 pontos, menos três do que a líder Finlândia, que tem mais um jogo disputado, enquanto a Escócia é terceira, com nove pontos e também menos um jogo, a Albânia quarta (três pontos) e o Chipre quinto (zero).

Apuram-se para a fase final, em Inglaterra, os vencedores de cada grupo mais os três segundos classificados com melhores resultados face ao primeiro, terceiro, quarto e quinto no seu grupo. Os restantes segundos vão disputar um ‘play-off’, em data a definir.

Lista de 25 convocadas:

– Guarda-redes: Rute Costa (Famalicão), Inês Pereira (Sporting) e Patrícia Morais (Sporting).

– Defesas: Diana Gomes (Sporting de Braga), Dolores Silva (Sporting de Braga), Sílvia Rebelo (Benfica), Carole Costa (Benfica), Ana Seiça (Benfica), Ana Borges (Sporting), Mónica Mendes (Sporting), Joana Marchão (Sporting) e Alicia Correia (Sporting).

– Médios: Vanessa Marques (Ferencvaros/Hun), Cláudia Neto (Fiorentina/Ita), Andreia Faria (Benfica), Tatiana Pinto (Sporting) e Fátima Pinto (Sporting).

– Avançadas: Diana Silva (Aston Villa/Ing), Francisca Cardoso (Heerenveen/Hol), Andreia Norton (Sporting de Braga), Catarina Amado (Benfica), Francisca Nazareth (Benfica), Carolina Mendes (Sporting), Ana Capeta (Sporting) e Melissa Gomes (Stade de Reims/Fra).

Anúncio

Desporto

Portugal com encontro marcado com a França na ronda principal do Mundial de andebol

Andebol

Foto: FAP

A seleção portuguesa de andebol assegurou hoje a passagem à fase principal do Mundial2021, no Egito, em que irá defrontar a também já apurada França, ao alcançar a segunda vitória na prova frente a Marrocos (33-20).

Com uma segunda parte de luxo, com destaque para o parcial de 11 golos marcados e um sofrido, em 12 minutos, Portugal acabou com o sonho de Marrocos, que, a ganhar por 7-2, 9-4 e 10-6, chegou a acreditar ser possível vencer a seleção lusa.

No outro encontro do grupo, depois da derrota na jornada inaugural frente a Portugal (25-23), a Islândia venceu a Argélia, por 39-24, somando os dois primeiros pontos e colocando-se na calha para também prosseguir em prova.

No grupo E, que irá cruzar na fase principal com o F de Portugal, a França – medalha de bronze no Mundial2019 – também alcançou a segunda vitória frente à Áustria, por 35-28, e com um jogo por disputar, na segunda-feira com a Suíça, assegurou a presença na fase seguinte.

A Noruega, finalista vencido na última edição, frente à Dinamarca, venceu a Suíça, por 31-25, e adiou para a derradeira jornada a confirmação da passagem à fase seguinte, onde leva vantagem juntamente com a seleção helvética.

O país anfitrião, o Egito, garantiu uma vaga na rodada principal, ao ‘esmagar’ por 38-19 a Macedónia do Norte (que substituiu à última da hora a desistente República Checa, devido à covid-19), depois de ter vencido o Chile, por 35-29, na partida de estreia.

Juntamente com o Egito, segue para a segunda fase a seleção da Suécia (sexta classificada em 2019), que hoje somou a segunda vitória frente ao Chile (41-26), que irá decidir com a Macedónia do Norte, na derradeira jornada, o terceiro lugar e a continuidade na prova.

O grupo G, que tem já como seleções apuradas a Suécia e o Egito, irá cruzar no grupo 1 da fase principal com o H, que regista também a qualificação da Bielorrússia e da Federação Russa de Andebol, que depois do empate a 32-32 na jornada inaugural venceram hoje os seus adversários.

A Bielorrússia derrotou a Coreia do Sul, por 32-24, enquanto a Federação Russa de Andebol venceu a Eslovénia, por 31-25. A Eslovénia, na terceira posição, parte para a derradeira jornada em vantagem sobre a Coreia do Sul, no que toca ao apuramento para a fase seguinte.

Continuar a ler

Futebol

“Super” Vizela vence Penafiel e é terceiro à condição na II Liga

O Vizela venceu hoje o Penafiel 3-1, na 16.ª jornada da II Liga de futebol, num jogo em que começou a perder e em que os seus centrais estiveram em evidência, ao marcarem todos os seus golos.

Bruno César, ex-jogador do Sporting e do Benfica, que seria expulso no final da primeira parte, colocou o Penafiel em vantagem, aos 18 minutos, mas Matheus (35 e 84) e Aidara (72) operaram a reviravolta para o Vizela.

Os minhotos sobem provisoriamente ao terceiro lugar (o Feirense só joga domingo, frente ao FC Porto B) e já espreitam o segundo classificado (Académica, a quatro pontos), cavando um fosso de quatro pontos para os adversários de hoje, quintos classificados.

O Vizela continua a sua espetacular campanha no regresso à II Liga, somando a quarta vitória consecutiva e o oitavo jogo sem perder, enquanto o Penafiel registou a terceira derrota seguida no campeonato.

O jogo começou a um ritmo intenso e muito disputado a meio-campo, mas com um ascendente para os visitantes, que o materializaram aos 18 minutos, com um grande golo de Bruno César, que rematou de primeira, à entrada da área, após assistência de Gustavo Henrique.

A equipa da casa lidava mal com a agressividade do Penafiel e sentia muitas dificuldades em ligar o jogo.

O seu primeiro lance de algum perigo só surgiu aos 33 minutos, com Cassiano a cabecear ao lado, lance que precederia o golo do Vizela: livre cobrado por Marcos Paulo e Matheus, de cabeça, igualou a partida, aproveitando bem a má saída de Luís Ribeiro da baliza (35).

Antes do intervalo, Bruno César viu dois cartões amarelos no espaço de pouco mais de cinco minutos, pelo que o Penafiel jogou toda a segunda parte com menos uma unidade.

A equipa de Pedro Ribeiro aguentou a investida do Vizela até aos 72 minutos, quando, na sequência de um canto, e de um amortecimento ao segundo poste, Aidara rematou no ‘coração’ da área, sem hipóteses de defesa para Luís Ribeiro.

Matheus ‘bisaria’ na partida, quando, aos 84 minutos, entrou de rompante ,após um canto de Marcos Paulo, e, novamente de cabeça, sentenciou o resultado final para a turma de Álvaro Pacheco.

Ficha de Jogo

Jogo no Estádio do FC Vizela.

Vizela – Penafiel, 3-1.

Ao intervalo: 1-1.

Marcadores:

0-1, Bruno César, 18 minutos.

1-1, Matheus, 35.

2-1, Aidara, 72.

3-1, Matheus, 84.

Equipas:

– Vizela: Pedro Silva, João Pedro (Ericson, 83), Matheus, Aidara, Kiki, Marcos Paulo, Samu, André Soares (Cardozo, 83), Francis Cann (Kiko Bondoso, 57), Tavinho (Richard Ofori, 88) e Cassiano (Diogo Ribeiro, 82).

(Suplentes: Ivo, Marcelo, Ericson, David, Leonel Mosevich, Kiko Bondoso, Richard Ofori, Cardozo e Diogo Ribeiro).

Treinador: Álvaro Pacheco.

– Penafiel: Luís Ribeiro, Denis, David Santos, Paulo Henrique, Coronas (Alan Schons, 76), Bruno César, João Amorim, Simão, Pedro Prazeres (Robinho, 76), Gustavo Henrique (Ronaldo, 69) e Pedro Soares (Vitinha, 46).

(Suplentes: Emanuel Novo, Vitinha, Cassiano, Leandro, Alan Schons, Rafa Sousa, Robinho e Ronaldo).

Treinador: Pedro Ribeiro.

Árbitro: João Pinheiro (Braga).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Pedro Prazeres (39), Bruno César (40 e 45+1), Samu (62), Kiko Bondoso (90+1), Denis (90+1). Cartão vermelho por acumulação de cartões amarelos para Bruno César (45+1).

Continuar a ler

Desporto

Portugal vence Marrocos e lidera grupo no Mundial de Andebol

Andebol

Foto: FAP

A seleção portuguesa de andebol somou hoje o segundo triunfo no Mundial2021 do Egito, ao vencer Marrocos por 33-20, em jogo da segunda jornada do grupo F da prova.

Depois de uma primeira parte menos conseguida, na qual terminou igualado 12-12, Portugal entrou melhor no segundo tempo e foi-se distanciando no marcador, terminando a partida com 13 golos de vantagem.

Com este triunfo, Portugal lidera o grupo com quatro pontos, mais dois do que a Argélia, que ainda hoje defronta a Islândia, seleção que ainda não pontuou, a exemplo da equipa marroquina.

Na segunda-feira, Portugal defronta a seleção argelina, na terceira e última jornada desta fase preliminar.

Continuar a ler

Populares