Seguir o O MINHO

Futebol

Francês Clément Turpin dirige embate entre Holanda e Inglaterra da Liga das Nações

Jogo em Guimarães

em

Foto: Divulgação/FFF

O francês Clément Turpin vai arbitrar o jogo entre a Holanda e a Inglaterra, das meias-finais da Liga das Nações, na quinta-feira, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, anunciou hoje a UEFA.


Clément Turpin, de 37 anos e internacional desde 2010, vai arbitrar pela segunda vez a seleção holandesa, depois de ter estado na vitória no Cazaquistão (2-1), na qualificação para o Euro2016, e pela terceira vez a inglesa, que dirigiu nos triunfos caseiros frente à Eslováquia (2-1), de apuramento para o Mundial2018, e à Suíça (1-0), em setembro de 2018.

Holanda e Inglaterra disputam na quinta-feira, a partir das 19:45, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, a segunda meia-final da Liga das Nações, um dia depois de Portugal e Suíça se defrontarem no Estádio do Dragão, no Porto.

Anúncio

Futebol

Sporting-FC Porto é ‘prato forte’ da quarta jornada

I Liga

em

Foto: Ilustrativa / DR

O clássico Sporting-FC Porto é ‘prato forte’ da quarta jornada da I Liga de futebol, antes do Benfica visitar o Rio Ave, em jogos que antecedem a fase de grupos das competições da UEFA.

O jogo entre ‘leões’ e ‘dragões’, que será o primeiro entre ambos sem público nas bancadas do Estádio José Alvalade (20:30), deverá promover algumas estreias de jogadores, mas tem outros em dúvida.

No FC Porto, que vem de uma derrota em casa com o Marítimo (3-2), Alex Telles saiu para o Manchester United e Danilo para o Paris Saint-Germain e chegaram os reforços Nanu, Sarr, Grujic, Toni Martínez e Felipe Anderson, enquanto, também nos últimos dias do mercado, já após a terceira ronda, o Sporting assistiu ao regresso de João Mário e viu partir Wendel para o Zenit.

O clássico poderá promover a estreia de alguns, em contraponto às dúvidas no FC Porto em relação a Marchesín (lesão) ou Luís Díaz e Uribe (contacto com um caso covid-19), ou no Sporting em relação Feddal e Jovane Cabral, que treinam sob vigilância médica, e Eduardo Quaresma e Sporar, que efetuam tratamento devido a problemas físicos.

No jogo, os ‘dragões’ estão pressionados após a derrota em casa com o Marítimo, que os deixou a três pontos do rival Benfica (com pleno de vitórias), enquanto o Sporting procura manter o registo cem por cento vitorioso, quando tem em atraso o jogo com o Gil Vicente.

O líder Benfica chega à ronda, e após a paragem para as seleções, à procura da quarta vitória, numa visita sempre difícil a Vila do Conde, frente a um Rio Ave nesta época treinado por Mário Silva e que ainda não venceu, somando três empates.

Para o jogo de domingo (20:00), Jorge Jesus tem em dúvida o central Vertonghen, com uma fratura no rosto, e não deverá ainda contar com o médio marroquino Taarabt, sendo possível a estreia a titular, ao lado de Otamendi, do central francês Todibo.

O Rio Ave (13.º), que no arranque de época levou o AC Milan às grandes penalidades e falhou por pouco a fase de grupos da Liga Europa, ainda não venceu no campeonato, com empates fora com Tondela e Famalicão, e em casa com o Vitória de Guimarães.

Tal como os vila-condenses, Farense (18.º, só com derrotas), Tondela (17.º), Portimonense (16.º), Paços de Ferreira (15.º) e Boavista (14.º) ainda não venceram na edição 2020/21 da I Liga de futebol.

A jornada tem início no sábado com as visitas de Portimonense e de Tondela ao Marítimo (3.º) e ao Gil Vicente (9.º, com menos um jogo), respetivamente, a partir das 15:30, enquanto o Paços de Ferreira – que não terá treinador Pepa, que testou positivo à covid-19 – recebe no domingo o Santa Clara (2.º), às 15:00, e o Boavista na segunda-feira o Vitória de Guimarães (8.º), às 20:15.

Será a estreia de João Henriques, que nas duas últimas épocas treinou o Santa Clara, à frente do Vitória SC, depois de o ex-futebolista internacional Tiago Mendes, que tinha em Guimarães a primeira experiência como treinador na Liga, ‘bater com a porta’, apresentando a demissão.

Noutros jogos, o SC Braga (12.º), com a possibilidade do regresso do argentino Gaitán, que tinha uma paragem por lesão estimada em quatro semanas, recebe no sábado o Nacional (6.º, ainda sem derrotas), e o Belenenses SAD (11.º) joga também em casa, mas no domingo com o Moreirense (7.º).

A ronda antecede as estreias europeias de FC Porto, na quarta-feira na Liga dos Campeões em casa do Manchester City, e de Benfica e Sporting de Braga na quinta-feira na Liga Europa, com as águias em casa dos polacos do Lech Poznan, e os arsenalistas em Braga com o AEK Atenas.

Programa da quarta jornada:

– Sábado, 17 out:

Gil Vicente – Tondela, 15:30.

Marítimo – Portimonense, 15:30.

SC Braga – Nacional, 18:00.

Sporting – FC Porto, 20:30.

– Domingo, 18 out:

Paços de Ferreira – Santa Clara, 15:00.

Belenenses SAD – Moreirense, 15:00.

Farense – Famalicão, 17:30.

Rio Ave – Benfica, 20:00.

– Segunda-feira, 19 out:

Boavista – Vitória SC, 20:15.

Continuar a ler

Futebol

Jogador do Moreirense testa positivo e fica em isolamento no Algarve

Covid-19

em

Foto: DR

O futebolista internacional guineense Ibrahima Camará, que alinha pelo Moreirense, testou positivo à covid-19 e está isolado e estável num hotel no Algarve, confirmou hoje à Lusa fonte do clube da I Liga.

O médio é um dos cinco casos de infeção pelo novo coronavírus observados no estágio da seleção da Guiné-Conacri, que esteve concentrada no Algarve ao longo da última semana e meia, num lote que ainda integra o guarda-redes Ibrahim Koné, o defesa Florentin Pogba, o avançado François Kamano e o colega de setor Naby Keita.

Ao contrário dos restantes compatriotas, isolados no Algarve ao abrigo das normas decretadas pelas autoridades de saúde, o médio do Liverpool foi autorizado a regressar a Inglaterra na terça-feira, após ter repetido o teste e acusado negativo à covid-19.

Ibrahima Camará, de 21 anos, esteve ausente no sábado do triunfo sobre Cabo Verde (2-1), em encontro particular disputado no Estádio Algarve, em Faro, onde se deveria ter realizado na terça-feira o duelo entre Guiné-Conacri e Gâmbia, que foi cancelado.

O médio está assintomático e vai falhar os próximos compromissos do Moreirense, depois de ter sido suplente utilizado nas duas rondas iniciais e testado negativo no último controlo efetuado pelos ‘cónegos’ antes da receção ao Boavista (1-1), em 02 de outubro.

Os vimaranenses já tinham notificado casos de infeção por covid-19 durante a retoma da última edição da I Liga, designadamente, do defesa guineense Abdu Conté, e na pré-temporada, quando detetaram outro atleta com teste positivo, cuja identidade não foi conhecida.

O Moreirense, 10.º colocado, com quatro pontos, em nove possíveis, desloca-se ao terreno do Belenenses SAD, no oitavo posto, com os mesmos pontos, no domingo, às 15:00, no Estádio Nacional, em Oeiras, em encontro da quarta jornada da I Liga.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e oitenta e sete mil mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 2.117 em Portugal.

Continuar a ler

Futebol

Tiago Mendes diz que saída do Vitória foi decisão “meditada”

Vitória SC

em

Foto: DR

O treinador Tiago Mendes afirmou hoje, em comunicado, que a saída do Vitória SC, depois de cumpridas três jornadas da I Liga portuguesa de futebol, foi uma “decisão muito meditada”, a “pensar no bem de todos”.

Tiago Mendes formalizou hoje a rescisão com o clube vimaranense, o primeiro que representou como treinador principal, e assumiu ter encerrado uma etapa que começou com “muita ilusão”, depois de ter refletido sobre a situação em que se encontrava.

“Foi uma decisão muito meditada e, não tenho dúvida, acertada, a pensar no bem de todos”, lê-se na nota enviada à Lusa pelo antigo médio, internacional pela seleção portuguesa em 66 ocasiões.

Apresentado em Guimarães no dia 17 de agosto, o técnico, de 39 anos, viu a sua saída oficializada na passada quinta-feira e adiantou que, no período em que esteve em Guimarães, “acontecido algumas situações que geraram uma distância demasiado grande” para poder “manter a exigência de trabalho adequada”, num clube “tão grande como o Vitória”.

O treinador natural de Viana do Castelo admitiu ainda sentir-se “em dívida” para com os jogadores, o ‘staff’, “as pessoas que trabalham no dia a dia no clube e que tornam possível o seu funcionamento” e também os “adeptos”, na sequência da decisão tomada.

Após a saída de Tiago Mendes, entretanto substituído por João Henriques, a equipa minhota é oitava classificada da I Liga, com quatro pontos em três jogos: derrota caseira com o Belenenses SAD (1-0), empate no terreno do Rio Ave (0-0) e triunfo na receção ao Paços de Ferreira (1-0).

Antes de representar os vimaranenses, o ex-jogador de SC Braga, Benfica, Chelsea (Inglaterra), Lyon (França), Juventus (Itália) e Atlético de Madrid (Espanha) foi adjunto de Diego Simeone no clube madrileno, na época 2017/18, e treinador da seleção portuguesa sub-15, em 2019.

Quando oficializou a saída, a administração da SAD vitoriana mostrou-se “surpreendida” pela “quebra de um trabalho de vários meses entre a estrutura do futebol e o treinador”, tendo vincado que a decisão de Tiago Mendes foi uma “manifestação de insegurança”.

Continuar a ler

Populares