Seguir o O MINHO

Futebol

Francês Clément Turpin dirige embate entre Holanda e Inglaterra da Liga das Nações

Jogo em Guimarães

em

Foto: Divulgação/FFF

O francês Clément Turpin vai arbitrar o jogo entre a Holanda e a Inglaterra, das meias-finais da Liga das Nações, na quinta-feira, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, anunciou hoje a UEFA.

Clément Turpin, de 37 anos e internacional desde 2010, vai arbitrar pela segunda vez a seleção holandesa, depois de ter estado na vitória no Cazaquistão (2-1), na qualificação para o Euro2016, e pela terceira vez a inglesa, que dirigiu nos triunfos caseiros frente à Eslováquia (2-1), de apuramento para o Mundial2018, e à Suíça (1-0), em setembro de 2018.

Holanda e Inglaterra disputam na quinta-feira, a partir das 19:45, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, a segunda meia-final da Liga das Nações, um dia depois de Portugal e Suíça se defrontarem no Estádio do Dragão, no Porto.

Anúncio

Futebol

Fábio Veríssimo apita SC Braga -Benfica. Árbitro de Barcelos no Sporting – Porto

Taça da Liga

Foto: DR / Arquivo

João Pinheiro, da Associação de Futebol de Braga, é o árbitro do jogo de terça-feira da meia-final da Taça da Liga entre Sporting e FC Porto (19:45), informou hoje a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

João Pinheiro, de Barcelos, 33 anos, terá como árbitros assistentes no clássico a disputar no Estádio Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria, Tiago Costa e Nuno Eiras. Manuel Oliveira será o quarto árbitro, e no videoárbitro (VAR) estará Vítor Ferreira.

O clássico entre ‘leões’ e ‘dragões’ será o quarto na carreira de João Pinheiro.

O árbitro de Braga esteve na última época na vitória do FC Porto na I Liga no Estádio do Dragão, por 2-0, e antes disso na final da Taça da Liga em 2019, que o Sporting venceu nas grandes penalidades (1-1, 3-1), e na primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal, em 2017/18, com triunfo dos portistas (1-0).

Esta temporada, João Pinheiro já esteve em dois jogos do FC Porto, nas vitórias no campeonato em casa com o SC Braga (3-1) e fora com o Santa Clara (1-0), e na receção do Sporting ao Paços de Ferreira (3-0), na Taça de Portugal.

A FPF informou também hoje que na outra meia-final, entre SC Braga e Benfica, agendada para quarta-feira (19:45) no mesmo local, estará o árbitro Fábio Veríssimo, da Associação de Futebol de Leiria.

O árbitro leiriense será coadjuvando pelos árbitros assistentes Bruno Rodrigues e Sérgio Jesus, na função de quarto árbitro estará Hélder Malheiro e no VAR Rui Costa.

Fábio Veríssimo esteve nos quartos de final da Taça da Liga em que o Benfica afastou o Vitória de Guimarães (1-1, 4-1 nas grandes penalidades), e na derrota do Sporting de Braga em casa do Sporting (2-0) e triunfo no terreno do Vitória de Guimarães (1-0), em jogos do campeonato.

A Taça da Liga terá as meias-finais na terça e quarta-feira, e a final no sábado.

Continuar a ler

Futebol

Gil Vicente perde ao ‘cair do pano’

I Liga

Foto: DR

O Gil Vicente perdeu hoje em casa frente ao Marítimo por 0-1, em jogo a contar para a 14.ª jornada da Liga portuguesa de futebol.

Os gilistas sofreram o golo da derrota nos instantes finais quando, aos 87 minutos, Lucas marcou para os insulares.

(em atualização)

Continuar a ler

Futebol

“Queríamos regressar rapidamente às vitórias”

João Pedro Sousa

Imagem: FC Famalicão / Facebook

Declarações dos treinadores após a vitória do Famalicão diante do Santa Clara, por 2-1, em jogo da 14.ª jornada da I Liga de futebol, realizado nos Açores.

João Pedro Sousa – treinador do FC Famalicão: “O jogo foi muito equilibrado, com poucas oportunidades de golo. Foi um jogo importante para nós, queríamos regressar rapidamente às vitórias, vínhamos de um ciclo muito negativo e, portanto, este jogo era muito importante.

Foi um jogo difícil, o jogo não foi muito bem jogado, devido também às condições do campo, o que foi pena, porque são duas equipas que gostam de praticar bom futebol e gostam de fazer bons espetáculos.

De facto, o jogo foi muito equilibrado, com poucas oportunidades de golo, quer para uma equipa quer para outra. Não posso deixar também de realçar a competência dos nossos golos, um de penálti e outro de livre direto.

O Santa Clara obrigou ao erro, pressionou a nossa saída na fase de construção e acabou por fazer um golo. Contudo, fizemos dois, não posso deixar de achar que foi um resultado justo”..

Continuar a ler

Populares