Seguir o O MINHO

Braga

Fonte do Ídolo acolhe exposição de fotos da Semana Santa de Braga

em

O monumento romano da Fonte do Ídolo, de Braga, acolhe a exposição de fotografia dos trabalhos premiados na edição anterior do concurso “A Semana Santa de Braga”.


A mostra está patente até dia 5 de abril, de segunda a sexta, das 9:30 às 13:00 e das 14: às 17:30, e aos sábados, das 11:00 às 17:30. A entrada é livre.

Ontem, na inauguração do evento, foi anunciado o lançamento da 10ª edição desta iniciativa, inserida no programa cultural da Semana

A Comissão da Semana Santa promove anualmente o Concurso de Fotografia subordinado ao tema. Tem como objetivo o de “sensibilizar todos os amantes da fotografia para o tema em particular, e em geral para esta época tão especial da cidade , bem como estimular e difundir a criatividade na arte da fotografia”.

Quer, ainda, promover um “banco de imagens”, guardando, para memória futura, algumas das melhores imagens de cada ano.

O evento, “que se foi afirmando, ao longo de nove edições, pela qualidade, credibilidade, e dimensão, é já um dos eventos mais aguardados do programa cultural da Semana Santa”.

O Concurso de Fotografia cumpre dez anos de existência: o valor dos prémios atribuídos nas várias edições (incluindo este ano) foi de 20 mil euros. E não inclui os custos de organização, que rondam número idêntico. O total de concorrentes ultrapassa os 900. E o número de fotos recebidas a concurso passa as 6 mil.

Os prémios são aliciantes: 1º prémio: EOS 77D C/ 18-135 IS Pack, de 1.249 euros; 2º prémio: EOS M50 BLK 15-45 IS STM, de 749 euros; 3º prémio: EOS 2000D 18-55 IS II, de 539 euros.

Anúncio

Braga

Câmara de Braga está a recrutar seis licenciados em engenharia civil

Emprego

em

Foto: Facebook de Município de Braga

A Câmara de Braga está a recrutar seis técnicos superiores com licenciatura em engenharia civil. As candidaturas podem ser feitas até 16 de novembro.

O contrato de trabalho em questão é por tempo indeterminado e o salário é de 1.205 euros.

Os interessados devem remeter a candidatura para Câmara Municipal de Braga Praça Conde de Agrolongo, 4704 – 514 Braga.

Os candidatos podem obter esclarecimentos através dos contactos 253616060 ou [email protected]

Mais informação pode ser consultada na Bolsa de Emprego Público.

Continuar a ler

Braga

Desemprego preocupa autarca de Terras de Bouro. “Concelho vive quase só do turismo”

Três maiores unidades hoteleiras encerram em novembro

em

Foto: DR / Arquivo

O presidente da câmara de Terras de Bouro atribuiu hoje o número baixo de casos de infeção por SARS-CoV-2 no concelho à baixa densidade no território e ao “excelente e inacabável” trabalho de prevenção dos empresários, instituições e autarquia.

Em declarações à Lusa, Manuel Tibo mostrou-se, no entanto, preocupado com a “saúde económica” do concelho, que viu as três maiores unidades hoteleiras a encerrar no início de novembro “sem data para abrir”, salientando que os “custos económicos” da atual pandemia “estão a ser pesados e caros”.

Terras de Bouro é um dos dois concelhos no distrito de Braga – o outro é Vieira do Minho – que não estão abrangidos na lista dos 121 com 240 ou mais casos por cada 100 mil habitantes e sujeitos e medidas mais restritas de combate ao novo coronavírus, que provoca a doença covid-19, havendo “apenas” cerca de 10 acasos ativos.

“Não estamos nessa lista, mas optamos por aconselhar os nossos munícipes a adotar os mesmos comportamentos daqueles que estão nos concelhos referenciados. Porque hoje não estamos, mas não estamos livres de amanhã ter um surto. Não podemos ter a falsa sensação de segurança ou imunidade”, alertou o autarca.

Segundo Manuel Tibo, “é importante que a população não encare esta vantagem como um golpe de sorte”, uma vez que se hoje o município “tem estes números relativamente positivos é devido a um grande esforço por parte da autarquia, empresário e das instituições” concelhias.

“A autarquia investiu muito, os nossos empresários investiram muito em medidas de proteção. O exemplo disso foi o facto de no verão termos provado que é possível receber turistas, e recebemos milhares, e não houve daí consequências maiores”, salientou.

O autarca referiu ainda que, “neste caso, a baixa densidade é uma vantagem”, lembrando que o concelho tem cerca de sete mil habitantes.

“O baixo número de habitantes joga a nosso favor, neste caso. Mas também aqui é de salientar que temos muitos habitantes a trabalhar fora do concelho, como os professores, mas está a ser um excelente trabalho de prevenção, com todos os cuidados”, disse.

Manuel Tibo apontou, no entanto, preocupações: “O que mais me preocupa neste momento é a saúde económica do concelho. Principalmente o desemprego”.

“Este é um concelho que vive quase só do turismo. No início de novembro, três das nossas principais unidades hoteleiras fecharam sem data para abrir. Só estes três hotéis afetam centenas de trabalhadores e isso é preocupante. Esta pandemia está a ter custos económicos muito elevados”, disse.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,2 milhões de mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 2.590 em Portugal.

No sábado, o primeiro-ministro anunciou medidas de combate à pandemia que colocam 121 concelhos sob regras mais restritas a partir de quarta-feira.

Os restaurantes naqueles territórios não poderão ter mesas com mais de seis pessoas e o seu horário de fecho passa a ser as 22:30, os estabelecimentos comerciais terão de fechar, na generalidade, às 22:00.

Ficam proibidas as feiras e os mercados de levante, e os eventos e celebrações ficam limitados a cinco pessoas, exceto nos casos em que os participantes pertencem ao mesmo agregado familiar.

Continuar a ler

Braga

Concelho de Braga ultrapassa os 3.000 infetados com 101 novos casos em 24 horas

Covid-19

em

Foto: CM Braga (Arquivo)

O concelho de Braga regista esta segunda-feira 865 casos ativos de covid-19. O município ultrapassou a barreira dos três mil infetados, contabilizando 3.088 casos desde o início da pandemia – mais 101 em 24 horas.

Os dados apurados por O MINHO junto de fonte do setor local da saúde foram atualizados às 17:30 de hoje.

Há ainda 2.148 doentes curados e 75 óbitos a lamentar. Recorde-se que o presidente da Câmara, Ricardo Rio, tinha este domingo anunciado a existência de novo óbito, o que não se verificava desde 16 de junho.

Por fim, estão 1.289 pessoas em isolamento profilático.

Continuar a ler

Populares