Seguir o O MINHO

Alto Minho

Fogo no concelho de Caminha ameaça aldeia de Castanheira

em

O presidente da junta de freguesia de São João de Arga, Ventura Gonçalves, afirmou hoje que o fogo que lavra próximo da localidade poderá chegar a Castanheira, a aldeia mais próxima.

De acordo com Ventura Gonçalves, a estrada camarária 552 (entre a A28 e São João de Arga) continua cortada nos dois sentidos por causa da intensidade das chamas e as preocupações incidem no lugar da Castanheira, onde vivem 30 pessoas em 15 habitações e que poderão ser retiradas nas próximas horas.

No combate às chamas, há a registar um bombeiro ferido, com uma fratura no pé.

Em declarações, Ventura Gonçalves deixou ainda críticas à atuação dos meios aéreos:

“Andaram o dia todo a gastar água em sítios onde não era necessário e onde se impunha que continuasse a arder de forma a defender melhor as povoações”.

Horas antes, o segundo comandante de Santarém responsável máximo pelo combate ao fogo, José Guilherme, afirmou que os meios aéreos, devido ao cair da noite, já deixaram de ajudar no combate ao incêndio e que foi pedido um reforço de meios de combate.

A caminho do local do incêndio, junto à aldeia de São João de Arga, no vale da Serra da Arga, estavam mais 140 operacionais de corporações de bombeiros da zona centro e sul do país.

Populares