Seguir o O MINHO

País

Fisco alerta contribuintes para a existência de e-mails fraudulentos

Com uso do portal das Finanças

em

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) alertou para a existência de mensagens de correio eletrónicas fraudulentas que usam o endereço “portal das finanças” e pede aos contribuintes para não abrirem o ‘link’ que é sugerido.


“A Autoridade Tributária e Aduaneira tem conhecimento de que alguns contribuintes têm recebido mensagens de correio eletrónico provenientes do endereço [email protected] nas quais é pedido que se carregue num ‘link’ que é fornecido”, refere a AT, avisando que “estas mensagens são falsas e devem ser ignoradas”.

No alerta de segurança publicado no Portal das Finanças (www.portaldasfinancas.gov.pt), a AT sublinha ainda que o objetivo destas mensagens fraudulentas “é convencer o destinatário a aceder a páginas maliciosas carregando no ‘link’ sugerido” e avisa que “em caso algum [o contribuinte] deverá efetuar essa operação”.

Ao longo dos últimos anos, a AT tem feito vários alertas semelhantes depois de ter detetado ou de chegar ao seu conhecimento a existência de tentativas de ataques de ‘phishing’ (técnica de fraude ‘online’).

A mensagem fraudulenta que agora foi identificada refere a existência de um “débito” e utiliza terminologia que não é sequer habitual, como a referência de que “o email foi gerado durante o processo de emissão da fatura eletrónica para o lado negativo”.

Anúncio

País

Costa assume hipótese de recolher obrigatório “no momento em que for necessário”

Covid-19

em

Foto: DR

António Costa assumiu hoje que o recolher obrigatório pode estar a caminho num momento mais “necessário”. Em declarações aos jornalistas, o primeiro-ministro comentava as medidas de outros países europeus que já impuseram aos cidadãos a obrigatoriedade de não andar na rua a partir de certa hora.

Costa admite que o Governo não vai excluir a necessidade de adotar qualquer medida no país “no momento em que for necessário”.

“Temos de ir guardando as medidas para as usar nos momentos em que são necessárias para evitar a fadiga da população”, disse o chefe de Governo.

Continuar a ler

País

Ministra da Saúde diz que toda a região Norte tem mapas de risco

Covid-19

em

Foto: DR

A ministra da Saúde disse hoje que toda a região Norte tem mapas de risco a funcionar e a avaliar a situação epidemiológica.

“Toda a região Norte já está com mapas de risco a funcionar e a avaliar a situação epidemiológica. São esses mapas de risco que norteiam a nossa decisão”, afirmou Marta Temido na conferência de imprensa de atualização de informação relativa à infeção pelo novo coronavírus.

A ministra explicou que os mapas de risco, que refletem a incidência de novos casos de covid-19 e a velocidade de crescimento da doença, é um processo recente que estava previsto no plano de saúde outono-inverno.

A governante frisou que todas as decisões tomadas em Lisboa e Vale do Tejo, designadamente nos concelhos da Amadora, Loures, Odivelas, Sintra e Lisboa, em junho e julho, foram baseadas na análise de mapas de risco.

No entanto, a ministra ressalvou que este instrumento deve ser utilizado “com prudência”.

“Pode ser um instrumento muito importante na adoção de medidas locais e regionais, pode ajudar a definir as fronteiras de zonas onde há uma maior transmissão, mas têm um impacto interpretativo nas pessoas. Não podemos esquecer que mapear uma zona com uma tipologia de cores pode ter algum efeito negativo na forma como se encaram determinadas localidades”, avisou Marta Temido.

A ministra disse ainda que os mapas de risco “são um instrumento”, mas “não o único de tomada de decisão”.

Portugal contabiliza hoje mais 31 mortos relacionados com a covid-19 e 2.899 casos confirmados de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

De acordo com o boletim hoje divulgado, desde o início da pandemia de covid-19 Portugal já contabilizou 112.440 casos confirmados e 2.276 óbitos.

Continuar a ler

País

2.º prémio do Euromilhões, de 261 mil euros, saiu em Portugal

Jogos Santa Casa

em

Foto: DR

O segundo prémio do Euromilhões, no valor de 261.553,32 euros, saiu a um apostador que registou o boletim em Portugal, indica o departamento de jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

Outros três apostadores no estrangeiro ganharam o mesmo valor.

No sorteio desta sexta-feira não houve totalistas, engordando o jackpot para 87 milhões, a sortear na próxima terça-feira.

É esta a chave do sorteio do Euromilhões desta sexta-feira, 23 de outubro: 19 23 10 21 e 15 (números) e 3 e 12 (estrelas).

Continuar a ler

Populares