Seguir o O MINHO

Região

Finanças “travam” novas ambulâncias do INEM para Ponte de Lima e Valença

Agora são os próprios bombeiros a lançar os concursos

em

Foto: DR / Arquivo

O INEM previa comprar este ano 75 novas ambulâncias para equipar os postos de emergência médica, mas o Ministério das Finanças não autorizou o uso do dinheiro necessário, apesar de a verba ser do próprio instituto. Bombeiros de Ponte de Lima e Bombeiros de Valença entre as corporações “afetadas” por este “bloqueio”.

Segundo documentos a que a agência Lusa teve acesso e de acordo com a Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP), em causa estão 75 novas viaturas para a renovação da frota de ambulâncias afetas aos corpos de bombeiros e a delegações da Cruz Vermelha, que compõem os postos de emergência médica em todo o país.

Para a renovação das viaturas, o INEM tinha apresentado em 2017 à tutela um plano plurianual – entre 2018 e 2021, tendo invocado a “absoluta necessidade de renovação” das ambulâncias, devido à idade elevada das viaturas, muitas delas com mais de 12 anos, e a indisponibilidade em que ficam por motivos de avaria mecânica.

Documentos consultados pela agência Lusa mostram que o então secretário de Estado Adjunto e da Saúde Fernando Araújo deu a concordância a este plano e em 2018 foram renovadas 75 ambulâncias dos postos de emergência, ainda entregues pelo anterior ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes.

Para este ano, o INEM previa adquirir mais 75 ambulâncias e teve de submeter ao Ministério das Finanças um pedido de autorização para recorrer aos saldos de gerência do instituto de anos anteriores, num montante a rondar os cinco milhões de euros.

Contudo, as Finanças apenas autorizaram um milhão de euros.

Quando as ambulâncias adquiridas pelo INEM não estão disponíveis, os bombeiros e a Cruz Vermelha utilizam as suas próprias viaturas, mas o valor que é suportado pelo instituto aumenta para mais do dobro.

O presidente da LBP, Jaime Marta Soares, lamenta que o Ministério das Finanças queira “pôr em causa a qualidade do socorro de emergência dos portugueses”.

“Isso será gravíssimo. Seria deixar pessoas a morrer na valeta. Há um acordo entre a Liga dos Bombeiros Portugueses e o INEM, que até ao momento tem sido correto, mas que depende da boa ou má disposição das Finanças para poder libertar verbas que são apenas resultado de uma boa gestão do INEM, não aumentam o Orçamento do Estado”, comentou Marta Soares em declarações à agência Lusa.

O presidente da LBP indicou que há ambulâncias nos postos de emergência a necessitar de substituição urgente, algumas com 15 ou até 20 anos de serviço e já sem condições para quem necessita de transporte urgente.

“Nem quero acreditar que dentro de pouco tempo as verbas não estejam à disposição”, afirmou Marta Soares.

O presidente da LBP considera que o acordo entre os bombeiros e o INEM “cria poupanças extraordinárias ao erário público”, lembrando que antes os concursos para aquisição das viaturas eram lançados pelo INEM e que demoravam pelo menos três anos, pagando o instituto um IVA de 23%.

Agora, são os próprios bombeiros a lançar os concursos, que se concluem em poucos meses, pagando 6% de IVA.

Segundo informação publicada no site do INEM, a nova metodologia negociada com a Liga dos Bombeiros permite uma “aquisição mais rápida de ambulâncias”, porque as entidades podem adquirir viaturas por um “custo menor”.

O INEM refere ainda que “uma ambulância de socorro é muito mais do que uma viatura sobre quatro rodas. É na realidade um instrumento para salvar vidas, já que se espera que o tratamento às vítimas de acidente ou doença súbita comece ainda antes da chegada à unidade de saúde”.

Jaime Marta Soares disse à Lusa que, segundo o plano estabelecido pelo INEM para 2018/2021, estão já definidas as entidades que este ano iriam ter novas ambulâncias e que aguardam pela renovação da frota.

Bombeiros Voluntários do Montijo, de Ílhavo, de Torres Novas, Trofa, Algés, Óbidos, Ourique, Oliveira do Bairro, Ponte de Lima, Mirandela, Entroncamento, Ovar, Seia, Penacova, Leiria, Cascais, Santiago do Cacém, Beja, Fátima, Oeiras ou Valença são algumas das entidades que deviam ter novas ambulâncias.

Contactada pela Lusa, fonte oficial do Ministério das Finanças indicou que este ano já foi autorizado um reforço do orçamento para o INEM além do que tinha sido inicialmente aprovado pelo parlamento.

“O orçamento previsto para o INEM tem crescido de forma significativa nos últimos anos, assim como a sua execução. Em 2019 o orçamento do INEM teve um aumento de 11,8 milhões de euros face a 2018, o que representa um crescimento de cerca de 12%. Este ano, já foi autorizado pelo Governo o reforço do orçamento para além do que tinha sido inicialmente aprovado pela AR, através de um procedimento excecional previsto para este efeito. Tal como em todos os serviços do Estado as necessidades de reforço orçamental estão continuamente a ser avaliadas e as do INEM com particular atenção”, refere a resposta do Ministério das Finanças.

Anúncio

Guimarães

Aos 13 anos, Luís Alves (Guimarães) conquista 4.º título de campeão nacional no Karting

Piloto do Vitória SC

em

Foto: Divulgação

O jovem vimaranense Luís Alves sagrou-se campeão nacional de Karting na categoria júnior, este fim de semana, depois de se classificar em 2.º na última prova do campeonato que decorreu em Baltar, concelho de Paredes.

O piloto, que defende as cores do Vitória Sport Clube, conquistou o quarto título de campeão nacional na carreira, depois de já ter conquistado o ceptro em cadetes [2015] e de se ter sagrado bicampeão nacional em juvenis [2016 e 2017].

Em comunicado enviado pela equipa que gere a comunicação do piloto, Luís Alves refere que a vitória já estava em vista, não sendo para isso necessário lutar pelo primeiro lugar na prova de domingo.

“No domingo, sabia que não valia a pena arriscar para tentar ganhar a segunda manga e a final, simplesmente porque não era possível”, dá conta o vimaranense, classificando o título como “saboroso”.

“Pelo que trabalhámos ao longo da época toda, este foi um título muito saboroso, um dos mais especiais da minha carreira”, sublinha.

Luís Alves já prepara a participação na Taça de Portugal de Karting, que decorre entre os dias 2 e 3 de novembro, em Palmela.

 

 

 

Continuar a ler

Guimarães

Fogem à GNR enquanto furtavam combustível em Guimarães

Acabaram detidos entre Póvoa de Lanhoso e Braga

em

Foto: GNR

Dois homens, de 46 e 35 anos, foram detidos este domingo após perseguição policial na sequência de um furto de combustível em Taipas, Guimarães.

Em comunicado, o comando territorial de Braga da Guarda Nacional Republica (GNR) informa que, na sequência de uma denúncia de que estaria a decorrer um roubo de combustível, militares do posto territorial de Taipas encetaram perseguição dos suspeitos, tendo detetado os mesmos “possivelmente” na localidade de Póvoa de Lanhoso quando seguiam em direção a Braga.

“Pouco tempo depois, os militares conseguiram intercetar a viatura em que seguiam, tendo os suspeitos tentado ainda uma fuga apeada, sem sucesso, acabando por ser detidos”, refere aquela polícia.

Os suspeitos tinham na sua posse diverso material utilizado no furto de combustível, destacando-se a apreensão de um veículo, 45 litros de gasóleo e dez recipientes vazios.

De acordo com a GNR, os suspeitos “são reincidentes neste tipo de furtos, tendo inclusivamente furtado o veículo que conduziam para consumarem o furto e transportarem os recipientes com o gasóleo”.

A viatura furtada vai ser entregue esta segunda-feira ao seu legítimo proprietário.

Os detidos estão, neste momento, a ser presentes no Tribunal Judicial de Guimarães.

A ação contou com o apoio de militares do Destacamento de Intervenção de Braga.

Continuar a ler

Braga

Ciclista ferido em colisão com automóvel na Póvoa de Lanhoso

Na EN 103

em

Foto: DR / Arquivo

Um ciclista ficou com ferimentos na sequência de uma colisão na Estrada Nacional 103, esta manhã de segunda-feira, em Covelas, Póvoa de Lanhoso.

O sinistro deu-se junto ao motel Bracancun, já na entrada da freguesia de Pousada, no concelho de Braga, em circunstâncias que ainda não foram reveladas.

Ao que apurou O MINHO junto do fonte do Comando Distrital de Operações e Socorro de Braga, a vítima sofreu ferimentos considerados ligeiros.

A vítima foi transportada para o Hospital de Braga pelos Bombeiros da Póvoa de Lanhoso.

O alerta foi registado pelo Centro de Orientação de Doentes Urgentes do INEM cerca das 11:00.

A GNR registou a ocorrência que condicionou o trânsito naquela via.

Continuar a ler

Populares