Seguir o O MINHO

Atletismo

Filomena Costa volta a ser madrinha de trail solidário dos bombeiros de Braga

Maratonista bracarense apoio iniciativa que espera contar com 1.500 participantes

em

Foto: Divulgação

A maratonista bracarense Filomena Costa vai, este ano, voltar a ser madrinha do Trail Solidário a Favor dos Bombeiros Voluntários de Braga, anunciou esta quarta-feira a organização.

A prova, organizada pelo segundo ano, corre-se no próximo dia 05 de maio, com partida do Campo de Futebol de Sobreposta, às 09:30 da manhã. Está dividida nas modalidades de trail (17 quilómetros), mini trail (8 quilómetros), e caminhada (também com 8 quilómetros).

Numa nota enviada a O MINHO, os Voluntários bracarenses explicam que “o evento tem como objetivo a angariação de dinheiro para a compra de Equipamento de Proteção Individual de Combate a Incêndio Urbano e Industrial (tendo a corporação cerca de 20 equipamentos e nenhum totalmente novo), pelo que o dinheiro angariado reverte, na totalidade, para este fim”.

Até ao momento, segundo a organização, já há algumas centenas de inscritos, sendo que o objetivo passa por chegar aos 1.500 participantes.

“Os inscritos estão automaticamente habilitados a ganhar prémios, que vão desde jantares a estadias em hotéis. Há ainda prémio para todos os pódios, prémio para o melhor resultado geral feminino e masculino, prémio para a primeira mãe e filho(s) a chegar no trail e mini trail e prémio para a maior equipa”, pode ler-se no texto.

As inscrições podem ser feitas em http://bit.ly/TrailSolidarioBVBraga.

O Trail Solidário a Favor dos Bombeiros Voluntários de Braga conta com o apoio da Sinctime e da Minho Aventura, tendo como patrocinador oficial a Procabelo.

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Atletismo

Antony Gonçalves (Braga) medalha de Ouro na Maratona da Muralha da China em veteranos

‘Papa maratonas’ correu com a camisola do SC Braga: “Uma responsabilidade acrescida”

em

Fotos: Cedidas a O MINHO

O bracarense Antony Gonçalves, juntou, esta segunda-feira, mais uma medalha de ouro ao seu currículo, ao vencer a Maratona da Muralha da China, na categoria de veteranos 65-69 anos, com mais de um minuto de vantagem para o segundo.

A correr a sua 25.ª maratona, o atleta de Braga foi o 158.º na geral, em 696 atletas, com um tempo de 05:27:44 horas, muito aquém das 08:00 de limite da prova.

“Foi muito duro e um sofrimento enorme”, revela a O MINHO.

A lesão que o apoquentou nas semanas antes da prova, não se fez sentir: “nos primeiros 16 quilómetros corri com receio mas depois percebi que não ia ter problemas e soltei-me”.

Até aos 35 quilómetros, a prova foi “mais pacífica” mas a subida das quatro mil escadas finais “são um sofrimento enorme”.

Antony Gonçalves lembrou-se da descida do Bom Jesus na parte final e aliada às pontas finais fortes conseguiu chegar à meta em primeiro.

Dos 1.400 participantes só cerca de 700 concluíram e na festa final de entrega de prémios, o feito português foi um dos que esteve em destaque.

Reportagem anterior à prova

Aos 65 anos, papa maratonas de Braga vai desafiar os 20.500 degraus da Muralha da China

Antony Gonçalves correu com a camisola do SC Braga, “uma responsabilidade acrescida”, e por isso o clube também saiu bem na fotografia, tendo uma homenagem prevista para amanhã.

Continuar a ler

Atletismo

Inês Henriques medalha de bronze na Taça da Europa

Marchadora portuguesa

em

Foto: Facebook de Inês Henriques - Olympic Athlete (Arquivo)

A atleta portuguesa Inês Henriques conquistou hoje a medalha de bronze na Taça da Europa de marcha atlética, que se disputou em Alytus, Lituânia, o seu melhor resultado na prova.

Inês Henriques manteve-se na luta pelas medalhas até ao final, tendo caído para o terceiro lugar aos 31 quilómetros, quando foio nultrapassada pela espanhola Julia Takacs.

A marchadora portuguesa fez a marca de 4:13.57 horas, conseguindo assim os mínimos para os Mundiais de Doha, o mesmo sucedendo com Mara Ribeiro, que foi 12.ª com o tempo de 4:27.14.

A italiana Eleonora Giorgi venceu a prova com o tempo de 4:04.50, novo recorde europeu, enquanto a medalha de prata foi para Julia Takacs, que é a nova recordista de Espanha com 4:05.46.

Nos 10 quilómetros, a júnior Joana Pontes foi 12.ª classificada, com 50.07 minutos.

Continuar a ler

Atletismo

Mariana Machado bate recorde nacional de juniores em Espanha

Prodigiosa bracarense

em

Foto: Divulgação / SC Braga (Arquivo)

A atleta portuguesa Mariana Machado esteve hoje em evidência no meeting de Ourense, em Espanha, ao vencer a prova de 1.500 metros com recorde nacional de juniores e marca de qualificação para os Europeus da categoria.

A atleta do Sporting de Braga cortou a meta em 4.13,17 minutos, melhorando em 14 centésimos o anterior recorde, que já lhe pertencia desde o ano passado e se cifrava em 4.13,31.

A segunda classificada na prova foi a benfiquista Patrícia Silva, que correu a distância em 4.24,44 minutos e também proporciona a qualificação para os Europeus de juniores.

Na prova de 800 metros, o triunfo pertenceu ao jovem João Peixoto, com o tempo de 1.50,72 minutos, ficando a apenas 22 centésimos da qualificação para os Europeus de juniores.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Patrocinado

Reportagens da Semana

Populares