Seguir o O MINHO

Desporto

Filipe Albuquerque vence 24 horas de Le Mans e sagra-se campeão do mundo de Resistência

Automobilismo

em

Foto: DR

O português Filipe Albuquerque (United Autosports) venceu hoje as 24 Horas de Le Mans em automobilismo, na categoria LMP2, a segunda mais importante, e sagrou-se campeão mundial de resistência.


O português, que faz equipa com os britânicos Phil Hanson e Paul di Resta, bateu a equipa Jota do outro português em prova, António Félix da Costa.

A prova foi ganha pelo Toyota oficial do suíço Sébastien Buémi, do neozelandês Brendon Hartley e do japonês Kazuki Nakajima.

Anúncio

Futebol

Portugal faz pleno de vitórias e reforça sexto lugar do ‘ranking’ da UEFA

UEFA

em

Foto: DR

Portugal reforçou o sexto lugar do ‘ranking’ da UEFA, face ao pleno de triunfos na segunda jornada da fase de grupos das competições europeias de futebol, por intermédio de FC Porto, Benfica e Sporting de Braga.

Depois do triunfo dos ‘dragões’ na receção ao Olympiacos (2-0), na terça-feira, para a Liga dos Campeões, ‘encarnados’ (3-0 ao Standard Liège) e ‘arsenalistas’ (2-1 no reduto do Zorya) seguiram hoje o exemplo na Liga Europa.

Os três conjuntos ganharam os seus encontros e estão todos em posição de apuramento, após duas rondas, com Benfica e Sporting de Braga já seis pontos acima do terceiro classificado.

Se Portugal somou três vitórias, as quatro equipas da Rússia, sétimo classificado do ‘ranking’ da UEFA, ficaram-se por um mísero empate, alcançado hoje pelo CSKA Moscovo, na receção ao Dinamo Zagreb (0-0), para a Liga Europa.

Na ‘Champions’, os russos ficaram a zero, já que o Lokomotiv Moscovo perdeu na receção ao campeão europeu em título Bayern Munique (1-2), o Krasnodar foi goleado em casa pelo Chelsea (0-4) e o Zenit caiu em Dortmund (0-2).

Feitas as contas, os três triunfos lusos valeram 1,200 pontos para o ‘ranking’ e a passagem de 41,749 para 42,949, enquanto o empate russo apenas 0,166 pontos, para um total de 37,215, que colocam a diferença em ‘irrecuperáveis’ 5,734.

Os pontos que as equipas lusas somam (dois por vitória e um por empate) são divididos por cinco (0,4 por vitória e 0,2 por empate), enquanto os russos têm de dividir os seus por seis (0,333 por triunfo e 0,166 por igualdade).

Em 2021/22, Portugal já sabe que terá duas entradas diretas na ‘Champions’, mais uma na terceira pré-eliminatória, uma na Liga Europa e duas nas pré-eliminatórias da nova competição, a Liga Conferência Europa.

O campeão e o ‘vice’ da I Liga 2020/21 seguem para a fase de grupos da ‘Champions’ e o terceiro para a terceira pré-eliminatória, o vencedor da Taça de Portugal ruma à Liga Europa e o quarto e o quinto vão para a nova prova, entrando na terceira e segunda pré-eliminatórias, respetivamente.

Mantendo o sexto lugar no final da presente temporada, Portugal garante que este cenário se repetirá em 2022/23.

Continuar a ler

Futebol

Benfica bate Standard Liege e está mais próximo dos 16 avos da Liga Europa

Liga Europa

em

Foto: Arquivo

O Benfica somou hoje a segunda vitória no grupo D, ao vencer na receção aos belgas do Standard Liege 3-0, e ficou mais próximo de se apurar para os 16 avos de final da Liga Europa de futebol.

Num jogo marcado pelo regresso do público ao estádio da Luz, após vários meses de ausência devido à covid-19, os ‘encarnados’ superiorizaram-se com golos de Pizzi, aos 49 minutos, na conversão de uma grande penalidade, e aos 76, e de Luca Waldschmidt, aos 66, também de grande penalidade.

Com esta vitória, o Benfica lidera o grupo D com seis pontos, os mesmos dos escoceses do Rangers, segundos e que hoje venceram na receção aos polacos do Lech Poznan por 1-0. Liege e Poznan ocupam as duas últimas posições sem qualquer ponto.

Continuar a ler

Futebol

“Estou muito feliz por voltar a jogar”

Nico Gaitán

em

Foto: DR

Declarações após o jogo da segunda jornada do grupo G da Liga Europa de futebol entre SC Braga e Zorya, que hoje decorreu em Zaporizhia, na Ucrânia, e que os minhotos venceram (2-1):

Gaitán (jogador do SC Braga em declarações à Sporttv): “Foi um jogo muito competitivo, a nossa equipa esteve muito forte e estou muito feliz por voltar a jogar e ajudar com um golo. Quero agradecer o apoio que tive durante este tempo em que estive lesionado, a equipa ajudou-me sempre.

É muito difícil ficar de fora, já passou, [a lesão] demorou muito tempo a passar, mais do que o normal e do que eu esperava, mas estou muito feliz agora.

Se a ideia de jogo do treinador é ter bola e jogar com bola no pé, para mim ajuda-me sempre. Sou um jogador que gosta de jogar com bola e, assim, fica mais fácil para mim.

(Duas vitórias em dois jogos no grupo G) É sempre importante ganhar, hoje conseguimos três pontos muito importantes, temos seis pontos de avanço para o rival de hoje, o grupo está muito bem encaminhado para nós, mas ainda falta muito.”

Continuar a ler

Populares