Seguir o O MINHO

Futebol

“Ficámos um pouco nervosos mas conseguimos recuperar”

João Pedro Sousa

em

Foto: DR

Declarações dos treinadores do Famalicão e Marítimo, João Pedro Sousa e Lito Vidigal, no final da partida da 7.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, que os minhotos venceram por 2-1.

João Pedro Sousa (treinador do Famalicão): “Foi uma vitória importante. Entrámos muito confiantes, percebendo a importância desta partida e de surgirmos a jogar bem.

Tivemos 11 minutos muito bons, com oportunidades de golo, desorganizando o adversário, mas, ironicamente, sofremos um golo que o Marítimo não procurou, numa bola parada, e ficámos um pouco nervosos.

Demorámos 15 minutos a recuperar e organizarmo-nos novamente, até conseguir a reviravolta, também em dois lances de bola parada, embora tivéssemos outras chances.

Ao intervalo, o resultado era muito merecido, e na segunda parte conseguimos manter o domínio do jogo, com a exceção dos últimos 15 minutos, em que estrategicamente reforçámos o corredor central da defesa, e felizmente mantivemos a vantagem.

(sobre a estreia de Diogo Queirós) É um atleta que acrescenta qualidade ao plantel e felizmente temos um grupo com muito valor. O Diogo é um profissional fantástico e vai-nos ajudar a termos muitas alegrias”.

Lito Vidigal (treinador Marítimo): “Foi um jogo bem disputado e com qualidade. O Famalicão entrou melhor, mas conseguimos reequilibrar e fazer o primeiro golo.

Controlámos a partir desse momento, e ainda tivemos mais oportunidades para ampliar a vantagem, mas num canto sofremos o empate e, depois, um segundo golo com um ressalto num livre.

A equipa nunca desistiu, trabalhou para ainda chegar ao golo, porque queria muito levar pontos deste jogo.

Na segunda parte, corremos atrás do resultado, estivemos por cima do jogo, mas faltou-nos alguma sorte e também qualidade na finalização em três ou quatro oportunidades que criámos.

O Famalicão em vantagem foi baixando o bloco defensivo, tentamos ter mais circulação, mas não conseguimos. Foi pena não termos levado pontos, mas equipa foi solidária, nunca desistiu, e isso foi positivo”.

Populares