Seguir o O MINHO

Alto Minho

Fica em prisão preventiva mulher que ateou 12 fogos num só dia em Paredes de Coura

Crime

em

Foto: BV Viana do Castelo (Arquivo / Imagem ilustrativa)

Vai aguardar julgamento em prisão preventiva a mulher de 45 anos que foi ontem detida em Paredes de Coura, pela Polícia Judiciária de Braga, por suspeitas de onze crimes de incêndio florestal e um crime de incêndio em edifício.

Ao que apurou O MINHO junto de fonte judicial, a mulher ficará detida no Estabelecimento Prisional Feminino de Santa Cruz do Bispo, em Matosinhos.

Os crimes ocorreram durante a tarde de ontem, numa freguesia daquele concelho.

Relata PJ que a “pronta e eficaz intervenção dos bombeiros e dos sapadores florestais evitaram a rápida propagação dos incêndios, que foram extintos ainda numa fase inicial”.

De acordo com a mesma polícia, a mulher atuou num quadro de desequilíbrio psicológico e emocional, ateando os incêndios com recurso a chama direta e a produtos de fácil combustão.

A PJ revela que os incêndios ocorreram numa zona onde existiam condições de propagação a manchas florestais de grandes dimensões, gerando, portanto, enorme risco, potencialmente alimentado pela carga combustível ali existente e pela orografia própria da região.

Foram recolhidos importantes elementos de prova que levaram à detenção da arguida.

EM FOCO

Populares