Seguir o O MINHO

Ave

Festival Internacional da Polifonia com oito concertos em igrejas de cinco cidades

em

A 5.ª edição do Festival Internacional de Polifonia Portuguesa, uma organização da Fundação Cupertino de Miranda, arranca na quinta-feira, em Famalicão, e prolonga-se até dia 12, com um total de oito concertos.

O festival passará por cidades como Famalicão, Braga, Porto, Amarante e Coimbra.

Prosseguir a divulgação do repertório da polifonia portuguesa dos séculos XVI e XVII é um dos principais objetivos do festival, que nesta sua quinta edição conta ainda com oito visitas guiadas, um sermão e um seminário sobre o Barroco e a Polifonia em Portugal.

Os concertos contarão com a participação da Capella Musical Cupertino de Miranda (CMCM) e dos músicos internacionais Juan Carlos Rivera e Maurizio Croci.

Decorrerão em Famalicão (Igreja de Santa Maria de Landim), no Porto (igrejas de São Francisco e São Lourenço), em Braga (igrejas do Bom Jesus, São Victor e São Martinho de Tibães), em Amarante, (Igreja de São Gonçalo) e pela primeira vez em Coimbra, na Igreja de Santa Cruz.

Destaque também para a realização do seminário “O Barroco e a Polifonia em Portugal”, que no dia 10 de julho reunirá, na Reitoria da Universidade do Porto, especialistas da área da arquitetura e da música barroca em Portugal.

Tal como nas edições anteriores, também este ano será editado um livro sobre a polifonia portuguesa, com informação sobre todos os monumentos onde se realizaram os concertos do festival.

cartaz

Populares