Festival em Braga vai ligar músicos dos continentes banhados pelo Atlântico

Foto: DR / Arquivo

Braga vai assistir, entre 29 de janeiro e 01 de fevereiro de 2025, ao nascimento do festival Square, que pretende ligar profissionais e músicos emergentes dos três continentes banhados pelo Atlântico, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a organização refere que o festival também se estenderá às cidades de Guimarães, Barcelos e Vila Nova de Famalicão, que, conjuntamente com Braga, formam o Quadrilátero Urbano.

O festival procura artistas que trabalhem e vivam na Europa, América e África, sendo aceites propostas em qualquer género musical, com qualquer tipo de formação em termos de número de pessoas e com música produzida em qualquer língua.

No dia 16 de abril, segundo a organização, será lançada a convocatória para a receção de candidaturas de projetos musicais, num “open call” que estará aberto até 31 de julho.

Os resultados serão anunciados em setembro.

A organização diz que o Square se distingue dos demais festivais profissionais “pela vontade de criar uma plataforma de ‘networking’ dedicada a profissionais progressivos comprometidos com a diversidade e inovação”.

“Com um foco efetivo nos artistas, o Square pretende abrir uma via de ligação efetiva entre promotores e agentes culturais independentes mais pequenos, que procuram conectar-se com novos públicos e movimentos culturais”, acrescenta.

O festival procura, assim, estabelecer-se como um ponto de referência tanto para profissionais como para entusiastas da música, “promovendo um movimento de públicos nacionais e internacionais e explorando locais históricos e naturais através da música”.

Aposta num conjunto de colaborações com promotoras, editoras, festivais e projetos de países como Portugal, Peru, Brasil, Uganda, Espanha e Holanda.

Square é parte integrante do programa Braga’25, ano em que esta cidade minhota será Capital Portuguesa da Cultura.

A convenção do Square, projetada para profissionais do setor, está agendada para Braga de 29 a 31 de janeiro de 2025.

Simultaneamente, Braga acolherá o programa noturno.

Durante o mesmo período, Guimarães, Barcelos e Famalicão apresentarão cinco espetáculos curados pelo Square e os seus parceiros.

No último dia do evento, o Square centrará as suas atividades em Braga, com um programa que se alargará pela cidade.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Carlos Moedas defende que Governo deve procurar consensos com "os moderados"

Próximo Artigo

Megaoperação contra tráfico de droga com buscas em Esposende. Há 30 detidos

Artigos Relacionados
x