Seguir o O MINHO

Cávado

Festival de caminhadas guiadas afirma Gerês como destino de Turismo da Natureza

em

A promoção do Gerês como destino privilegiado no domínio do Turismo de Natureza é o principal objetivo do Festival de Caminhadas que decorrerá a 19 e 20 de março, em Terras de Bouro, com cinco trilhos, de acordo com o que foi anunciado esta terça-feira.

“Os trilhos são o nosso golfe”, disse o presidente da Câmara de Terras de Bouro.

Joaquim Cracel sublinhou que os trilhos escolhidos para a 4.ª edição do Festival de Caminhadas do Gerês são “particularmente bonitos”, destacando, como exemplos, a incursão à aldeia de Santa Isabel do Monte ou a reconstituição do ciclo do pão, através moinhos de água, espigueiros, sequeiras ou sistemas de rega tradicionais.

O festival será composto por um total de dez caminhadas, já que os cinco trilhos serão calcorreados em cada um dos dias do evento.

O mais curto tem 7 quilómetros e o mais longo 8,7, estando todos classificados como fáceis.

“A ideia é mesmo essa, democratizar as caminhadas, para que todos possam participar”, referiu Jorge Coelho, da Associação Gerês Viver Turismo, responsável pela organização do festival, com o apoio da Câmara de Terras de Bouro e da Associação de Desenvolvimento das Terras Altas do Homem, Cávado e Ave (ATACHA).

Coelho enfatizou o facto de todas as caminhadas serem guiadas por “profissionais experientes, que conhecem bem a serra”, garantindo assim aos participantes segurança e informação acerca dos pontos de interesse dos trilhos.

“Além da caminhada propriamente dita, o festival tem associada esta vertente interpretativa, para que os participantes fiquem a conhecer um pouco melhor o Gerês e com vontade de voltar”, acrescentou.

Os guias são disponibilizados por cinco empresas de animação turística que operam essencialmente no destino Gerês.

No final de cada caminhada, haverá um convívio entre todos os participantes com a oferta do típico “caldo no pote” e de uma malga alusiva ao festival.

festival das caminhadas geres cartaz

Paralelamente ao Festival de Caminhadas, Terras de Bouro acolhe o Fim de semana Gastronómico, durante o qual 19 restaurantes locais servirão, a preços “convidativos”, o cozido à moda do concelho, com a aletria como sobremesa.

“Após uma boa caminhada, nada melhor do que um bom cozido à Terras de Bouro para retemperar energias”, disse o presidente da câmara.

Joaquim Cracel afirmou que o Fim de semana Gastronómico conta ainda com a adesão de 19 empreendimentos turísticos, que oferecerão igualmente “preços especiais” para quem quiser pernoitar no concelho.

Tudo isto, rematou o autarca, em nome da promoção do Gerês como destino “de excelência” e do combate à sazonalidade turística.

“O Gerês é bonito todo o ano, merece ser visitado todo o ano, tem muito para oferecer todo o ano”, afirmou.

logo Facebook Fique a par das Notícias de Terras de Bouro. Siga O MINHO no Facebook. Clique aqui

Anúncio

Barcelos

Barcelos: Julgado por tentar matar amigo que lhe exigia um cão ‘chow-chow’

No Tribunal de Braga

em

Imagem ilustrativa / DR

José Maria, de 65 anos, residia em Grimancelos, concelho de Barcelos, quando terá recebido de um amigo uma cadela de raça chow-chow, de forma a acasalar com outro cão da mesma raça que o homem já possuía.

Em troca, José Maria teria que dar uma das crias ao amigo, algo que acabou por não acontecer, pois, entretanto, mudou-se para Vila do Conde, não deixando rastro ao amigo, que permaneceu em Barcelos, avança o Jornal de Notícias.

Este foi à nova casa de José Maria, nas Caxinas, em 2017, e confrontou-o. Acabou por ser ameaçado por José Maria, com uma pistola, não tendo sido atingido “por sorte”, quando efetuou um disparo.

Está agora a ser julgado por tentativa de homicídio no Tribunal de Braga.

Continuar a ler

Cávado

Esposende: Militares de folga recuperam máquina avaliada em 6 mil euros

Máquina de fusão de fibra ótica furtada

em

Foto: Divulgação

Dois militares do posto territorial de Esposende da Guarda Nacional Republicana (GNR) recuperaram, na sexta-feira, uma máquina de fusão de fibra ótica avaliada em 6 mil euros, que havia sido furtada naquele concelho, anunciou este domingo aquela polícia.

Apesar de se encontrarem de folga, os dois guardas receberam uma denúncia sobre o furto desta máquina e deslocaram-se ao local, conseguindo ainda localizar o suspeito, de 48 anos, e recuperar a máquina, que estava na sua posse.

O suspeito foi constituído arguido, a máquina restituída ao seu legitimo proprietário e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Esposende.

Continuar a ler

Cávado

Associação alerta para “perigos” na obra do canal intercetor de Esposende

“Fossos e buracos sem qualquer sinalização colocam população e animais em risco”, diz Associação de Cidadãos de Esposende.

em

"Canal sem vedação". Foto: ACE

A Associação Cidadãos de Esposende alertou, este sábado, a Câmara de Esposende para uma eventual “falta de segurança nas obras do canal intercetor”, anunciou a associação em comunicado.

“Fossos enormes, buracos sem qualquer sinalização ou proteção e entrada no local da obra que está a decorrer representam um perigo iminente para todos os que por essa zona passam”, adverte.

Deixa o alerta de que a “vedação é praticamente inexistente, deixando em aberto a passagem seja de pessoas, seja de animais”. “Se alguma criança entra num dos fossos, é impossível que consiga sair, dada a profundidade e a água acumulada”, refere.

A associação considera que é “inadmissível que numa obra com estas características e com um valor de vários milhões de euros não se coloque a segurança em primeiro lugar”.

“Uma obra que pretende salvar Esposende das inundações, como é o caso, não pode ser colocada no terreno de qualquer forma – há que assegurar todas as condições de segurança”, acrescenta.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Vamos Ajudar?

Reportagens da Semana

Populares